Geral / Esportes

18/12/16 - 20h22 - atualizada em 19/12/16 às 09h45

Lei proíbe uso de fogos em praças esportivas de Irati

Lei também proíbe uso de sinalizadores, show pirotécnico com produtos inflamáveis ou com fogos e matérias semelhantes, como rojões, bombas e similares

Da Redação

Uso de fogos nos estádios e praças esportivas do município foi proibido
O porte e uso de fogos de artifício, sinalizadores, show pirotécnico com produtos inflamáveis ou com fogos e matérias semelhantes, como rojões, bombas e similares, em ginásios, estádios de futebol e centros esportivos municipais foi proibido, conforme a lei 4.221 sancionada pelo prefeito de Irati, Odilon Burgath. A iniciativa partiu do vereador Antonio Celso de Souza (Xoxolo), que apresentou o projeto de lei aprovado em duas discussões na Câmara Municipal.

O artigo 2º da lei diz que os torcedores e espectadores não poderão ter acesso e permanecer nos recintos esportivos e recreativos portando ou utilizando fogos de artifício ou quaisquer outros engenhos pirotécnicos ou produtos similares.

Quem descumprir as normas estabelecidas será advertido por escrito, quando constatada a infração pela primeira vez. Além disso, receberá uma multa de cinco Unidades de Referência Municipal (URM). Em caso de reincidência, a multa será de dez URM.

As penalidades serão aplicadas pela Guarda Municipal, com apoio dos órgãos de segurança pública do estado do Paraná. No entanto, a proibição não atinge os casos em que o poder público municipal, por meio das Secretarias competentes, possa organizar eventos e queima de fogos, desde que obedecidas às normas de segurança em vigor.

Conforme a lei, a aplicação das penalidades não exclui a responsabilidade civil e criminal nas quais as pessoas incidirem. A lei não se aplica em eventos particulares.

Objetivo da lei

PUBLICIDADE
A lei sancionada tem o objetivo de preservar a integridade física de torcedores, jogadores, árbitros e demais pessoas que estejam presentes em praças esportivas de Irati. “É do conhecimento de todos que existem alguns torcedores mal intencionados que acabam se valendo desses fogos artifícios contra torcidas rivais e até mesmo contra jogadores e árbitros em campo. Estas são condutas perigosas que resultam na promoção da violência dentro do esporte, as quais devem ser repudiadas pelo Poder Público Municipal”, dizia um trecho da justificativa do projeto de lei aprovado na Câmara Municipal.

Uso de bombas interrompeu jogo do Campeonato Varzeano

Neste ano, a partida de ida da semifinal do Campeonato Varzeano de Irati entre Lagoa e Mais Brasil foi paralisada três vezes em virtude de bombas que foram arremessadas no gramado do estádio Municipal Abrahm Nagib Nejm. Além disso, atletas foram ameaçados e houve um princípio de rixa entre os presentes. Por esse motivo, policiais militares e Guardas Municipais permaneceram no estádio Municipal cerca de duas horas após o término do jogo para conter os ânimos dos envolvidos. Com isso, o duelo de volta entre Mais Brasil e Lagoa foi realizado com portões fechados, ou seja, sem a presença de público.

Comentários

Enquete

Se não está bem de Saúde, aonde busca o primeiro atendimento:

  • Santa Casa de Irati
  • Pronto Atendimento Municipal - PA
Resultados