Área de Clientes Registro Contatos

login

Rádio Najuá - Irati Paraná

Irati-PR

Qua, 11/01 - Min: 19ºC Máx: 30ºC
fonte: Inpe - Inst. Nac. de Pesquisas Espaciais
fonte Banco Central compra venda
Dólar R$ 3,2205 R$ 3,2211
Libra R$ 3,9638 R$ 3,9658
Euro R$ 3,4408 R$ 3,4424

AM - Programa no ar

Conexão com a Rádio Banda B de Curitiba

EQUIPE DE JORNALISMO E ESPORTES DA RÁDIO BANDA B

20:00 às 23:59 - informações
  • Programação
  • Najuá / Informações
  • Equipe
  • Álbuns
  • Classificados
  • Blogs
  • Colunas
  • Entretenimento
  • Esportes
  • Irati de Todos Nós
  • Notícias
  • Obituário
  • Política
  • Quarta, 18 de Janeiro de 2017
    publicidade

    Em coletiva de imprensa, Derbli apresenta equipe de governo da gestão 2017/2020

    29/12/16 - 14h42 atualizada em 29/12/16 às 14h51
    Foram confirmados os nomes de 14 secretários e de mais três cargos comissionados com status de Secretaria

    Da redação, com reportagem de Jussara Harmuch e assessoria 

    O prefeito eleito Jorge Derbli (PSDB) convocou uma coletiva de imprensa, que reuniu jornalistas e convidados, no auditório da ACIAI, na manhã desta quarta (28), com o objetivo de apresentar a equipe de governo que o auxiliará na gestão 2017/2020, que toma posse no domingo (1º). Foram confirmados os 14 nomes adiantados por Derbli em entrevista concedida à Najuá há duas semanas (http://m.radionajua.com.br/noticia/noticias/irati-e-regiao/derbli-apresenta-oficialmente-equipe-de-governo-para-a-gestao-2017-2020/36231/), além de mais três nomes que ocuparão cargos em comissão com status de Secretaria: a chefia de gabinete, a ouvidoria municipal e a controladoria. A Secretaria de Cultura permanece como incógnita. 

    Desde outubro, integrantes da Associação Comercial e Empresarial de Irati (ACIAI), em parceria com outras entidades organizadas, vinham se reunindo com o prefeito eleito a fim de sugerir nomes para ocupar as Secretarias. Mais de 50% das indicações foram aceitas por Derbli.

    O presidente da ACIAI, Oscar Muchau, ressalta que as indicações fazem parte do objetivo de que Irati tenha uma gestão participativa, com vistas ao desenvolvimento do município. “Queremos manter o diálogo para que haja o comprometimento com a sociedade”, frisa. Segundo ele, a associação exerce o papel de estabelecer uma “ponte” entre a comunidade e o poder público.

    Na coletiva, Derbli afirmou que concluiu que, do período de transição, pôde ter uma prévia dos desafios para o início de seu mandato. Segundo o futuro prefeito, a gestão será iniciada com uma dívida de aproximadamente R$ 7 milhões; malhas viárias urbana e rural deterioradas; cerca de 40 obras paralisadas, entre outras questões. De forma assertiva, Jorge Derbli afirma que sua gestão priorizará as soluções, em vez de focar nos problemas. Além disso, ele também ressaltou a necessidade de executar um ajuste fiscal nas contas do município.

    Apesar de, a princípio, manter a estrutura administrativa atual, ele antecipa que pretende enxugar a máquina administrativa a médio prazo. Como já antecipado em entrevista a Najuá, as Secretarias de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo; de Serviços Rurais e de Serviços Urbanos devem se fundir em uma única: Secretaria de Infraestrutura. Sobre cargos em comissão, deve iniciar com “25, no máximo 30, dependendo da situação”.

    O prefeito e sua equipe de governo já foram convidados de antemão a retornar à ACIAI ao fim dos primeiros 100 dias de governo para explanar acerca de como encontraram cada pasta e como está o andamento delas.

    Derbli apresentou oficialmente o secretariado na última quarta-feira, 28, durante evento na ACIAI

    PUBLICIDADE
    Secretários 

    Os secretários foram apresentados um a um, com a exposição de seus currículos. Cada um deles teve a oportunidade de falar brevemente sobre como pretendem comandar as Secretarias a partir de janeiro.

    Agricultura – atualmente denominada Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, a Secretaria de Agricultura ficará a cargo do ex-vereador e atual suplente Raimundo Gnatkowski (Mundio), que trabalha há 48 anos com agricultura. Ele foi presidente da Associação de Hortifrutigranjeiros de Irati e membro do Conselho de Desenvolvimento Rural (Conder) e presidiu o Instituto de Educadores Populares, na coordenação de produção agroecológica;

    Saúde – foi indicado ao cargo o enfermeiro Agostinho Basso, funcionário de carreira há 30 anos e que já foi ouvidor da Saúde. Ele é formado em Enfermagem e em Gestão Pública; possui especialização em Educação e Saúde, foi professor de Enfermagem por 18 anos no Senac de Irati;

    Educação – foi escolhida a professora Rita de Cássia Penteado de Almeida, ex-secretária de Educação e ex-diretora do Colégio Estadual Duque de Caxias, em três gestões. É mãe do futuro secretário de Governo, João Antonio Almeida Júnior. Rita de Cássia é formada em Pedagogia e Administração Escolar, com pós-graduação em Gestão. Professora aposentada da Unicentro;

    Meio Ambiente – será responsabilidade da engenheira ambiental Magda Lozinski, esposa do chefe do escritório regional do IAP de Irati, Marcelo de Mattos. Magda é engenheira ambiental com experiência em administração pública. Já atuou no IAP e hoje possui uma empresa de assessoria e consultoria ambiental e florestal;

    Administração – Daniele Cavalli, funcionária do Departamento de Licitações do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amcespar), irmã do ex-vereador Dalvino Cavalli Neto. Daniele estudou Direito, foi conselheira tutelar e trabalha há sete anos na administração do CIS. Possui formação como pregoeira oficial e é presidente da comissão de licitação do Consórcio, com experiência de oito anos na área de contabilidade;

    Planejamento – a engenheira Rozenilda Romaniw Barbara estará à frente desta Secretaria. Rozenilda é funcionária de carreira na Prefeitura, chefe da Defesa Civil Municipal e ex-secretária de Viação e Serviços Rurais, na gestão do ex-prefeito Sérgio Stoklos. Rozenilda é engenheira agrônoma, com especialização em Educação Ambiental, Segurança do Trabalho e Desenvolvimento Regional. Já atua na Secretaria de Planejamento, onde participou da elaboração do Plano Diretor Municipal;

    Esportes e Lazer – o professor de Educação Física Antonio Celso de Souza, o Xoxolo, que atualmente cumpre mandato de vereador. Trabalhou na Unicentro em projetos esportivos, como colaborador e orientador. Foi diretor e coordenador do Departamento de Esportes. O diretor de Esportes será o educador físico Everton Hraber, que tem experiência de 10 anos em lazer e recreação na rede hoteleira. Everton é especialista em Administração Esportiva, pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e membro da Secretaria de Esportes do Paraná;

    Bem Estar – quem assume a pasta é o radialista Sidnei Jonaldo Jorge (Sidão), ex-vereador em duas legislaturas (2005-2008 e 2009-2012) e ex-presidente da Câmara de Irati, no biênio 2009-2010. Desde março de 2015, comanda o escritório regional da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social (SEDS). Sidnei Jorge é graduado em Filosofia, pós-graduando em Metodologia do Ensino da Filosofia e Sociologia e em Psicopedagogia;

    Obras –  a pasta hoje denominada como de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo ficará sob responsabilidade do engenheiro Dagoberto Waydzik. O engenheiro civil é pós-graduado em Avaliações, Perícias e Auditorias e em Tecnologia do Ambiente Construído. Foi secretário de Obras em duas gestões e atuou no Setor de Planejamento em prefeituras da região. Ex-conselheiro do CREA-PR e ex-presidente da Associação de Engenheiros de Irati (ARECI);

    Serviços Urbanos – o nome definido para a Secretaria também é de alguém com prévia experiência de 14 anos ao lado de Jorge Derbli: Claudemar Marques. Claudemar atua no setor de obras há 26 anos, tem experiência em drenagem, terraplanagem e pavimentação. Atua na conservação de pavimentação urbana em rodovias federais e estaduais;

    Serviços Rurais – a pasta de Serviços Rurais ficará sob responsabilidade de Anselmo Stadykoski, que já trabalhou com Derbli em sua empresa. Anselmo é técnico florestal, foi sócio de empresa de destoca. Há 20 anos trabalha na construção e conservação de estradas, açudes e represas. Desde 2014, é gerente de obras.

    As pastas de Obras, Serviços Rurais e Serviços Urbanos, no futuro, serão transformadas em uma única Secretaria: a de Infraestrutura, de acordo com Derbli.

    Indústria e Comércio – hoje denominada Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a pasta de Indústria e Comércio será ocupada pelo ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Irati, Luís Antonio Andreassa (Ico). É formado em Ciências e é empresário cerealista. Foi chefe do escritório regional da Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (SEJU);

    Finanças – atualmente chamada de Secretaria de Fazenda, a Secretaria de Finanças terá à sua frente o iratiense Valmir Emiliano, que é técnico em contabilidade, formado em Administração e Gestão Pública. Possui formação como pregoeiro oficial e desde 2004 é tesoureiro da Prefeitura Municipal de Rio Azul;

    Cultura – é a única pasta sem confirmação. Derbli aguardava a resposta da pessoa indicada e preferiu manter o nome em sigilo até lá para evitar especulações. Além disso, o prefeito eleito comunicou que a atual secretária da pasta vai entrar em licença-maternidade nos próximos dias e, por questões jurídicas, deve ser mantida no quadro. “Teremos funcionários de carreira que, interinamente, vão assumir. Não vai haver, de início, o secretário da Cultura”, informa Derbli;

    Chefia de Gabinete – Paulo Secco, pós-graduado em Economia e ex-comentarista político e econômico do jornalístico “Meio Dia em Notícias”, da Rádio Najuá. Trabalhou por 22 anos no Instituto Emater, como gerente administrativo regional. Ex-membro do Conselho de Turismo de Irati, do Departamento de Indústria e Comércio e da Agência de Desenvolvimento do Centro-Sul (ADECSUL);

    Procuradoria Jurídica – o advogado Robson Krupeizaki, que foi assessor jurídico da campanha eleitoral de Derbli e atuou como assessor especial de gabinete na gestão de Odilon Burgath, em 2014. É graduado em Direito e pós-graduado em Direito Tributário. Foi assessor jurídico em prefeituras da região e é membro da Comissão de Ética da OAB, na Subseção de Irati;

    Ouvidoria Municipal – o radialista Luiz Carlos Ramos (Bola), que já exerceu a função durante a primeira gestão do ex-prefeito Sérgio Stoklos (2005-2008). No segundo mandato de Stoklos (2009-2012), Ramos foi secretário de Meio Ambiente e ouvidor em Irati. Nos dois últimos anos, foi secretário de Administração em Fernandes Pinheiro, na gestão de Oziel Neivert. Foi assessor de imprensa e gestor no Setor de Habitação em governos anteriores;

    Governo – a nova Secretaria criada para a gestão de Derbli será exercida pelo atual chefe da 4ª Regional de Saúde, João Antonio Almeida Júnior, que foi coordenador de campanha do prefeito eleito. Segundo Derbli, a Secretaria de Governo terá como função integrar e articular as demais, especialmente nos projetos que envolvem mais de uma Secretaria, uma função similar à da Casa Civil, nos governos estadual e federal. Ainda conforme o futuro prefeito, a nova pasta “não será criada imediatamente”; ela existirá “sem despesas para a Prefeitura, de início”. João Almeida cumprirá período de férias, antes, na Secretaria de Estado de Saúde (SESA), onde é considerado por Derbli um ponto fundamental para consolidar a vinda da Unidade Avançada do Hospital Erasto Gaertner para Irati. João Antonio é dentista há 17 anos, ligado ao SUS. Especialista em Saúde Pública e mestrando em Administração Pública.

    Cargos em comissão 

    A Secretaria de Comunicação Social, criada em 2014, volta a ser Assessoria, ligada ao Gabinete do Prefeito. A Assessoria de Comunicação vai contar com uma equipe de quatro profissionais, responsáveis pela divulgação das ações do governo, organização de eventos e campanhas da Prefeitura: Cristiano Rogal, Fernanda Hraber, Marcelo Golinski e Gilson Leveovix.

    Na Controladoria, foi nomeado José Roberto Hohmann, servidor de carreira da Prefeitura de Irati há 25 anos.

    Outros comissionados, ainda não confirmados, mas cujas nomeações podem sair brevemente em Díário Oficial, como diretores de departamento 1, 2, 3 e 4 são Acácio Leite, Amauri KUbaski e Rafael Keller.

    PUBLICIDADE

     

    comentários

    mais

    Enquete

    Existe no Brasil a cultura do encarceramento e isso aumenta a crise penitenciária