Rádio Najuá

Invernada Artística do Rodeio de Irati recebe quase mil inscrições

11/07/18 - 16h02 - Atualizado em 11/07/18 - 16h02

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub e Jussara Harmuch 

Mais de mil pessoas se inscreveram para participar das provas artísticas do rodeio

A participação na Invernada Artística do 30º Rodeio Crioulo de Integração de Irati, que começa nesta sexta (13), surpreendeu a organização. As provas artísticas, que começam no sábado (14), pela manhã, receberam em torno de mil inscrições. “No ano passado, quando assumimos a coordenação, já tínhamos a intenção de que, a cada ano, o rodeio tivesse um crescimento e ele foi, no nosso entender, vertiginoso”, comenta o coordenador das provas artísticas, Marcelo de Ávila Francos. 

Segundo o coordenador, o que explica o grande volume de inscrições na Invernada Artística é a participação dos grupos de dança gaúcha, que são compostos por vários casais. “Para se ter uma ideia, em dança gaúcha de salão, temos 30 casais, então são 60 pessoas envolvidas. Nas danças tradicionais, temos 24 grupos. No ano passado, tivemos 20 grupos. Aumentou em quatro grupos. Isso aumenta, também, significativamente, o número de pessoas inscritas”, detalha. 

PUBLICIDADE

O crescimento no número de inscrições em relação ao ano passado é também atribuído à melhoria da infraestrutura do parque de rodeios e dos palcos e à propaganda boca-a-boca. “No ano passado, em conversa com o prefeito [Jorge Derbli], desde o início da organização do rodeio de 2017, sempre tratamos muito dessa questão. Irati, tradicionalmente, tem problemas climáticos durante o rodeio. Então, a estrutura foi montada justamente pensando na possibilidade de chuvas. Tivemos um final de semana extremamente ensolarado e quente no ano passado e essa estrutura deu conta tranquilamente. Quem veio no ano passado pôde perceber a melhoria na infraestrutura do parque e aquilo foi passando de um para outro“, sustenta. 

Francos cita outras categorias da Invernada Artística: são 22 chuleadores; oito contadores de causos; dois conjuntos instrumentais – modalidade nova; cerca de 75 declamadores; 30 gaiteiros – entre gaita-piano, gaita de até oito baixos e com mais de oito baixos; cerca de 40 intérpretes e 22 CTGs participantes. “Para que se tenha uma noção, o Festival Estadual, do qual Irati faz parte de um circuito – aqui é a segunda etapa do circuito que classifica para o Festival Estadual (Fepart) – tem 38 entidades e aqui nós temos 22, é mais da metade do que participa na final. É um rodeio que novamente ganhou projeção e os números desse ano são melhores que os do ano passado; graças às melhorias feitas no parque de Irati [CT Willy Laars], o que chamou a atenção do público tradicionalista”, atribui. 

PUBLICIDADE

O coordenador das provas artísticas menciona que há apenas um inscrito de outro Estado: um competidor gaúcho. No entanto, há participantes de várias regiões do Paraná, do litoral ao Oeste: Pontal do Paraná, Curitiba, Ponta Grossa, União da Vitória, General Carneiro, Bituruna, Cascavel, São Miguel do Iguaçu, Foz do Iguaçu, Guarapuava, entre outras cidades. “De Irati, temos há alguns anos, já foram tantos títulos, que já não sei mais quantos são, o Neto Pabis e o João Lucas [Schemberk], que representam o CTG Terra dos Pinheirais”, destaca Francos, ao mencionar os talentos locais que vão participar das artísticas. 


Para dar conta do número de inscritos, para que as provas da Invernada Artística ocorram em tempo hábil, dentro do cronograma do 30º Rodeio de Irati, a organização das provas, desde a primeira reunião, no começo do ano, solicitou à Prefeitura de Irati que fosse construído mais um palco. “No ano passado, tivemos dois palcos e, neste ano, teremos três”, comenta. O Palco 3 será montado no espaço onde ocorre a venda de artesanato. Entre as atrações desse terceiro palco, estão os concursos de Mais Prendada Prenda e Mais Prendada Prendinha, no sábado (14), de manhã, e a modalidade de chula, nas categorias pré-mirim, mirim, veterano, xiru, juvenil e adulto. A categoria “xiru”, nas modalidades “chula” e “declamação” é uma novidade deste ano no Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). 

O Palco 2, que recebe as provas de declamação e causo, terá 85 apresentações no sábado (14). No domingo (15), será a vez das provas de dança de salão. O Palco 1, de música, terá no sábado (14) todas as competições individuais: gaitas, violão e intérprete e, no domingo (15), as apresentações de danças tradicionais. “Conseguimos dividir e antecipamos o horário de início do rodeio”, explica Francos. 

PUBLICIDADE

Ele lamenta que, desde 2014, não há nenhum grupo iratiense participando das danças. Neste ano, não há nenhum da 6ª Região Tradicionalista, que compreende 11 municípios: Antonio Olinto, Inácio Martins, Irati, Mallet, Paula Freitas, Paulo Frontin, Rebouças, Rio Azul, São João do Triunfo e São Mateus do Sul. “Só na nossa região, já tivemos dez rodeios artísticos, hoje temos apenas um”, acrescenta. 

De acordo com o coordenador, as provas costumavam iniciar às 13h30. Entretanto, elas paravam durante o show que ocorre à noite e retornavam depois, prolongando-se durante a noite e estendendo-se até a madrugada. No ano passado, por exemplo, as apresentações de sábado foram até as 4h da madrugada de domingo. “Para evitar que isso aconteça, tomamos essa precaução e, neste ano, começamos no sábado (14) às 8h30. Ganhamos cinco horas e conseguimos tirar essa diferença trazendo o rodeio para a manhã”, esclarece. 

PUBLICIDADE

Esquenta para show do Mano Lima

A turma da Rádio Najuá vai fazer um esquenta antes do show do Mano Lima, sábado, 14, às 21h45, no palco principal do CT Willy Laars. Gelson Joia, Edson Luiz, DJ JGM e o Bonequinho Najuá vão fazer brincadeiras e distribuir brindes. Não perca!

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Gelson Joia, Edson Luiz e DJ JGM ao lado do coordenador das provas artísticas do rodeio, Marcelo de Ávila Francos