Irati e Região / Notícias

12/09/18 - 11h25 - atualizada em 12/09/18 às 21h09

Um caso de suicídio a cada 40 segundos; assusta né!

Ponto de vista da medicina é assunto do setembro amarelo, mês de prevenção ao suicídio, no Espaço Cidadão

Texto Jussara Harmuch, reportagem Paulo Sava


A estatística mundial mostra que ocorre um caso de suicídio a cada 40 segundos, no Brasil são registradas 11 mil mortes por ano. Ainda que exista muita subnotificação, os números assustam. O mês de setembro foi denominado setembro amarelo em prevenção ao suicídio.

Nas terças da Saúde do Espaço Cidadão, o médico Aleixo Guerreiro conversa com o apresentador Paulo Sava sobre o que tem levado as pessoas a chegar ao ponto de não querem mais viver.

PUBLICIDADE

Hoje se percebe um aumento de suicídio entre adolescentes e jovens e também em idosos. É preciso dar atenção aos sinais e sintomas que podem levar uma pessoa por fim na própria vida, alerta o Dr. Guerreiro.

Transtornos psicóticos e fatores emocionais interferem. “Tem de estudar as emoções. Onde doi, esta dor é uma doença da alma”, diz o médico. A explicação pode estar nos hormônios. “Quando alguma condição faz com que o hormônio serotonina seja diminuído, a pessoa não consegue mais se alegrar”.

Doenças psicossomáticas, o clima de inverno, a luz solar e o stress podem influenciar neste neurotransmissor. O uso de drogas é o segundo fator mais associado ao suicídio.

Ajuda

Cerca de 80% das pessoas que cometeram suicídio jamais procuraram ajuda. A subnotificação é maior nas classes mais ricas, os casos são abafados, parentes procuram esconder.

A família tem papel fundamental para aliviar a sensação de desapego com a vida. Atividades cotidianas, vida social e a religião são outros fatores importantes na prevenção.

“Hoje as pessoas passam tempo sozinhas olhando a tela de um celular, antigamente se usava o celular para conversar. Muita televisão, computador pode levar ao isolamento”, diz Guerreiro que recomenda aos pais para ficarem atentos aos hábitos dos filhos jovens.

PUBLICIDADE

Tratamento

Acompanhar as pessoas que estão suscetíveis com tratamento psicológico, por vezes com medicamentos.

Recomendar atividades de canto, participação em eventos, orações, festas e comemorações. Enfim, evitar o isolamento. O casamento, compartilhar a vida a dois, é uma boa forma de prevenção também.

O Espaço Cidadão vai ao ar de segunda a sexta das 9h às 10h pela Super Najuá 92,5.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá


Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados