Irati e Região / Notícias

19/04/18 - 01h41 - atualizada em 19/04/18 às 10h06

DNIT inicia obras no trevo de acesso a Paulo Frontin

Cruzamento entre duas rodovias federais – as BRs 476 e 153 – tornam o local bastante perigoso e melhorias deve trazer mais segurança ao local

Da Redação, com informações da Rádio Colmeia

Obras no trevo de Paulo Frontin deve durar entre 30 e 40 dias

Equipes e máquinas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) iniciaram na manhã de segunda-feira (16) os trabalhos no cruzamento entre a BR-476 e a BR-153. A construção do novo trevo de acesso, a partir das duas rodovias federais, ao município de Paulo Frontin teve, portanto, seu pontapé inicial.

Conforme o prefeito de Paulo Frontin, Sebastião Elias, a obra é importante para toda a região Sul paranaense. Ele estima que a obra deve ser concluída entre 30 a 40 dias. Elias expressa o agradecimento ao deputado estadual Hussein Bakri e ao deputado federal Sandro Alex (ambos do PSD), que mediaram o contato junto ao DNIT. Sandro Alex acompanhou o prefeito de Paulo Frontin em duas oportunidades que esteve em Brasília para levar a demanda ao conhecimento do DNIT.

Tanto Bakri quanto Sandro Alex parabenizaram o prefeito Sebastião Elias pela conquista de uma obra há muito aguardada pelos moradores de Paulo Frontin e por todos aqueles que transitam na região. Sandro ressaltou, ainda, que muitos acidentes poderiam ter sido evitados naquele trecho se a obra já tivesse sido executada. O parlamentar elogiou Sebastião Elias por obter resposta a uma demanda antiga já no segundo ano de mandato.

PUBLICIDADE

As tratativas para a realização desta obra foram iniciadas em agosto do ano passado, quando o prefeito Sebastião Elias teve uma reunião com o diretor-geral do DNIT, Valter Casimiro Silveira, a fim de solicitar melhorias na BR-476, especialmente no trecho de acesso ao município de Paulo Frontin. Depois da reunião, o trecho em questão foi avaliado para averiguar qual seria o melhor serviço a ser executado no local e a Superintendência do DNIT no Paraná autorizou o serviço de melhoria no cruzamento entre as rodovias, em sinalização e segurança.

O trecho está amplamente sinalizado para alertar aos motoristas da realização das obras.

Cruzamento entre duas rodovias federais – as BRs 476 e 153 – tornam o local bastante perigoso e melhorias deve trazer mais segurança ao local

Sinalização e iluminação

A iluminação insuficiente e a precariedade no cruzamento entre as duas rodovias (BR-476 e BR-153), no acesso ao município de Paulo Frontin, já resultou numa série de acidentes fatais e, ao longo dos anos, muitas outras vidas foram postas em risco. Em dias chuvosos e durante a noite, o perigo se potencializa.

No dia 8 de agosto de 2017, o prefeito de Paulo Frontin esteve em Brasília, onde conversou com o diretor-geral do DNIT sobre a situação. No dia seguinte, o superintendente do DNIT no Paraná, José da Silva Tiago, visitou pessoalmente o local e anunciou reformas e melhorias.

A revitalização do cruzamento entre a Rodovia do Xisto e a Transbrasiliana foi confirmado pelo DNIT em dezembro, época em que anunciou que as obras iniciariam em fevereiro deste ano.

O custo estimado da obra é de R$ 1,5 milhão. Hoje, o motorista que transita de União da Vitória a Paulo Frontin, ao chegar ao trevo, deverá parar no acostamento, tendo que atravessar a rodovia para seguir o trajeto. Para quem segue de Paulo Frontin, em direção a São Mateus do Sul, fica no trevo e deve ali esperar para poder atravessar a rodovia.

Com o novo projeto, depois da mudança, quem vem de União da Vitória para São Mateus do Sul terá uma faixa ao lado direito e seguirá a viagem normalmente. Quem vier de União da Vitória e for seguir para a BR-153, encontrará uma faixa com ordem de parada (PARE) e poderá entrar na BR-153 caso não haja nenhum veículo vindo de São Mateus do Sul para União da Vitória, onde haverá uma via direta.

Para o motorista que vier de Paulo Frontin, sentido BR-476 a União da Vitória, terá uma nova faixa para entrar em segurança na rodovia. O mesmo procedimento será aplicado a quem pretende sair da BR-476 para entrar na BR-153, com uma via lateral. O modelo de trevo que será implantado no cruzamento das BRs em Paulo Frontin será o mesmo já utilizado no entroncamento entre a BR-153 e a PR-170, em Bituruna.

Vários acidentes com morte já ocorreram no trevo de Paulo Frontin

Comentários

Enquete

Você votaria em Lula para presidente em 2018?

  • Não
  • Sim
Resultados