Irati e Região / Notícias

28/11/18 - 19h49 - atualizada em 28/11/18 às 22h24

Najuá acompanha passeio-teste do trenzinho antes da reinauguração

Clima de nostalgia entre os adultos e gostinho de novidade para as crianças, a locomotiva volta a apitar no sábado (1º)

Da Redação, com reportagem, fotos e vídeos de Jussara Harmuch 

O próximo final de semana promete resgatar a memória afetiva da infância de muitos iratienses e despertar a curiosidade e criar novas memórias para as crianças de hoje. O Trenzinho do Parque Aquático, depois de muitos anos desativado, volta a funcionar no sábado (1º). A reinauguração faz parte da programação oficial da 40ª Festa do Pêssego, que inicia na sexta-feira (30). A reportagem da Najuá acompanhou um passeio-teste que foi realizado para acertar os últimos detalhes nos trilhos (confira os vídeos no fim do texto).  

As obras tiveram início no mês de junho, e foram lideradas pelo ex-prefeito Alfredo Van Der Neut, com apoio da Prefeitura de Irati.

PUBLICIDADE

João Anselmo Costa foi o mecânico contratado para ajudar nos reparos do motor do trenzinho, que antes pertencia a um automóvel Ford Maverick de quatro cilindros, para impulsionar a réplica em miniatura de uma Maria Fumaça. Ele será o maquinista oficial da composição. “A maioria das peças eu consegui na cidade mesmo. Algumas delas, precisei pedir pela internet e demorou alguns dias para vir. O seu Alfredo [Van Der Neut] providenciou tudo o que precisávamos para deixar o trenzinho funcionando bem”, relata o mecânico.

Foram executadas melhorias no motor, no câmbio, no diferencial e na parte elétrica. A suspensão do veículo foi construída sob medida, de forma artesanal.O câmbio é de um jipe, para conseguir força para puxar os vagões. “Para rodar o trenzinho, deu bastante trabalho”, revela.

O ferroviário aposentado Edson de Souza trabalhou durante 20 anos na ferrovia. Ele prestou auxílio nos reparos dos trilhos do Parque Aquático. “Estamos vendo a elevação das curvas, onde tem os defeitos, a correção de bitola, que é uma coisa importante. Foi feita a troca dos dormentes. Foram trocadas quase 700 peças”, explica.

PUBLICIDADE

Nossa reportagem também conversou com algumas pessoas que participaram do passeio-teste do trenzinho, na semana passada. Juliana levou a filha Manuela e os dois sobrinhos para dar uma voltinha. Ela conta que foi uma experiência inesquecível. Ela lembra que esteve no Parque Aquático há dois anos, quando houve uma tentativa de retomada do trenzinho.

“Chega a ser uma atração turística. As crianças ficam loucas para dar uma voltinha nele. Assim, os pais também tiram um tempo para sair com seus filhos”, elogia.

João Anselmo Costa será o maquinista do trenzinho

Costa explica como funciona o sistema de apito do trenzinho, que é 100% mecânico. “Ao ser acionada uma pequena alavanca que tem no painel dele, ele passa a isolar uma parte do escapamento e aciona outra, que faz o barulho do apito do trem. A parte da fumaça é um dispositivo mecânico que aciona também. É acionado através de um ejetor, que ejeta um líquido, que chega a um determinado lugar e passa a ser fumaça e sai pelo escapamento”, detalha.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Confira vídeos do passeio-teste do trenzinho




Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados