Paraná / Notícias

12/10/16 - 12h26 - atualizada em 12/10/16 às 12h27

Professores entram em greve a partir de segunda-feira no Paraná

Objetivo é protestar contra a emenda da LDO, encaminhada pelo governador Beto Richa (PSDB) que retira o reajuste previsto para janeiro de 2017

Paraná Portal

PUBLICIDADE
Uma assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (12) pela App-Sindicato na Vila Capanema, sede do Paraná Clube em Curitiba, reuniu centenas de professores da rede estadual de ensino. A categoria decidiu entrar em greve a partir de segunda-feira (17). O objetivo é protestar contra a emenda da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), encaminhada pelo governador Beto Richa (PSDB) que retira o reajuste previsto para janeiro de 2017.

O secretário-geral da Casa Civil, Valdir Rossoni, afirmou que a suspensão do reajuste dos servidores públicos estaduais deve ser adotado para evitar atrasos nos pagamentos dos salários. Não há previsão de data para o pagamento do reajuste.

A lei em questão determina que o governo pague, em 1° de janeiro, o reajuste atrasado dos servidores, repondo os índices de inflação de janeiro a dezembro de 2016, acrescentando ainda mais um percentual de 1% de adicional de data-base relativo à compensação dos meses não pagos do ano de 2015. A lei foi proposta após acordo que encerrou a greve do funcionalismo no ano passado.

No ano passado, professores estaduais já paralisaram as atividades para protestar contra a proposta de reajuste de salários do governo estadual



Comentários

Enquete

Qual sua avaliação sobre a administração do prefeito Jorge Derbli?

  • Ruim
  • Razoável
  • Boa
  • Ótima
Resultados