Área de Clientes Registro Contatos

login

Rádio Najuá - Irati Paraná

Irati-PR

Qua, 11/01 - Min: 19ºC Máx: 30ºC
fonte: Inpe - Inst. Nac. de Pesquisas Espaciais
fonte Banco Central compra venda
Dólar R$ 3,2228 R$ 3,2234
Libra R$ 3,8912 R$ 3,8929
Euro R$ 3,4181 R$ 3,4191

AM - Programa no ar

Conexão com a Rádio Banda B de Curitiba

EQUIPE DE JORNALISMO E ESPORTES DA RÁDIO BANDA B

00:00 às 06:00 - informações
  • Programação
  • Najuá / Informações
  • Equipe
  • Álbuns
  • Classificados
  • Blogs
  • Colunas
  • Entretenimento
  • Esportes
  • Irati de Todos Nós
  • Notícias
  • Obituário
  • Política
  • Terça, 17 de Janeiro de 2017
    publicidade

    Tradições Celtas da Festa Junina foram abordadas na VI Noite Cultural

    29/06/16 - 12h41 atualizada em 30/06/16 às 14h00
    Atividades foram coordenadas pela pesquisadora Clara Rossana Ferraro de Sá

    Informações da Casa da Cultura de Irati


    A Casa da Cultura de Irati – Fundação Edgard e Egas Andrade Gomes - sediou na última sexta-feira (24), a VI Noite Cultural, evento realizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Patrimônio Histórico e Legado Étnico. Desta vez, o tema foi “Arraial x Fertilidade”, que tratou sobre as raízes da Festa Junina. “Atualmente, nos meses de junho e julho são realizadas as chamadas ‘festas de São João’, alusivas a esta entidade cristã. Mas, antes mesmo da influência do Cristianismo, já existiam tradições festivas referentes a esta época do ano, que celebravam a fertilidade e a colheita”, explica a pesquisadora Clara Rossana Ferraro de Sá, que coordenou as atividades desta edição. 

    Ainda de acordo com Clara, conforme a tradição Celta, os rituais e cortejos realizados dentro desta realidade homenageavam, na forma da Deusa, a terra e as sementes enquanto elementos essenciais para a sobrevivência. “Era a partir deles que surgia o alimento que mantinha todos vivos. É importante ressaltar que esta alimentação não se referia somente à comida em si, mas também ao alimento do espírito e da alma”, descreve.

    Entre as atividades desenvolvidas, destacou-se o círculo de mãos dadas em volta da araucária presente no jardim da Casa da Cultura. “Trata-se de um fator de ligação entre as pessoas, ou seja, o ser humano unido pela terra e pela natureza. Todos os movimentos feitos ao redor do pinheiro tiveram como objetivo a transformação. Eu espero que as pessoas que participaram tenham se transformado de alguma forma”, cita Clara. Também foi realizada uma atividade de dobradura de papel, na qual os participantes deveriam montar uma cegonha, que se tornaria receptáculo para uma semente.

    As Noites Culturais acontecem uma vez por mês na Casa da Cultura, trazendo sempre assuntos diferentes, ligados a tradições pouco conhecidas, mas bastante ricas. A próxima edição está marcada para o final de julho, com o tema “Pacífico em Covalzinho”, trazendo uma história do personagem Pacífico Borges, interpretado por José Maria Gracia Araújo. Mais informações serão divulgadas em facebook.com/casadacultura.irati.

    Círculo em volta do pinheiro como forma de ligação entre as pessoas
    Clara Rossana Ferraro de Sá explica sobre a tradição Celta

    comentários

    mais

    Enquete

    Vídeos, áudios e textos das redes sociais. Vou até o fim