Cultural / Entretenimento

06/11/17 - 17h24 - atualizada em 06/11/17 às 17h31

Alunos da Escola João Batista Anciutti participam do Cine Kids

Divisão de Comunicação Social – Unicentro, campus Irati

O filme "Brichos 2" foi doado pelo cineasta para a Unicentro
Através das ações extensionistas, a Unicentro se aproxima da comunidade. E durante a Semana de Integração Ensino, Pesquisa e Extensão (Siepe), foi possível conhecer melhor vários exemplos dessas iniciativas. Uma delas é o Cine Kids, realizado pela Divisão de Promoção Cultural, a Diproc, do campus Irati e que levou até o Auditório do PDE, aproximadamente, 90 crianças da Escola Municipal João Batista Anciutti, do bairro Riozinho, vizinho ao campus.

O coordenador do projeto é o agente universitário Nelson Susko. Ele conta que após uma pequena experiência no ano passado, esta é a segunda edição do Cine Kids. "Nosso objetivo é levar o cinema até a criança, principalmente, para aquelas que não tiveram a oportunidade de entrar no cinema e de assistir a um filme socialmente, dentro de um grupo de amigos", explica.

O filme exibido foi “Brichos 2”, do cineasta paranaense Paulo Munhoz, que cedeu gratuitamente o longa para a Unicentro. Brichos retrata a cultura brasileira através de animais da fauna nacional, e mostra as aventuras de três amigos rebeldes que são fanáticos por videogames.

"Os personagens do filme pertencem a nossa fauna, e a floresta que eles defendem é a nossa Floresta Amazônica. E eles procuram passar para as crianças essa mensagem de que devemos proteger e cuidar do meio ambiente, desde aquele lixinho que é jogado no chão tem que ser evitado. É um filme didático, instrutivo, dinâmico, bem interativo e que envolveu toda a criançada neste plano de proteção ao meio ambiente", destaca Susko.

As crianças, com idade entre quatro e onze anos, ganharam pipoca, e depois do filme participaram de uma atividade preparada pelos alunos do 2º ano de Educação Física. A estudante Mariana Tomal lembra que este tipo de ação agrega muito na formação, principalmente, pelo curso se tratar de uma licenciatura.

"Hoje em dia as crianças não fazem tanta atividade física, preferem o celular e o computador. Pensando nisso, trouxemos uma atividade relacionada a dança em que elas pudessem se mexer, fazer alguma atividade física, e também trabalhando com o lúdico que eles gostam mais na brincadeira", salienta Mariana.

Já a diretora da Escola João Batista Anciutti, Maristela Maria Konopka Chami ressalta que para muitos alunos esta foi a primeira oportunidade de vir até a o campus da Unicentro. "Eles gostam muito e estavam ansiosos para vir. É uma atividade diferente e que faz com que eles se sintam mais motivados, pois é algo diferente que sai do dia a dia da escola, então se torna muito agradável", complementa.

Segundo Maristela, a temática em defesa ao meio ambiente vem ao encontro com trabalhos que são realizados na escola. O Luiz Otávio Roginski está no primeiro ano do Ensino Fundamental, e levou para casa mais uma lição. "Aprendi que é para cuidar da natureza e também não maltratar", afirma o aluno.

Para Susko, é fundamental que os projetos extensionistas ganhem cada vez mais espaço e que a Universidade esteja próxima da comunidade. "Universidade pública é para isso, para a nossa comunidade. Não é somente aqui, o nosso espaço fechado entre quatro paredes. Como diz o próprio nome universo, para todos, todos têm acesso gratuito, não só a educação, a pesquisa, como também a extensão. É um processo maravilhoso em que nós envolvemos as escolas, e é muito gratificante para nós. Espero que possamos produzir mais trabalhos extensionistas, envolvendo cada vez mais a nossa sociedade", conclui.

Alunos do 2º ano de Educação Física realizaram atividades lúdicas
Como em toda sessão de cinema, não faltou pipoca para as crianças


Comentários

Enquete

Supermercados abertos em domingos e feriados é uma boa ideia?

  • não
  • sim
Resultados