Paraná / Notícias

10/08/17 - 10h14 - atualizada em 10/08/17 às 10h21

MPPR manifesta repúdio a declarações de ministro do STF sobre atuação dos Gaecos

Assessoria de Comunicação MPPR

O Ministério Público do Paraná, reiterando o teor de nota publicada pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), no qual é representado pelo procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia, vem a público manifestar repúdio às declarações proferidas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, em sessão de julgamento da Segunda Turma realizada nesta terça-feira, 8 de agosto. Em sua fala, o ministro criticou a atuação dos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos), órgãos de investigação dos Ministérios Públicos Estaduais, dentre os quais o Gaeco do Paraná.

O MPPR ressalta que o Gaeco atua no incessante combate à criminalidade, pautado pela mais absoluta legalidade, com respeito aos direitos e garantias individuais. O MPPR repele que exista, no âmbito do Gaeco do Paraná, qualquer tipo de obtenção ilegal de prova. Neste sentido, refuta qualquer ilação que pretenda atingir a integridade do órgão, destacando que não há, e nunca houve, qualquer fato que comprometa as investigações realizadas.  

Lamenta, ainda, que manifestações contra a atuação do Ministério Público brasileiro – que está em evidência por defender o direito dos cidadãos, com ênfase no combate à corrupção e ao crime organizado – sejam proferidas no sentido de desqualificar o trabalho sério, digno e ético que é realizado diariamente pela instituição.


Nota de repúdio publicada pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais:


PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Feriado N. S. Graças 27 de novembro em Irati

  • Não concordo
  • Concordo
Resultados