Irati e Região / Notícias

04/08/17 - 13h17 - atualizada em 07/08/17 às 21h12

Transversais da XV de Julho terão mão dupla para desafogar o trânsito em Irati

Ruas Alfredo Bufren e Coronel Pires deixarão de ser mão única; alteração decidida pela Comissão de Trânsito segue recomendação do Plano de Mobilidade Urbana

Jussara Harmuch

Quem passa pela XV de Julho, conhecida como Rua da Delegacia, principalmente nos dias de funcionamento da Feira do Agricultor Iratiense, enfrenta congestionamento de veículos entre a quadra do Hotel Luz e o Clube do Comércio. Os carros se acumulam durante os horários de pico nos três semáforos que cortam a via, o da Alfredo Bufrem, da Cel Emílio Gomes e da Munhoz da Rocha.

Na tentativa de resolver esta questão, a Comissão Municipal de Trânsito, que se reuniu esta semana, decidiu alterar as mãos de duas transversais, seguindo recomendação do Plano de Mobilidade Urbana, discutido em audiências públicas e aprovado pela Câmara em 2016.  

PUBLICIDADE

Voltará a ter mão dupla a Alfredo Bufren, da rotatória da Dr. Correia até a Carlos Thoms, que hoje é mão única entre a Receita Federal sentido fundos da prefeitura.  

Já a Coronel Pires terá apenas uma quadra alterada, A mão será dupla entre a Praça Etelvina Gomes até a XV de Julho, onde tem a Churrascaria do Rui e o Casa do Atleta do Iraty Sport Club. "Quem vinha da parte alta da cidade, de Engenheiro Gutierrez e queria ir para a Vicente Machado, por exemplo, teria de fazer a volta pela Alfredo Bufrem, atravessar sinaleiros e rotatórias", justifica, o presidente da Comissão, engenheiro Dagoberto Waydzik (Ouça a entrevista no final do texto). As quadras de cima da delegacia permanecem em mão única, pelo menos por enquanto.  

Outra decisão da Comissão, não pelo Plano, mas com base em sugestões a respeito de demandas recebidas, é a proibição de conversão à esquerda da Rua da Liberdade para a XV de Novembro, sentido Munhoz, de quem vem da rotatória da Rua Conselheiro Zacarias e também de quem vem da rotatória do Clube Polonês, da Rua da Liberdade à esquerda para a XV de Novembro, sentido Sobutka.

Confira a entrevista com o engenheiro Dagoberto Waydzik


Comentários

Enquete

Financiamento de campanha eleitoral deve ser:

  • Privado
  • Público
Resultados