Cultural / Entretenimento

27/06/16 - 13h10 - atualizada em 27/06/16 às 13h13

Consulesa de Cuba visita campus Irati

Divisão de Comunicação Social – Unicentro, campus Irati

Afonso e Erivelton recepcionaram os visitantes
O campus Irati da Unicentro recebeu a visita oficial da consulesa cubana Nelida Hernandez Carmona e do conselheiro consular Ifrahim Miranda Leon. A comitiva também visitou Guarapuava com o objetivo de conhecer a instituição para estreitar laços entre a Unicentro e as universidades de Cuba.

A consulesa conta que a intenção é ter uma relação mais estreita com as universidades do Paraná. Segundo ela, aqui são desenvolvidos alguns projetos que estão muito relacionados com o que está sendo feito em universidades cubanas. “Já temos convênios de cooperação com algumas universidades paranaenses, e o nosso interesse é incrementar essa colaboração entre ambos os países”, complementa.

No campus Irati, Nelida e o conselheiro consular foram recepcionados na Direção de Campus, pelos professores Afonso Figueiredo Filho e Erivelton Fontana de Laat que apresentaram os setores da universidade. Também, foi realizada uma visita guiada pelo campus com a professora Paula Grechinski, do Departamento de Turismo. Durante o almoço, a comitiva se reuniu com o prefeito de Irati, Odilon Burgath. No período da tarde, professores de alguns departamentos puderam conversar com a consulesa sobre possíveis parcerias e projetos.

“O que encontrei aqui no campus Irati foi maravilhoso. Primeiramente tenho que agradecer pela forma com que nós fomos recebidos. Notamos que a universidade tem projetos muito avançados, muito positivos, e que vão atender muitas possibilidades de ter uma cooperação com projetos similares que nós temos desenvolvido em Cuba”, destaca Nelida.

Para o diretor do campus, há muitas afinidades entre Brasil e Cuba que podem ser desenvolvidas e vir a se tornar uma realidade para intercâmbio de alunos e de professores. “Esse primeiro contato é muito importante, ela vai levar material nosso e possivelmente vamos ter um contato futuro para uma aproximação. Um ponto forte nessa relação é a língua, porque ela não é um fator tão limitante, já que Espanhol e Português são dois idiomas em que a comunicação não é muito prejudicada. E para intercâmbio, você não ter essa barreira da língua é uma algo muito valioso”, ressalta Afonso.

Já a assessoria especial do Escritório de Relações Internacionais (ERI) do campus Irati, Catarina Portinho Nauiack afirma que a vinda dessa comitiva mostra que a Unicentro está no mapa das universidades estaduais e brasileiras. “A Unicentro vem despertando interesse de comitivas internacionais e de representantes de outros países que buscam a nossa universidade para fazer parcerias acadêmicas, de pesquisa, intercâmbio, mobilidade. Então isso demonstra que a Unicentro tem crescido e o seu nome está sendo levado para outros lugares além do estado do Paraná”, observa.

A consulesa Nelida e o conselheiro Ifrahim

Comentários

Enquete

Qual sua avaliação sobre a administração do prefeito Jorge Derbli?

  • Ruim
  • Razoável
  • Boa
  • Ótima
Resultados