Irati e Região / Notícias

25/05/12 - 04h13 - atualizada em 25/05/12 às 08h54

Richa autoriza e edital de licitação da PR-364 deve ser aberto dentro de 45 dias

Já a ordem de serviço pode ser assinada dentro de 90 dias, caso o processo correr dentro da normalidade, ou seja, sem nenhum recurso administrativo ou judicial
Rodrigo Zub

 
Expectativa é de que as obras de pavimentação asfáltica sejam concluídas até o final do mandato de Richa
O governador Beto Richa assinou nesta semana a autorização para que seja licitado o projeto para ligação da PR-364 entre as cidades Irati a São Mateus do Sul. O anúncio que enche de orgulho políticos e representantes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Paraná, parece pouco para os anseios da população da região centro-sul. Neste ano completam-se 40 anos desde que surgiram as primeiras iniciativas para pavimentar o trecho de 48 km ligando as duas cidades. A novela parece difícil de ter um final feliz.

PR-364

A Rodovia PR-364 é uma estrada pertencente ao governo do Paraná que liga as cidades de São Mateus do Sul e Guaíra. A rodovia possui uma extensão total de aproximadamente 587,4 km e pode ser dividida em 30 trechos. Apenas dois Km que compreende o trecho entre Irati a São Mateus do Sul foram asfaltados.

Em 2009, o prefeito Sérgio Stoklos recebeu o então secretário de Estado dos Transportes, Rogério Tizzot, que veio conhecer a realidade da rodovia. Na época, o custo para fazer os 45 km que não são asfaltados foi estimado em R$ 1 milhão de reais por quilometro, ou seja, a obra total ficaria em torno de R$ 45 milhões.

Jussara H. Bendhack

De acordo com o diretor de operações do DER, Paulo Milani, será aberto dentro de 45 dias a licitação para as empresas interessadas em realizar a pavimentação asfáltica da rodovia. Já a ordem de serviço pode ser assinada dentro de 90 dias, caso o processo correr dentro da normalidade, ou seja, sem nenhum recurso administrativo ou judicial. O procedimento será realizado através da Concorrência Pública n° 055/2011 - DER/DT. A extensão do trecho corresponde a 47 Km e o valor máximo estipulado é de R$ 1.593.474,68, conforme foi publicado na edição do dia 16 de maio do Diário Oficial do Estado.

“Estamos licitando em torno de R$ 1,5 milhão. Vamos contratar uma empresa para definir exatamente o que será feito. Anteriormente não existia nem o projeto. Nós imaginamos que até metade do ano que vem ou em 2014 nós possamos concluir a obra”, entende Milani.

Segundo o diretor do DER, para participar do processo licitatório é necessário cumprir alguns pré-requisitos. Cada empresa interessada terá que apresentar o projeto mostrando sua experiência em outras obras onde foram trabalhadas as áreas de intersecção, drenagem e terraplanagem.

Milani conta que, em função da estrada fazer parte da malha viária de Irati, Rebouças e São Mateus do Sul, foi necessário a autorização dos municípios para execução dos trabalhos. “Foi solicitado um termo de anuência entre os municípios que serão os próprios beneficiados, porque a rodovia é uma importante ligação dos produtores rurais”, avalia.

Manifestações

No ano passado duas manifestantes deram o tom dos problemas verificados na rodovia. A dificuldade para escoar a produção rural e a quantidade excessiva de buracos fez com que moradores da localidade de Marmeleiro bloqueassem a via solicitando uma solução imediata. Porém pouco foi feito deste então. No fim de 2011 foi divulgado pelo deputado Marcelo Rangel (PPS) que seria destinada uma emenda coletiva no valor de R$ 50 milhões para execução das obras. Agora a novidade é o lançamento do edital de contratação do projeto.



Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados