Irati e Região / Notícias

24/11/17 - 10h43

Canal hídrico no Arroio dos Pereiras vai sanar alagamentos em área central de Irati

Obra vai minimizar acúmulo de água entre as Ruas Munhoz da Rocha e Carlos Thoms. Prefeitura também trabalha com projeto de macrodrenagem. Ambos estão em processo licitatório

Assessoria de Comunicação da prefeitura de Irati

Na margem direita do Rio das Antas, próximo a ponte sobre a Rua 15 de Novembro, sentido Morro da Santa, será executado um muro de contenção

Na tarde da última terça-feira (21), houve uma forte chuva com granizo em Irati. A passagem do temporal foi rápida, mas forte e, por isso, alguns pontos da cidade enfrentaram problemas com alagamento. Para conter esta situação, a Prefeitura de Irati está trabalhando com um projeto do canal hídrico para resolver os impactos causados pela deficiência de dragagem em locais em que há maior concentração de acúmulo de água.

De acordo com o Oitavo Distrito de Meteorologia – Estação Irati, foram registrados 42,6 milímetros de chuva no município na tarde de terça (21). Muitos moradores ficaram preocupados com o receio de que a chuva adentrasse suas casas e estabelecimentos comerciais. Segundo o Corpo de Bombeiros de Irati, apenas três ocorrências foram registradas, sendo dois destelhamentos e um corte de árvore.

Desde o início deste ano, o município tem tomado providências para minimizar as áreas de alagamento. O Rio das Antas tem recebido dragagem e limpeza em que já foram 2 mil metros de serviços efetuados, que evitaram problemas de inundação das últimas chuvas.

Canal hídrico terá 200 m de extensão no centro da cidade

Canal hídrico no Arroio dos Pereiras

Um dos pontos da cidade que mais necessita de medidas eficientes fica entre as Ruas Munhoz da Rocha e Carlos Thoms até a Moageira. A construção do canal hídrico, que desaguará em uma galeria existente no Arroio dos Pereiras, será, literalmente, o divisor de águas desta situação. “O projeto do canal servirá para sanar o problema do estrangulamento das águas pluviais na galeria da esquina da Munhoz com a Carlos Thoms”, afirma o secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, engenheiro Dagoberto Waydzik.

Maior problema de alagamentos ocorre na esquina das Ruas Carlos Thoms e Munhoz da Rocha

No próximo dia 14 de dezembro (quinta-feira), será iniciado o processo de licitação do canal hídrico. De acordo com o setor de Licitações da Prefeitura de Iriati, o projeto está orçado no valor de R$1.176.285,76. Nesta primeira fase do processo de seleção da empresa executora, as interessadas farão a entrega de toda a documentação necessária para participação da concorrência. Depois deste procedimento, o segundo passo é a disputa de preço.

Para a realização desta obra de 200 m, o recurso utilizado vem de uma emenda viabilizada pelo deputado federal, Evandro Roman, no valor de R$ 987.600 mil, pelo Ministério das Cidades, e contrapartida do município de R$432.400 mil. “Durante todo este ano, estamos trabalhando para que a população possa, enfim, ficar tranquila quando as chuvas vêm com força. A obra do canal hídrico vai transformar o centro da cidade e acabar com o medo de quem mora nas proximidades ou têm comércio”, destaca o prefeito Derbli, lembrando que reorganizar o sistema de drenagem do município é um compromisso seu.

PUBLICIDADE

Plano Diretor de drenagem

Além de buscar a solução de alagamento de um dos principais pontos centrais da cidade, o município trabalha com um projeto de macrodrenagem que faz parte do Plano Diretor. “Este projeto fará uma espécie de raio x de todos os canais hídricos da cidade com o objetivo de verificar o impacto que causará com o crescimento da cidade”, comenta Waydzik.

Na última quarta-feira (22), foi aberto o edital de proposta de preço e a sessão deverá ocorrer no dia 05 de dezembro (terça-feira) com os envelopes de preço. O valor deste trabalho está previsto em R$338.612,91, sendo que R$295.300 mil são de repasse da deputada federal, Leandre Dal Ponte, com contrapartida de R$4 mil.

Projeto para mais 3 pontos na cidade

Está em estudo pelo município outra verba federal de R$ 789.800 mil, para um sistema complementar de drenagem e galeria pluvial que tem o objetivo de sanar alagamentos em mais três locais. “Na Rua Jornalista José da Silva – que, no início do ano fizemos um trabalho provisório, será feito um reforço adequado de muro de arrimo na contenção das laterais. No bairro Vila Nova, da BR-277, será executada uma galeria de água pluvial no sentido da Rua Miguel Bay. O plano é fazer um manilhamento com tubos de 1 metro de diâmetro até o Rio das Antas”, diz o engenheiro.

Outro ponto que será contemplado fica na margem direita do Rio das Antas, próximo a ponte sobre a Rua 15 de Novembro, sentido Morro da Santa. Neste local será executado também um muro de contenção devido ao desmoronamento das margens daquele local .

PUBLICIDADE

Comentários

Enquete

Supermercados abertos em domingos e feriados é uma boa ideia?

  • não
  • sim
Resultados