Geral / Esportes

23/08/16 - 01h04 - atualizada em 23/08/16 às 11h19

Atletas da APAE de Prudentópolis conquistam 11 medalhas nos Jogos Escolares

Nove atletas da Escola Espaço e Vida (APAE Prudentópolis) conquistaram sete medalhas de ouro e quatro de prata, nas finais do JEP’s, em Arapongas

Da Redação, com informações do Professor Júnior Bini e SEET-PR

Participação nos Jogos Escolares

De acordo com a Secretaria de Estado de Esporte e Turismo (SEET), 6.383 alunos de 705 diferentes instituições de ensino paranaenses participaram dos JEP’s, divididos em 18 modalidades diferentes, fazendo desta a maior competição escolar da América Latina.

Ainda segundo a SEET, são classificados para as Paralimpíadas Escolares os atletas primeiros colocados com o maior índice técnico em relação aos resultados da competição nacional de 2015, conforme sua respectiva prova. Já a convocação dos técnicos tem como critério o maior número de primeiros lugares obtidos por seus atletas, segundo a faixa etária, classificação (A, C ou D) e sexo.

Os nove atletas que representaram a Escola Espaço e Vida (APAE de Prudentópolis) na etapa final dos 63º Jogos Escolares do Paraná (JEP’s) garantiram um saldo de 11 medalhas em três modalidades diferentes: atletismo, tênis de mesa e bocha adaptada. Ao todo, são sete medalhas de ouro e quatro de prata.

Os competidores participaram da categoria ACD, designada para os atletas com deficiência, valendo vaga para as Paralimpíadas Escolares Brasileiras, organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). A competição acontece entre os dias 21 e 26 de novembro, em São Paulo.

Atletismo

No atletismo, o aluno Josenei Greczyzyn venceu os 100m e os 400m rasos Down classe C. Ele fez 14.84 segundos nos 100m rasos e 1’10”97 nos 400m. A Escola Espaço e Vida ficou em 4º lugar na classificação geral do atletismo masculino ACD – C, para atletas com síndrome de Down, somando 28 pontos. Em julho, Josenei competiu no Trisome Games, em Florença, na Itália, e trouxe medalhas de prata nos 200m, sua especialidade, e nos 400m, ficando atrás apenas do costarriquenho Hector Arce. Foi ainda medalhista de prata, na Itália, em salto em distância e conseguiu dois bronzes, no revezamento 4x100 e revezamento 4x400.

A atleta Zélia Pochisnhuk fez 2’23”12 nos 400m rasos femininos classe C para portadores de síndrome de Down e ficou com a medalha de ouro. No salto em distância SD classe C, ela ficou com a prata, com resultado de 1.73. Roseane de Fátima Ribeiro foi a quarta classificada no arremesso de peso SD classe C, com resultado de 4.35. Com 27.92 segundos, ela ficou em 8º lugar na semifinal dos 100m rasos e manteve a posição na final, com tempo menor: 27.70. Total do atletismo: três medalhas de ouro e uma de prata.

Tênis de mesa

No individual DI (deficiência intelectual) classe A masculino, o atleta Fabrício Vincharaz ficou em 1º lugar e foi considerado o atleta destaque da categoria. A segunda posição ficou para Robson Machado Coimbra, também aluno da Escola Espaço e Vida. Yuri Rafael Machado Lima ficou em primeiro no individual DI masculino classe C e em segundo na dupla, da mesma categoria, ao lado de Renato Lima. Marlene Presasniuk foi o 1º lugar e a atleta destaque no feminino C individual.

A Escola Espaço e Vida fechou a participação no tênis de mesa com o 1º lugar no feminino C e no masculino A e em 3º no masculino C. Três medalhas de ouro e três de prata.

Bocha adaptada

Na categoria Livre, Antônio de Lima obteve o 1º lugar e a Escola Espaço e Vida ficou em terceiro, no geral.

O professor Júnior Bini, treinador da Escola Espaço e Vida, agradece à professora Benedita Lurdes da Silva e ao atendente Leandro Ferreira, pelo apoio prestado aos atletas durante os dias de competição e parabeniza aos alunos pelo excelente desempenho.

Confira as fotos da participação dos atletas da APAE de Prudentópolis nos Jogos Escolares na lente de Júnior Bini


Comentários

Enquete

Feriado N. S. Graças 27 de novembro em Irati

  • Não concordo
  • Concordo
Resultados