Futebol / Esportes

08/12/16 - 01h18 - atualizada em 08/12/16 às 01h42

Iraty empata com J.Malucelli e dá adeus ao Paranaense Sub-19

Após perder o jogo de ida da semifinal por 3 a 1, Azulão não passou de um empate sem gols com o Jotinha. Time da Capital decidirá a competição contra o Atlético

Rodrigo Zub

Campeonato Paranaense Sub-19
Semifinal- Jogo de volta

Iraty 0x 0 J.Malucelli
Data: 7/12/2016
Local: Estádio Coronel Emílio Gomes, em Irati
Árbitro: Matheus Scavinski
Assistente 1: Marco Antonio dos Santos Pepe
Assistente 2: Zacarias Chumlhak
Delegado: Amilton Luis Brandalize
Cartões amarelos: Rigoni e Alysson (Iraty); Robson, Dalpra, Pietro e Gabriel Machado (J.Malucelli).

Iraty: Matheus Rost, Rigoni, Freitas (Leal), Osmari Junior (Andres) e Gabriel; Sávio, Lucas Valentim (João Vitor), Léo (Vitor Alves) e Peterson (Lucas Pinheiro); Alysson (Pedro Henrique) e Russo. Técnico: Play de Freitas.

J.Malucelli: Robson, Felipe, Marquinho, Erivelto e Dalpra; Victor, Pietro (Davi), Lucas e Gabriel Machado (Andrew); Wilson e Braga (Andrade). Técnico: Milton do Ó.

O Iraty não conseguiu furar a retranca do J.Malucelli. Alysson acertou duas bolas na trave e Rigoni obrigou o goleiro Robson a fazer uma boa defesa. Essas foram às três melhores oportunidades do Azulão que ficou somente no empate sem gols contra a equipe da Capital do Estado, na tarde de quarta-feira, 7, no estádio Coronel Emílio Gomes, pelo confronto de volta da semifinal do Campeonato Paranaense Sub-19. Como perdeu o jogo de ida por 3 a 1, o time comandado por Play de Freitas foi eliminado da competição.

Na decisão do Campeonato Paranaense Sub-19, o J.Malucelli enfrenta o Atlético/PR. O primeiro duelo decisivo será realizado no sábado, 10, às 16 h, no Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba. Já a segunda partida da final acontecerá na quarta-feira, 14, às 16 h, com mando do time rubro-negro, mas local ainda a ser definido.

O Iraty se despede da competição com 75% de aproveitamento. Em 16 jogos disputados, o time conquistou 11 vitórias, teve três empates e somente duas derrotas. O Azulão marcou 31 gols e sofreu 16. Russo foi o artilheiro da equipe com dez gols. Os outros atletas que marcaram foram: Alysson (7), Sávio (5), Peterson (3), Léo e Osmari Junior (2), Pedro Henrique (1) e Vitor Alves (1).

Jogo teve poucas oportunidades no primeiro tempo

Precisando vencer por três gols de diferença para garantir a vaga na final do Campeonato Paranaense Sub-19, o Iraty encontrou dificuldades para penetrar na defesa do J.Malucelli. O time da Capital abdicou do ataque em boa parte da partida e se defendeu com praticamente todos os atletas. Como o adversário não deixava espaços e imprimia uma marcação forte, o Azulão insistiu nas bolas levantadas para a área. Porém, essa jogada não surtiu efeito e foi facilmente neutralizada pela defesa do Jotinha.

O primeiro tempo foi marcado por poucas chances. O Iraty chegou com perigo em três lances. Aos 11 minutos, Rigoni fez bela jogada individual com direito a drible da vaca e cruzou para Alysson. O centroavante bateu de primeira, mas mandou sobre o gol de Robson. Quatro minutos depois, Sávio arriscou de fora da área e quase acertou o alvo. A última oportunidade foi criada aos 41 minutos. Alysson quase marcou em chute de fora da área. A bola desviou na defesa e quase enganou o goleiro do J.Malucelli.

Mesmo com a eliminação, torcedores reconheceram esforço dos atletas e aplaudiram o time do Iraty após encerramento da partida contra o J.Malucelli
Satisfeito com o empate sem gols, o time visitante quase não teve presença ofensiva. A única finalização dos visitantes foi de Braga aos 26 minutos. Matheus Rost fez boa defesa e evitou o gol do Jotinha.

Azulão acerta duas bolas na trave, mas não consegue marcar

Na volta do intervalo, o treinador do Iraty, Play de Freitas, fez duas alterações para tentar aumentar o volume de jogo dos donos da casa. João Vitor e Vitor Alves entraram nos lugares de Lucas Valentim e Léo.

Mesmo assim, o Azulão demorou a engrenar. A primeira jogada perigosa ocorreu aos 11 minutos. Vitor Alves recebeu na área, mas cruzou nas mãos de Robson.

O goleiro do J.Malucelli foi bastante exigido no segundo tempo. Precisando de gols para reverter o resultado negativo do jogo de ida, o Iraty se lançou ao ataque e pressionou o adversário a partir da metade do segundo tempo. Aos 18 minutos, Alysson girou em cima do marcador e finalizou na trave de Robson. Pouco tempo depois, Alysson voltou a aparecer e quase abriu o placar. Após bate e rebate na área, Alysson desviou o chute cruzado de Vitor Alves. Contudo, Erivelto salvou em cima da linha e evitou o gol do Azulão.

Jogador mais perigoso do Iraty na partida, Alysson teve outras chances de marcar. Aos 27, o centroavante pegou a bola na intermediária e acertou um belo chute na trave de Robson.

Goleiro salva o Jotinha

Iraty terminou entre os quatro melhores do Campeonato Paranaense Sub-19
A pressão do Azulão se intensificou no fim da partida. Play de Freitas fez mais quatro alterações e colocou o que tinha de melhor no banco de reservas. Porém, a bola teimava em não entrar. Aos 38, João Vitor chutou forte, mas parou na boa defesa do goleiro do J.Malucelli. No lance seguinte, Rigoni fintou dois marcadores e bateu forte no canto de Robson. Ele saltou e fez mais uma difícil intervenção.

Aos 44 minutos, o goleiro do J.Malucelli trabalhou novamente e espalmou o chute de Lucas Pinheiro.

Gol anulado do J.Malucelli

Nos acréscimos da partida, o time da Capital ainda teve um gol anulado. Andrade fez jogada pela esquerda e cruzou na medida para Davi, que apenas escorou para as redes. No entanto, o árbitro Matheus Scavinski invalidou o lance ao marcar toque de mão no início da jogada. A marcação da falta gerou protestos do treinador Milton do Ó, jogadores e demais membros da comissão técnica do J.Malucelli.

No fim da partida, o empate sem gols garantiu o Jotinha na final do Campeonato Paranaense Sub-19. Já o Iraty saiu de campo aplaudido pelo torcedor que reconheceu o esforço da equipe e a boa campanha realizada com um time formado por jogadores da região.

PUBLICIDADE



Comentários

Enquete

A pesagem de cargas na Estrada de Gonçalves Junior: (envie áudio com opinião 98405-1572)

  • Não é uma boa
  • É uma boa
Resultados