Geral / Esportes

23/08/16 - 01h04 - atualizada em 23/08/16 às 11h19

Atletas da APAE de Prudentópolis conquistam 11 medalhas nos Jogos Escolares

Nove atletas da Escola Espaço e Vida (APAE Prudentópolis) conquistaram sete medalhas de ouro e quatro de prata, nas finais do JEP’s, em Arapongas

Da Redação, com informações do Professor Júnior Bini e SEET-PR

Participação nos Jogos Escolares

De acordo com a Secretaria de Estado de Esporte e Turismo (SEET), 6.383 alunos de 705 diferentes instituições de ensino paranaenses participaram dos JEP’s, divididos em 18 modalidades diferentes, fazendo desta a maior competição escolar da América Latina.

Ainda segundo a SEET, são classificados para as Paralimpíadas Escolares os atletas primeiros colocados com o maior índice técnico em relação aos resultados da competição nacional de 2015, conforme sua respectiva prova. Já a convocação dos técnicos tem como critério o maior número de primeiros lugares obtidos por seus atletas, segundo a faixa etária, classificação (A, C ou D) e sexo.

Os nove atletas que representaram a Escola Espaço e Vida (APAE de Prudentópolis) na etapa final dos 63º Jogos Escolares do Paraná (JEP’s) garantiram um saldo de 11 medalhas em três modalidades diferentes: atletismo, tênis de mesa e bocha adaptada. Ao todo, são sete medalhas de ouro e quatro de prata.

Os competidores participaram da categoria ACD, designada para os atletas com deficiência, valendo vaga para as Paralimpíadas Escolares Brasileiras, organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). A competição acontece entre os dias 21 e 26 de novembro, em São Paulo.

Atletismo

No atletismo, o aluno Josenei Greczyzyn venceu os 100m e os 400m rasos Down classe C. Ele fez 14.84 segundos nos 100m rasos e 1’10”97 nos 400m. A Escola Espaço e Vida ficou em 4º lugar na classificação geral do atletismo masculino ACD – C, para atletas com síndrome de Down, somando 28 pontos. Em julho, Josenei competiu no Trisome Games, em Florença, na Itália, e trouxe medalhas de prata nos 200m, sua especialidade, e nos 400m, ficando atrás apenas do costarriquenho Hector Arce. Foi ainda medalhista de prata, na Itália, em salto em distância e conseguiu dois bronzes, no revezamento 4x100 e revezamento 4x400.

A atleta Zélia Pochisnhuk fez 2’23”12 nos 400m rasos femininos classe C para portadores de síndrome de Down e ficou com a medalha de ouro. No salto em distância SD classe C, ela ficou com a prata, com resultado de 1.73. Roseane de Fátima Ribeiro foi a quarta classificada no arremesso de peso SD classe C, com resultado de 4.35. Com 27.92 segundos, ela ficou em 8º lugar na semifinal dos 100m rasos e manteve a posição na final, com tempo menor: 27.70. Total do atletismo: três medalhas de ouro e uma de prata.

Tênis de mesa

No individual DI (deficiência intelectual) classe A masculino, o atleta Fabrício Vincharaz ficou em 1º lugar e foi considerado o atleta destaque da categoria. A segunda posição ficou para Robson Machado Coimbra, também aluno da Escola Espaço e Vida. Yuri Rafael Machado Lima ficou em primeiro no individual DI masculino classe C e em segundo na dupla, da mesma categoria, ao lado de Renato Lima. Marlene Presasniuk foi o 1º lugar e a atleta destaque no feminino C individual.

A Escola Espaço e Vida fechou a participação no tênis de mesa com o 1º lugar no feminino C e no masculino A e em 3º no masculino C. Três medalhas de ouro e três de prata.

Bocha adaptada

Na categoria Livre, Antônio de Lima obteve o 1º lugar e a Escola Espaço e Vida ficou em terceiro, no geral.

O professor Júnior Bini, treinador da Escola Espaço e Vida, agradece à professora Benedita Lurdes da Silva e ao atendente Leandro Ferreira, pelo apoio prestado aos atletas durante os dias de competição e parabeniza aos alunos pelo excelente desempenho.

Confira as fotos da participação dos atletas da APAE de Prudentópolis nos Jogos Escolares na lente de Júnior Bini


Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados