Futebol / Esportes

06/02/15 - 01h09 - atualizada em 06/02/15 às 01h14

Play de Freitas comenta fracasso da Ação Entre Amigos do Iraty

Ex-coordenador técnico do clube fala sobre campanha que visava o retorno do clube aos campeonatos profissionais
Da Redação

Play deixou o Iraty e assumiu o comando do Comercial/SP
O ex-coordenador do Iraty Sport Club, Play de Freitas, que hoje é treinador do Comercial, de Ribeirão Preto/SP, participou por telefone do programa Show de Bola na semana passada e deu seu parecer a respeito da pouca adesão à campanha “Ação Entre Amigos” do Iraty, que visava trazer o clube de volta aos campeonatos profissionais. A diretoria arrecadou apenas R$ 950. Com isso, a equipe deve ficar de fora do Campeonato Paranaense Sub-19.

Play contou que a busca por patrocínios começou em setembro do ano passado, através do projeto de Sócio Torcedor, como ele se refere. O ex-coordenador disse que a partir de setembro não recebeu salários, mas uma “ajuda de custo” de Valdecir de Souza, atual diretor de futebol do Iraty, apenas para cobertura de suas despesas enquanto trabalhava. “Em outubro, trabalhei sem nenhum custo e, em novembro, fizemos o lançamento oficial do Sócio Torcedor e até o dia 20 de novembro arrecadamos R$ 950, entre dez contribuintes”, explica.

Do valor arrecadado, Play conta que teve que pagar uma comissão de R$ 20 para o cobrador que saiu em busca de pessoas que aderissem à campanha e, além disso, restou uma dívida de R$ 550 com uma gráfica, que confeccionou o material de divulgação.

Proposta do Comercial

Nesse intervalo, sem condições financeiras de manter as atividades esportivas no Iraty, pela fraca adesão à campanha, Play resolveu aceitar a proposta que recebeu do clube paulista que disputa a segunda divisão, o Comercial. Antes, ele já havia recusado ofertas de outros clubes que vinham sondando o treinador. “Sentindo que o projeto não iria para a frente, que as coisas teriam dificuldade, e como eu também preciso trabalhar, porque vivo apenas do futebol, acabei aceitando a proposta do Comercial”, justifica.

Play explica que como a transição entre os clubes foi muito rápida, não sobrou tempo de comunicar a imprensa, mas disse que toda a direção do clube foi informada de sua transferência e sugeriu que se desse um intervalo na campanha para que futuramente, se buscasse algo mais concreto antes de dar continuidade a ela.

"Faltou iniciativa", segundo Play

Segundo ele, a adesão à campanha e a busca por patrocinadores se torna difícil em função de o Iraty estar atualmente posicionado na terceira divisão. Conforme Play, investidores buscam incluir suas marcas em clubes de maior projeção, que estejam ao menos na segunda divisão.

O ex-coordenador técnico citou que durante o trimestre que permaneceu no clube ocorreram três avaliações de novos atletas, pelas quais passaram em torno de 180 garotos, dos quais foram selecionados 47. Foram realizados quatro treinamentos com eles e um jogo treino contra o Pantera Negra, de Curitiba. “Trabalhamos para que as coisas fossem adiante. Mas com a dificuldade com patrocinador – tentamos várias empresas e ninguém se prontificou – e ficou complicado seguirmos sem respaldo”, analisa. Play acredita que sua saída do Iraty não estremeceu as relações com a diretoria do clube.

Ainda conforme Play, devido à baixa adesão, a campanha acabou cancelada depois que os contribuintes pagaram a primeira parcela do carnê. Ele disse que não faltou apoio e citou que Antonio Celso de Souza, o Xoxolo, teria se ausentado de alguns de seus compromissos ao longo de uma semana para auxiliá-lo na busca de apoiadores para a campanha. Conforme o ex-treinador, teve mais um empresário que se comprometeu a contribuir com o clube, mas a negociação não prosseguiu, porque a campanha foi deixada de lado.

Play reforçou que a campanha não evoluiu porque os empresários chegavam a concordar com a proposta de apoiar o Iraty, no entanto, não fazia uma oferta concreta. “Faltou iniciativa”, resumiu. Na visão dele, os prejuízos decorrente das enchentes e os encargos referentes ao pagamento de 13º e férias em muitas empresas as impediu de sinalizar positivamente para a campanha, também. No entanto, ele refutou a hipótese de que uma suposta antipatia com a gestão da diretoria anterior do clube impedisse os empresários de investir no clube agora.

Em relação ao empresário paulista, um publicitário que pretendia patrocinar o clube, Play diz que a negociação não evoluiu, porque a oferta não era atraente e, por fim, acabaria prejudicando financeiramente o Iraty.

Débitos com a FPF

Ainda que o Iraty conseguisse o patrocinador agora, a participação no campeonato sub-19 dependeria da quitação dos débitos com a Federação Paranaense de Futebol (FPF), referentes à anuidade: R$ 4 mil ao ano, tanto para 2014 quanto para 2015. Segundo Play, esse valor pode ser parcelado junto à FPF.

Comentários

Enquete

Supermercados abertos em domingos e feriados é uma boa ideia?

  • não
  • sim
Resultados