Área de Clientes Registro Contatos

login

Rádio Najuá - Irati Paraná

Irati-PR

Qua, 11/01 - Min: 19ºC Máx: 30ºC
fonte: Inpe - Inst. Nac. de Pesquisas Espaciais
fonte Banco Central compra venda
Dólar R$ 3,1912 R$ 3,1918
Libra R$ 3,9261 R$ 3,9272
Euro R$ 3,4009 R$ 3,4021

AM - Programa no ar

Aconteceu

RODRIGO ZUB

12:00 às 12:45 - informações
  • Programação
  • Najuá / Informações
  • Equipe
  • Álbuns
  • Classificados
  • Blogs
  • Colunas
  • Entretenimento
  • Esportes
  • Irati de Todos Nós
  • Notícias
  • Obituário
  • Política
  • Domingo, 22 de Janeiro de 2017
    publicidade

    IFPR oferta curso técnico em Agroecologia em Prudentópolis e Rio Azul

    15/09/16 - 16h04 atualizada em 15/09/16 às 16h08

    Assessoria de Comunicação do Instituto Federal do Paraná Campus Irati

    O IFPR Campus Irati divulgou nesta quarta-feira, dia 14 de setembro, dois editais do processo seletivo simplificado para o Curso Técnico em Agroecologia Subsequente ao Ensino Médio em regime de alternância, nos municípios de Prudentópolis (edital nº 69/2016) e Rio Azul (edital nº 70/2016). Os cursos são destinados a estudantes que já tenham concluído o Ensino Médio, sendo o público alvo preferencialmente, sujeitos do campo.

    Os cursos serão realizados por meio de convênios com as prefeituras na Comunidade Marcondes, em Prudentópolis, e na Comunidade da Barra da Cachoeira, em Rio Azul, sendo gratuitos e realizados na modalidade presencial. Serão ofertadas 80 vagas no total, e o processo seletivo simplificado será realizado em sessão pública, no dia 20 de setembro. 

    O coordenador do curso de Agroecologia, João Luis Dremiski, destaca que o edital respeita o Marco Legal da Educação do Campo, que trata da questão da alternância e da adaptação curricular aos filhos dos agricultores. O edital nº 69/2016, referente às vagas ofertadas para o município de Prudentópolis pode ser consultado aqui. As vagas para o município de Rio Azul podem ser consultadas no edital nº 70/2016, neste link. 



    comentários

    mais

    Enquete

    Existe no Brasil a cultura do encarceramento e isso aumenta a crise penitenciária