Cultural / Entretenimento

26/11/18 - 01h25 - atualizada em 26/11/18 às 01h33

Festival Internacional Denise Stoklos começa amanhã

Primeira edição do evento cultural, que será realizado em vários espaços da cidade, vai reunir artistas locais, nacionais e internacionais

Da Redação, com reportagem de Rodrigo Zub e Paulo Henrique Sava e informações Assessoria 

Em entrevista no programa Meio Dia em Notícias, vice-presidente da ALACS, Luiza Nelma Fillus, e produtora Ligia Itiberê, contaram detalhes da programação do Festival Denise Stoklos

Começa na próxima terça (27) e prossegue até o dia 2 de dezembro a 1ª edição do Festival Internacional Denise Stoklos (FIDS) de Solo Performance. O evento, que será realizado em variados espaços da cidade e que reunirá artistas locais, nacionais e internacionais, homenageia o maior expoente iratiense da arte dramatúrgica e fundadora do Teatro Essencial.

“Nós pretendemos abranger a cidade inteira. Essa é a intenção da Denise, de movimentar Irati. Teremos as apresentações oficiais, que vão ser no auditório Denise Stoklos (na Unicentro), com a Denise e mais três outros participantes”, explicou a produtora do Festival Internacional Denise Stoklos, Ligia Itiberê, durante entrevista no programa “Meio Dia em Notícias” da Super Najuá.

PUBLICIDADE

As palestras, por sua vez, serão ministradas no Clube do Comércio, na manhã de quarta (28). Durante a tarde, ainda na quarta (28), os atores ministrarão uma oficina sobre os espetáculos apresentados na noite anterior, do Teatro Essencial, também no Clube do Comércio.No Cinema.com, alunos da mentoria de Denise Stoklos realizam espetáculos solo, com apresentações que variam de dez minutos a meia hora.

“Como a Denise pretende movimentar muito a cidade e trazer muitas atrações, ela programou passar filmes sobre o trabalho dela e sobre o trabalho de Pina Bausch, alemã, maravilhosa, na Cinemateca Denise Stoklos, que é no Clube do Comércio, todas as noites, a partir do dia 28, às 23h”, cita a produtora. Pina Bausch foi uma coreógrafa, dançarina, professora de dança e diretora de balé alemã, falecida em 2009, que tinha como característica montar suas coreografias de modo a narrar as experiências de vida dos bailarinos.

PUBLICIDADE

Ao longo dos seis dias de festival, serão promovidos espetáculos, oficinas e palestras dentro de uma ampla programação com curadoria da própria Denise Stoklos. O evento também representa oportunidade de acesso gratuito à arte, cultura e educação para a população iratiense e da região.

“Para a comemoração desses 50 anos, Denise retorna à cidade dela, o que é um presente para nós iratienses ver nossa artista maior, que é reconhecida no mundo inteiro e já se apresentou em 33 países, em oito idiomas, uma pessoa que dialoga com os grandes escritores universais. Quem já a viu e quem tem a oportunidade de vê-la sabe que tanto a crítica brasileira quanto a crítica internacional têm o maior respeito pelo trabalho dela, porque ela faz um trabalho solo. O intuito de Denise é fazer com que a cidade de Irati seja conhecida no mundo todo”, frisa Luiza Nelma Fillus, vice-presidente da Academia de Letras, Artes e Ciências do Centro-Sul (ALACS), que também participou da entrevista no "Meio Dia em Notícias".

Luiza fala que a intenção é incluir Irati no rol das “cidades criativas” da UNESCO, assim como são as cidades de Joinville (SC), em função dos Festivais Internacionais de Dança e da presença da escola do Ballet Bolshoi, e de Gramado (RS), por causa dos Festivais de Cinema, e de Paraty (RJ), considerada cidade da literatura, onde ocorre anualmente a Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP). “Ela tem estofo, competência e estudo para fazer de Irati a cidade do Solo Essencial. A arte e a técnica dos quais ela tem domínio perfeito e que ela quer mostrar para nós, os iratienses e pessoas da região, todos que quiserem conhecer esse trabalho”, complementa.

PUBLICIDADE

Palco aberto

Outra iniciativa inédita em Irati será a montagem de um palco aberto, na Rua da Cidadania, durante os dias do festival, uma experiência baseada no Speakers’ Corner (Recanto do Orador), no Hyde Park, em Londres. O local é famoso por permitir a qualquer cidadão se expressar livremente sobre qualquer assunto – só não pode criticar a Família Real nem o governo inglês. Segundo a tradição, seus pés não podem tocar o solo inglês, por isso, os discursos são feitos sobre caixotes ou cadeiras. O Palco Aberto, em Irati, estará disponível para quem quiser, das 12 às 13h. No espaço, podem ser declamadas poesias ou serem feitas manifestações individuais.

Mostra Oficial FIDS

Além de Denise Stoklos, a Mostra Oficial FIDS receberá convidados como Júlio Adrião, do Rio de Janeiro; Ederson Miranda, de São Paulo; Diego Starosta, de Buenos Aires, na Argentina e Daniela Biancardi, de São Paulo. Em comum, todos são artistas com formação sofisticada e vasto currículo, com experiências em palcos nacionais e internacionais e espetáculos consolidados por mais de dez anos de palco.

Os artistas escolhidos para integrarem a programação têm, em comum, a experiência profissional alinhada com formação e propostas conceitualmente inovadoras em suas áreas de atuação. Os espetáculos percorrem temas que vão desde a história, a comédia, a cultura e a sociedade, até o conhecimento, o metateatro e a mitologia, por exemplo. O ponto de intersecção entre esses temas é o desejo de despertar a consciência crítica que leva o espectador a se confrontar com suas próprias experiências.

PUBLICIDADE

Exposição

Em comemoração aos 50 anos de carreira da artista iratiense, Denise Stoklos apresenta ao público uma exposição com acervo, arquivos e documentos do Centro de Documentação da Unicentro, que narram sua trajetória nos palcos. A exposição reunirá fotos, vídeos, reportagens, manuscritos, cartazes de divulgação de peças e materiais diversos, como troféus e figurinos usados em cena.

Logo que começou a construção do Centro Cultural Denise Stoklos, a Unicentro recebeu a doação do acervo de Denise Stoklos e foi firmada essa parceria para que a instituição preserve essa valiosa documentação que registra a carreira de uma das maiores atrizes do teatro brasileiro e sua experiência inovadora, criativa e revolucionária para a cena experimental.

A exposição vai acontecer na antiga sede da Prefeitura de Irati, na Rua Coronel Emílio Gomes, 13, em frente à atual sede da Prefeitura e ao lado do Corpo de Bombeiros.

Mais cultura

Eventos paralelos estão agendados para ocorrer em variados espaços da cidade de Irati ao longo dos dias de duração do Festival: seminários, oficinas, palestras, cinema, leitura dramática e apresentações em palco aberto. A programação completa está disponível em www.fidsfestival.com.

Informações adicionais podem ser obtidas junto à Secretaria de Cultura de Irati, que funciona no Clube do Comércio de Irati, na Rua XV de Julho. O telefone é o (42) 3907-3158.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados