Irati e Região / Notícias

10/08/17 - 10h59 - atualizada em 10/08/17 às 15h07

Lixão a céu aberto é encontrado no bairro São Francisco

Denúncia chegou até a Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente através da ligação de uma moradora. Entre o material, encontrado, estavam bandejas de iogurte com prazo de validade vencido

Paulo Henrique Sava

PUBLICIDADE
Na manhã de ontem, uma moradora do bairro São Francisco entrou em contato com a Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente para denunciar um lixão a céu aberto na Rua José Fillus, proximidades da BR 153, no bairro São Francisco, em Irati. Funcionários da Secretaria foram até o local e encontraram lixo orgânico, reciclável, material eletrônico e bandejas de iogurte com prazo de validade vencido, que, segundo o secretário interino, Newton Ribas, estariam sendo depositados de forma irregular.  

Moradores informaram que o local é utilizado para descarte de lixo há muitos anos. De acordo com a denúncia recebida pela Secretaria, algumas crianças estavam consumindo o iogurte que havia sido dispensado na área. “Ela (moradora) nos procurou na Secretaria, fez a denúncia e imediatamente fizemos a vistoria, na qual constatamos uma coisa impressionante: toda a sorte de lixo naquele local”, comentou.  

De imediato, a Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária para elaborar um Boletim de Ocorrência e fazer o recolhimento dos iogurtes. Newton lamenta que a população tenha tomado a atitude de jogar lixo naquela área, uma vez que o município disponibiliza frequentemente as coletas do lixo orgânico, do material reciclável e de produtos eletrônicos. “Parece que o povo ainda não entendeu esta necessidade de que se despeje o lixo no local correto. Existe a coleta, vamos pedir a colaboração do povo, vamos fazer com que a coisa funcione”, declarou.  

Fotos: Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente e Paulo Henrique Sava


Segundo Newton, no local, a equipe da secretaria encontrou, entre outros objetos, roupas, móveis e até mesmo restos de produtos eletrônicos, como tubos de imagem de televisores, além de papel, lixo orgânico e material reciclável. Ele disse que todas as medidas cabíveis já foram tomadas junto ao Departamento Jurídico da Prefeitura. O proprietário da área será notificado a manter o terreno limpo, pois cabe a ele coibir este tipo de ação, segundo Newton.  

“Esta falta de consciência, em um sentido geral, de que isto é nocivo à saúde e é um crime ambiental e que a pessoa vai responder criminalmente, é muito grande. Cabe, a partir daí, às autoridades, e nós, enquanto Secretaria de Meio Ambiente, estamos fazendo a nossa parte de conscientização, estamos indo aos locais de vistoria, atendendo as denúncias, mas a gente pede a colaboração do povo. Denuncie, e se tiver alguma ilegalidade, venha e nos faça o relato, que imediatamente vamos atrás e faremos as vistorias necessárias, vamos procurar os órgãos superiores que têm competência com isso, seja o IAP, o Ibama, enfim, o que estiver ao nosso alcance e for de competência da Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente, nós estaremos atuando e autuando também, porque isto está fugindo da razoabilidade, e alguma coisa tem que ser feita. Para isto, precisamos da colaboração do nosso povo”, frisou. 

Sobre o lixo eletroeletrônico, Newton ressaltou que uma nova coleta está programada para este segundo semestre, porém ainda sem data definida.  

Qualquer denúncia sobre crimes ambientais no âmbito do município de Irati pode ser feita diretamente para a Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente, pelo telefone 3907-3045. A Secretaria está localizada na Avenida Vicente Machado, junto ao Departamento de Identificação e à Junta do Serviço Militar de Irati. 

Confira o vídeo do lixão, produzido pela Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente.


PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Financiamento de campanha eleitoral deve ser:

  • Privado
  • Público
Resultados