Irati e Região / Notícias

04/08/18 - 13h05 - atualizada em 04/08/18 às 13h18

Fernandes Pinheiro assina edital para construção de casas e regularização fundiária

Investimento de mais de R$ 3 milhões será assegurado com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)

Da Redação, com reportagem de Karin Franco/jornal Hoje Centro-Sul 

Presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus, assinou edital liberando a construção de casas e processo de regularização fundiária em Fernandes Pinheiro

Foi assinado na quinta-feira (2), em evento no Centro de Eventos da Prainha, o edital para a construção de 50 casas do Residencial Apoema, localizado na Travessa Ceará, em Fernandes Pinheiro. Serão 46 unidades com 32 metros quadrados cada uma. Outras quatro unidades habitacionais (8%), serão construídas com 49 metros quadrados, adaptadas para famílias com Portadores de Necessidades Especiais (PNE).

As residências são voltadas às famílias cadastradas no Programa Família Paranaense, para a redução do deficit habitacional no município. Não serão cobradas prestações das famílias que vão residir nas casas. Serão investidos R$ 3.061.095,80, com recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

PUBLICIDADE

O valor por unidade, sem considerar a infraestrutura, é de R$ 48.303,56. As obras de infraestrutura que o Residencial Apoema vai receber incluem muro de contenção, drenagem e pavimentação. O prazo de execução da obra é de quatro meses. A prefeita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, frisa que desde o ano passado o município vinha trabalhando, junto com o governo estadual, as tratativas para a execução do programa, com o levantamento de documentação e os demais procedimentos. A execução da obra, porém, terá início somente após o fim do período eleitoral, com a assinatura da ordem de serviço.

PUBLICIDADE

As famílias a serem beneficiadas serão selecionadas pela Cohapar. “Já encaminhamos a relação. Os que estão para serem atendidos estão aqui hoje [quinta, 2], os cadastrados nesse programa. Aguardaremos a seleção da Cohapar para os que realmente se encaixem no programa. Que seja de muito bom proveito para essas famílias”, afirmou a prefeita.

Prefeita Cleonice destaca que as famílias que vão morar no Residencial Apoema serão selecionadas pela Cohapar

Regularização fundiária

Outras 226 famílias serão atendidas em programa de regularização fundiária, com subsídios do Fundo de Combate à Pobreza. O Loteamento Vila Nova II terá 226 lotes de até R$ 700, através do programa Morar Legal Paraná. O financiamento dos lotes será quitado em 20 meses, com prestações de R$ 80. O investimento total é de R$ 158.200,00.

A empresa ENG & GEO Georreferenciamento Ltda. foi contratada para executar trabalho social e cartográfico, elaborar documentos técnicos, administrativos e jurídicos, licenciamento junto aos órgãos competentes, cadastramento dos imóveis e das famílias a serem atendidas e, finalmente, registrar os imóveis regularizados em nome dos proprietários junto aos cartórios.

“Os proprietários terão a posse definitiva de seus imóveis, a documentação, a regularização. Como diz o slogan do Programa Família Paranaense, uma nova família começa aqui, uma nova vida começa a partir deste momento. É muito satisfatório, estamos muito felizes e orgulhosos e esperamos pelas próximas conquistas, os próximos anúncios”, comemora Cleonice.

Segundo a prefeita de Fernandes Pinheiro, a regularização fundiária representa, para os beneficiados, a certeza de que a propriedade é do titular do imóvel. “Só é dono quem tem o registro do imóvel. Para qualquer tipo de financiamento para construção e ampliação, necessita-se da documentação extremamente em dia. Então é uma segurança, na verdade, para os mutuários, uma segurança até de uma herança para seus filhos, para as próximas gerações. É a segurança para a dona de casa, para as famílias, de que ninguém vai lhe tirar daquele pedacinho de chão”, complementa.

De acordo com o presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus, a entrega da publicação dos editais representa a garantia que as obras se iniciam brevemente, tendo em vista que a abertura dos editais está prevista ainda para o mês de agosto.

226 famílias serão atendidas em programa de regularização fundiária

Investimentos em outros municípios da região Centro-Sul

Outros municípios da região também foram beneficiados com recursos. Para Teixeira Soares, foi anunciada a publicação do edital para a construção de 49 unidades habitacionais e infraestrutura, com pavimentação primária (fresado) e drenagem, também através do Programa Família Paranaense. Serão investidos R$ 2.874.850,57, com recursos do BID.

Em Prudentópolis, foi anunciada a publicação de licitação para 76 novas casas; melhorias em outras 12 moradias e obras de infraestrutura para atender a 89 famílias, com investimentos da ordem de R$ 6.972.656,62.

Em Guamiranga, serão regularizados 468 lotes, no prazo de 18 meses. O investimento total será de R$ 327.600,00.

A região também vai receber dois Condomínios do Idoso – um em Irati e outro em Prudentópolis. Cada um dos condomínios possuirá 40 unidades e serão preparados especialmente para acolher à terceira idade, com casas adaptadas às suas necessidades, além de um centro de convivência, ambulatório e horta. Segundo Justus, 20 municípios paranaenses solicitaram o atendimento do projeto Morar Bem – Terceira Idade. Nessa primeira etapa, oito municípios serão atendidos.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Anúncio de investimentos em Fernandes Pinheiro e outros municípios da região foi realizado pelo presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus

Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados