Irati e Região / Notícias

27/09/17 - 18h40 - atualizada em 28/09/17 às 17h36

Festa da Padroeira acontece no Parque da Pedreira no dia 12 de outubro

Depois de seis anos, evento religioso será retomado na cidade de Rio Azul

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub 

No ano em que se completam 300 anos que três pescadores encontraram a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida no Rio Paraíba, em Guaratinguetá (SP), o município de Rio Azul retoma a festa em louvor à sua padroeira. O Parque da Pedreira volta a receber, depois de seis anos, a Festa da Padroeira Nossa Senhora Aparecida no dia 12 de outubro, quando também será realizada, em paralelo, a Festa do Pirogue. 

O prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda, destaca que operários trabalham na reestruturação do Parque da Pedreira para receber os visitantes do município e da região, “dando uma aparência mais atrativa e aconchegante”. “Estamos retomando uma festa tradicional e característica de Rio Azul, que é a Festa da Padroeira. Uma festa religiosa, de fé e cultural que tem tudo a ver com nosso histórico e com nossa vocação religiosa fervorosa que existe em Rio Azul”, comenta Solda. 

Confira a entrevista completa com o prefeito Rodrigo Solda e o padre Alexandre no fim do texto

A programação concentra todas as atividades no feriado de 12 de outubro, quinta-feira, e inclui novidades, como a Cavalgada, que alia a religiosidade com o traço cultural herdado do tropeirismo. 

As festividades terão início com uma carreata e um passeio ciclístico a partir das 8h30 da manhã, com saída em frente à Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, em direção ao Parque da Pedreira. Às 10h da manhã, o padre Alexandre Antonio Nogueira, pároco da matriz celebra uma missa campal sertaneja no Parque da Pedreira, onde prossegue a festa. 

PUBLICIDADE
A Festa do Pirogue, que ocorre em paralelo, servirá o prato típico da culinária eslava (polonesa e ucraniana) a partir do meio-dia. Durante a tarde, haverá programação de entretenimento para todas as idades. Para os jovens, uma pista de velocross com competições. Para a melhor idade, um baile às 13h30. Um show infantil festeja o Dia das Crianças a partir das 15h e, às 17h, haverá show com a Banda Interprise. Ao longo do dia, também haverá brinquedos infláveis para as crianças e o 1º Encontro de Carros Antigos. Solda destaca que a programação foi elaborada para entreter a toda a família. 

“Este vai ser um momento muito importante. Primeiro, porque este é o Ano Nacional Mariano. Estamos celebrando os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Nosso município também, de certa forma, estaremos celebrando com grande júbilo esse momento no dia 12, que será a quinta-feira”, destaca o padre Alexandre. 

O prefeito reforça o convite especialmente para os moradores das comunidades do interior, que costumam fazer confraternizações e almoços comunitários em suas respectivas capelas para que compareçam à Festa da Padroeira no Parque da Pedreira e celebrem esse dia junto com rio-azulenses de todos os cantos, seja da sede urbana, seja do interior. Ele sugere que os almoços comunitários sejam transferidos para o domingo (15). 

Já o padre Alexandre enfatiza o convite para que os pais levem seus filhos à festa, que reserva surpresas para as crianças na comemoração de seu dia. 

Cavalgada e Passeio Ciclístico 

Em entrevista a nossa reportagem, secretário de Administração, Geraldo Moraes, prefeito Rodrigo Solda e padre Alexandre Antonio Nogueira, falaram sobre a programação da Festa da Padroeira Nossa Senhora Aparecida
Pensando na segurança e bem-estar de todos os frequentadores do evento, o trajeto da cavalgada até o Parque da Pedreira será feito por um caminho alternativo e não pela BR-153.

Nas visitas ao Parque para reestruturação do local para a realização do evento, a Prefeitura redescobriu uma ponte da época da ferrovia, que está inteiramente preservada. “Essa ponte é tão emblemática porque antes de se fazer a estação em Rio Azul, foi feita a estação lá no Parque da Pedreira; depois que foi trazida a sede de Rio Azul para onde é hoje. Anteriormente a isso, era a Estação Marumbi, como era chamado lá. Essa ponte é muito significativa para a história de Rio Azul”, enaltece Solda. 

A ponte integra o novo trajeto até o Parque da Pedreira. “Estamos restaurando e fazendo uma estrada em torno dela. Saindo daqui do Centro de Rio Azul, da sede, indo em sentido ao Pé de Galinha, o portal sentido Rebouças, em vez de entrar na BR, entramos no Faxinal dos Paulas, onde tem a escolinha e o posto de saúde. Entramos por ali e desviamos e não mais pela BR. Contorna pela direita e vai até a Olaria, onde fizemos uma ponte de madeira, para dar acesso a essa rota nova. É uma trilha que está se tornando uma estrada para ter acesso ao Parque”, detalha o prefeito de Rio Azul. 

Também serão disponibilizados ônibus, na parte da manhã, para quem não possuir condições de se locomover até o novo trajeto que leva ao Parque da Pedreira. O ônibus partirá da Praça da Matriz. 

Confira abaixo a entrevista completa sobre a festa de Nossa Senhora Aparecida 

Comentários

Enquete

Supermercados abertos em domingos e feriados é uma boa ideia?

  • não
  • sim
Resultados