Cultural / Entretenimento

18/11/18 - 18h14

1º Festival Internacional Denise Stoklos, em Irati, a partir do dia 27

"Teatro Essencial", da iratiense Denise Stoklos, movimentará a última semana de novembro
Assessoria de Comunicação da PMI

Entre os dias 27/11 e 02/12 acontece, em Irati, a primeira edição do Festival Internacional Denise Stoklos (FIDS) de Solo Performance. O evento, que será realizado em diversos locais da cidade, inclusive em espaços abertos, vai reunir artistas locais, nacionais e internacionais.

Serão promovidos espetáculos, oficinas e palestras dentro de uma grande programação que tem curadoria de Denise Stoklos. Arte, cultura e educação sendo oferecidas de forma gratuita para a população.

O que é

O Festival Internacional Denise Stoklos de Solo Performance é uma das ações que vem a legitimar a importância de trabalhos de experimentação e novas linguagens no campo das Artes Cênicas.

PUBLICIDADE

Com curadoria de Denise Stoklos, o festival abrange uma série de ações – espetáculos, oficinas, palestras, leituras dramatizadas, exibição de filmes, performances, homenagens, exposição, dentre inúmeras outras. Todos os trabalhos ressaltam a relevância da solo performance como uma das vertentes mais potencializadoras de expressões diferenciadas, justamente por permitir que os artistas criem uma pesquisa cênica baseada na autoria de seus próprios processos criativos.

Assim como foi concebido o Teatro Essencial, a artista Denise Stoklos vem cada vez mais se dedicando aos atravessamentos entre arte e educação, por acreditar que a arte é potência mobilizadora de transformações e mudanças positivas para a sociedade. Depois de consolidar enorme trajetória, abarcando prêmios, homenagens e recebendo atenção de estudos de pesquisas nacionais e internacionais, Denise Stoklos conquistou o seu devido espaço, tanto na história do Teatro Brasileiro, como também sendo uma das maiores representantes da expressão artística em nosso país.


O FIDS se realiza em momento propício, aos 50 anos de carreira da atriz dedicados à arte, cultura e educação. A cidade de Irati, onde nasceu Stoklos (em 14 de julho de 1950), não poderia ser mais perfeita para a realização de um evento deste porte. A própria atriz, em diversos de seus espetáculos, cria a expressão “ir-a-ti”, fazendo referência à importância de nossas origens, como o mergulho necessário de autoconhecimento para provocar positivamente o presente em direção à realização de nossos sonhos.

Uma artista que saiu do interior do Paraná e alcançou inúmeras cidades do Brasil e do mundo. E hoje busca compartilhar todos esses aprendizados e experiências com diversos públicos, justamente com o objetivo de inspirar às novas gerações e, assim, permitir que o movimento de arte autoral e independente siga em seus diversos campos em território nacional.

PUBLICIDADE

O público é convidado a conferir uma série de trabalhos que proporcionam uma relação profunda e intensa entre a produção artística e a fruição estética, ou seja, os cruzamentos entre fazer e apreciar arte em suas múltiplas formas de expressão. Que tenham todos um belo festival.

Mostra Oficial FIDS

A Mostra Oficial FIDS recebe artistas convidados diretamente por Denise Stoklos para compor uma programação que contempla espetáculos criados com base na autoria, na experimentação, na potência de provocação e na pesquisa por novas linguagens. São artistas com espetáculos de extrema sofisticação e maturação.

Dentre os artistas estão: Denise Stoklos (Paraná), Júlio Adrião (Rio de Janeiro), Ederson Miranda (São Paulo), Diego Starosta (Buenos Aires) e Daniela Biancardi (São Paulo). Todos possuem uma formação extremamente sofisticada, com experiências nacionais e internacionais, além de terem espetáculos consolidados por trajetórias de mais de dez anos de palco.


Assim como ocorre no Teatro Essencial, Denise Stoklos desenvolve os seus espetáculos com muitas apresentações e circulações por diferentes tipos de público. São os anos, as apresentações, os muitos espectadores e todas essas experiências que proporcionam uma real possibilidade de encontro, de fricção, de comunicação aprofundada entre artistas e espectadores.

Os artistas inseridos na programação possuem experiência profissional alinhada com formação e propostas conceitualmente inovadoras em suas respectivas áreas de atuação. O público terá contato com um repertório mais do que consolidado por propostas que alinham arte, reflexão e crítica.

Espetáculos que transitam por temas, como: história, comédia, cultura, sociedade, conhecimento, metateatro, mitologia, dentre muitos outros. Entre todos eles se encontram pontos em comum, como a vontade de mobilizar os espectadores a se confrontarem com suas próprias questões de vida. O teatro se torna assim um espelho do mundo, possibilitando que os espectadores sejam convocados a ir em direção às suas questões mais urgentes e essenciais. 

PUBLICIDADE

Exposição

Ao completar 50 anos de carreira e trajetória profundamente dedicadas à arte, cultura e educação, Denise Stoklos apresenta ao público uma bela exposição de acervos, arquivos e documentos do Centro de Documentação da UNICENTRO.

Fotos, vídeos, reportagens de jornais, manuscritos, cartazes de divulgação dos seus espetáculos, dentre inúmeros outros materiais, estarão disponíveis para contemplação do público do festival.

Desde o início da construção do Centro Cultural Denise Stoklos, a artista criou uma parceria com a UNICENTRO, que desde então vem cuidando de todo o seu material e repertório de documentação. Encontram-se ali materiais valiosos, uma vez que registram a história de uma das maiores atrizes do teatro brasileiro, uma artista que trouxe ineditismo, revolução e pioneirismo para a cena experimental.


Considerada por Abujamra como a “melhor voz do teatro brasileiro“, avaliada por Michael Pedretti como “uma das mais importantes artistas do mundo no gênero teatral“, aclamada como um “fenômeno vivo” por Kavita Nagpal, artista revelação em inúmeros festivais nacionais e internacionais, tendo se apresentado em 33 países, escrito 7 livros e criado inúmeros espetáculos dentre de seu repertório do Teatro Essencial, Denise se tornou um ícone que projeta hoje a cidade de Irati como um dos futuros polos de difusão da solo performance enquanto vertente cênica.

Eventos paralelos

Durante toda a programação do Festival Internacional Denise Stoklos, vários eventos paralelos estarão acontecendo nas mais diferentes áreas. Estão agendados seminários, oficinas, palestras e também cinema, leitura dramática e apresentações em palco aberto.

Programação no Cinema – PINA

O FIDS, em uma programação exclusiva no Brasil, vai apresentar dois documentários integrais de Pina Bausch, com autorização especial da “Verlag der Autoren” (Editora dos Autores, responsável pelas garantias autorais de Pina Bausch).

Esses vídeos são trabalhos experimentais que Pina Bausch desenvolveu, a partir da montagem com os bailarinos de sua companhia da peça-dança “Contato” (Kontakthof), sobre relacionamentos. 

PUBLICIDADE

A primeira versão é só com crianças de 14 anos, documentário intitulado “Sonhos Dançantes”, a segunda é só com pessoas mais velhas, documentário intitulado “Senhoras e Senhores de mais de 65 anos”.

Trata-se de amadores tendo a experiência de remontar essa obra importante da diretora do Teatro Dança da cidade de Wuppertal. É uma programação bastante educacional, já que também traz a questão de diferentes gerações performando praticamente os mesmos movimentos; além disso, se observarmos bem essas obras, elas são de várias performances solos, compondo um mesmo grupo.

Raramente se pode assistir a um trabalho de Pina Bausch do começo ao fim como aqui, eles estão em youtube em curtas minutagens devido a questões de direitos autorais. Para o FIDS, fomos conseguir na Alemanha essa autorização inédita. Com duração de 90 minutos, cada um, editados, esses documentários passarão em uma noite a partir das 23h no Cine Clube do Clube do Comércio.

Assim o FIDS cumprirá uma atividade intensa, das 10h até meia noite, tratando apenas de performances solos.

PUBLICIDADE

Leituras dramatizadas

A proposta conceitual das leituras é ativar uma percepção diferenciada das palavras que são levadas ao público por meio dos sentidos estimulados pelos princípios maiores do Teatro Essencial: amor e liberdade. É a arte de expressar imagens através de palavras.

Para o FIDS foram programadas as leituras dos textos “Antes que me tirem a pele”, de Alexandre Fantim, e “Círculo na Lua, Lama na Rua”, primeira dramaturgia escrita por Denise Stoklos, em 1968.

O ciclo de leitura fará também homenagem a José Maria Orreda, educador, jornalista e historiador iratiense, sendo muito importante por haver editado o primeiro livro de Denise Stoklos.

Confira a programação completa do FIDS e mais detalhes do evento em www.fidsfestival.com .

Informações na Secretaria de Cultura de Irati, localizada no Centro Cultural Clube do Comércio. O telefone é 3907 3158.

PUBLICIDADE

Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados