Irati e Região / Notícias

17/09/18 - 11h11 - atualizada em 18/09/18 às 07h07

Obras do chafariz da Praça Etelvina Andrade Gomes estão paralisadas

Uma terceira tentativa de licitação para compra de uma bomba d’água e de material elétrico ocorrerá no dia 28, já que não houve interessados nos processos anteriores

Paulo Henrique Sava

Obras da Praça da Matriz Nossa Senhora da Luz está paralisada desde abril

As obras do chafariz da Praça Etelvina Andrade Gomes, em frente à Igreja Matriz Nossa Senhora da Luz, em Irati, estão paralisadas desde o mês de abril. A Prefeitura de Irati vai realizar uma nova licitação para aquisição de material elétrico e de uma bomba d’água para o chafariz, conforme explica o secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Dagoberto Waydzik.

Não houve empresas interessadas em dois processos instaurados anteriormente. “Talvez não houve atratividade para as empresas, que são de fora”, comenta o secretário.

PUBLICIDADE

O local foi cercado com tapume e parte da tubulação antiga retirada. “Fizemos uma tentativa de recuperação [em julho 2017], mas não houve sucesso por conta da fiação, que era bastante antiga, e da tubulação, que era de ferro e foi retirada”, conta, justificando a desativação dias depois.

A nova licitação está marcada para o dia 28 de setembro e contempla a aquisição de material e a contratação de mão-de-obra. Segundo Dagoberto, tendo êxito na licitação, a obra deverá ser concluída em até 45 dias. "Este prazo de 45 dias se não houver nenhum recurso das empresas concorrentes contra a vencedora. Foi feito um orçamento das peças e da mão-de-obra, e é colocado uma BDI [Bonificação de Despesas Indiretas] para as empresas participarem, e quem der o menor desconto e estiver habilitado com a documentação, executará a obra”, frisou.

O valor total desta nova licitação é de R$ 63.049,39, sendo que R$ 15.967,00 seria o valor antes estimado para compra dos materiais. 

PUBLICIDADE

Em julho do ano passado, durante as comemorações dos 110 anos de Irati, o chafariz recebeu melhorias na canalização, a fim de ser reativado. Foram gastos no total, R$ 42 mil, sendo R$ 16.146,59 com elementos diretos do chafariz e o restante com calçamento e outras benfeitorias da praça. 

Em abril de 2018 uma estimativa de custos para reativar foi feita e seriam necessários R$ 63 mil em recursos do município. Porém, na ocasião, a prefeitura disse que a empresa Cathio teria aceitado reduzir o valor para R$ 49,5 mil.

Os serviços iniciados este ano pela Construtora Cathio, tapumes e desmanches iniciais, ainda não estavam previstos em licitação e foram executados pelo "registro de preços", afirma o secretário. Ele comenta que não tem como explicar o processo de contratação, mas garantiu que é legal.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Nova licitação para compra de equipamentos será aberta nos próximos dias

Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados