Futebol / Esportes

26/10/18 - 10h32 - atualizada em 28/10/18 às 23h17

🎧 Podcast: Iraty apresenta projeto esportivo e de marketing para 2019

Clube vai disputar segunda divisão do Campeonato Paranaense em 2019 com o objetivo de retornar protagonismo no futebol estadual

Rodrigo Zub, com reportagem de Tadeu Stefaniak e fotos de Osmair Turko


Na noite de quinta-feira, 25, o advogado Orlando Segundo Colaço, que representa a Colaço Sports, empresa contratada para gerenciar o Iraty Sport Club, lançou o projeto esportivo e de marketing “Iraty Nós Construímos” em cerimônia realizada no Park Dance. O Azulão disputará a segunda divisão do Campeonato Paranaense no próximo ano. O objetivo do clube é retornar a elite do futebol estadual.

Para que isso se concretize a diretoria firmou uma parceria com o empresário Sérgio Malucelli, da SM Sports, ex-gestor do clube, que vai auxiliar financeiramente com o pagamento dos salários da comissão técnica e dos atletas. Jogadores não aproveitados no Londrina serão repassados ao Iraty. A apresentação do elenco deve ocorrer no dia 7 de janeiro. A partir desta data, o treinador Play de Freitas e o auxiliar Marco Antonio iniciam as atividades visando a disputa da segundona, que deve começar em fevereiro ou março.

O repórter da Najuá, Tadeu Stefaniak, acompanhou o evento e conversou com Orlando. Confira os detalhes. 

A nossa reportagem também entrevistou o diretor de Futebol do Azulão, Vinicius Azevedo (Vina), o presidente do clube, Cícero Moreira Gomes (Xiru), o técnico Play de Freitas, o auxiliar Marco Antonio, alguns atletas das categorias de base, o Comandante da 8ª Cia, Major Joas, que acompanha as atividades do Iraty e tem afinidade com Play, e o conselheiro Bira. Ouça as entrevistas abaixo

O advogado comenta que, ao longo das últimas semanas, foram estruturados projetos em todas as áreas do clube. “Estamos muito confiantes tanto no aspecto das questões relativas a patrocínios quanto nas questões sociais, como a criação do Instituto Jorge Malucelli. Temos as reformas no estádio que serão feitas nas próximas semanas, e a partir da próxima semana estaremos visitando o empresariado iratiense, buscando parcerias estratégicas”, comentou.

O Instituto Jorge Malucelli terá como sede a Casa do Atleta e vai trabalhar na elaboração de projetos de lei de incentivo ao esporte com renúncia fiscal. O instituto também deve fomentar todas as categorias de base do Iraty, trabalhando principalmente com comunidades carentes do município. “O clube não é só futebol: ele tem aspecto social. Temos que entender a importância do futebol e a responsabilidade que temos no retorno à sociedade e usar do esporte como um meio de inserção na sociedade, principalmente com os mais novos”, pontuou Colaço.

PUBLICIDADE

No entanto, há uma série de problemas financeiros, com ações sendo movidas contra o clube. Porém, o advogado entende que deve tomar medidas em relação aos processos mais adiantados, com possíveis penhoras do patrimônio do clube. A princípio, o contato com os credores será feito via judicial. Será montado um plano de pagamento destas dívidas. “É óbvio que o Iraty tem alguns pleitos a serem feitos na Justiça, para tentar diminuir alguns valores ou até mesmo revertê-los”, afirmou.

Conforme Colaço, Sérgio Malucelli irá auxiliar no pagamento do elenco. Além disso, algumas ações serão feitas junto à torcida para se criar mecanismos de venda de ingressos e produtos licenciados. Podem ser realizados eventos também na sede social do clube como forma de angariar receita para o clube.

A meta principal é de colocar no uniforme do clube apenas empresas iratienses como apoiadoras. “Queremos mostrar a todos que o Iraty pode e deve montar um projeto auto-sustentável de futebol, pois temos empresas grandes em Irati e podemos contar, dentro de um processo transparente e profissional, com estes apoios”, comentou o advogado.

PUBLICIDADE

O novo diretor de futebol do Azulão, Vinicius Azevedo (Vina), afirma que sempre teve o objetivo de auxiliar o clube. “Eu vou fazer de tudo para que possamos conseguir o acesso e juntar o pessoal da torcida com o Iraty”, destacou.

O presidente Cícero Moreira Gomes, o Xiru, destaca que este é um momento de recomeço para o clube, depois de um 2018 abaixo das expectativas. “Gera-se uma expectativa de um trabalho bem mais profissional, com o objetivo de chegarmos à 1ª divisão, fora outras situações de base e de projetos sociais. Agora o Iraty está bem fundamentado porque criou uma aliança com gente que é do ramo e que é forte”, comentou.

Xiru estranhou, mas viu de forma positiva o fato das pessoas presentes no lançamento do projeto não realizarem questionamentos. “Eu entendo como um apoio silencioso, mas pela presença da torcida, de pessoas interessadas no Iraty. Se não houve questionamentos, eu vejo de forma positiva, pois possivelmente estão vendo que o nosso trabalho está seguindo na direção certa”.

PUBLICIDADE

O comandante da 8ª Cia, Major Joas Marcos Carneiro Lins, acompanha o trabalho do Iraty. Ele acredita que, em 2019, o clube irá brigar pelo acesso à 1ª divisão e destaca a importância do Instituto Jorge Malucelli para o município. “Isto é um fator muito importante, você ter para onde encaminhar estes jovens. Torcemos para que seja elevado o nome da região. O esporte só agrega valores: ele é saúde, é vida, e convidamos quem gosta para que participe, dê seu apoio e este suporte para que o Iraty possa trazer atletas e que estes jovens tenham um local para treinar, pois eles têm um sonho que pode ser realizado. Irati tem um time que pode alçar estes atletas a nível nacional e até mundial”.

O técnico Play de Freitas ressaltou que está bastante animado com o novo projeto do Iraty. Ele destaca a falta de apoio para reconstruir o futebol do clube nos anos anteriores. “Agora, com a vinda do Sérgio de volta, e do Orlandinho, que vai qualificar e fazer todo o planejamento de estrutura de patrocínios, isto nos deixa bastante satisfeitos e seguros, sabendo que conseguiremos fazer uma equipe boa e competitiva e o futebol como tem que ser feito, com toda a estrutura e trabalho que o jogador necessita”, comemorou.

PUBLICIDADE

O principal objetivo do Iraty é retornar a elite do futebol estadual. Porém, as categorias de base não ficarão em segundo plano, uma vez que delas depende o futuro do clube. “Tudo isto vai ser feito de uma forma mais organizada, mais consciente e com o pé no chão. Teremos apoio, e isto nos faz sentirmos mais seguros para trabalhar dentro de campo”, comentou Play.

 Marco Antônio, auxiliar técnico do Azulão, ressalta que as categorias de base fomentam o futuro do Iraty. Ele ressaltou que os trabalhos com a escolinha de futebol e com o Sub-17 continuarão sendo realizados. O Iraty deve participar de um campeonato Sub-17 que será realizado em Irati a partir do mês de novembro. “Convidei alguns meninos para representar a categoria aqui, pois isto é muito importante”, frisou.

Carlos Eduardo, de 17 anos, atua no Iraty desde os 13 anos de idade. Ele analisa que o Iraty é uma vitrine para os atletas que pretendem mostrar seu futebol para outros clubes. Luiz Miguel da Luz, de 17 anos, acredita que, se o Iraty subir, as oportunidades irão aparecer. “Tem que aproveitar e fazer por merecer”, afirmou.

Ubiratan, o “Bira”, conselheiro do Iraty, analisa que o projeto do clube é audacioso. “O Iraty ficou no esquecimento, teve uma ‘engatinhada’, e agora com o apoio e a dedicação do pessoal que está fazendo, tomara que dê tudo certo, pois o Iraty precisa. Eu creio que esta é uma sementinha que vai ser colhida no futuro”, ressaltou.

Bira destaca que o novo projeto servirá também para sanar dívidas do clube, pois a situação está preocupante. “É uma dívida que foi feita no passado, e tomara que, com este projeto, consigamos sanar e amenizar esta dívida do Iraty, que é muito grande. Torcemos para que este patrimônio não seja jogado ao léu para outras pessoas que não são da nossa cidade”, finalizou.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados