Área de Clientes Registro Contatos

login

Rádio Najuá - Irati Paraná

Irati-PR

Qua, 11/01 - Min: 19ºC Máx: 30ºC
fonte: Inpe - Inst. Nac. de Pesquisas Espaciais
fonte Banco Central compra venda
Dólar R$ 3,2205 R$ 3,2211
Libra R$ 3,9638 R$ 3,9658
Euro R$ 3,4408 R$ 3,4424

AM - Programa no ar

Conexão com a Rádio Banda B de Curitiba

EQUIPE DE JORNALISMO E ESPORTES DA RÁDIO BANDA B

20:00 às 23:59 - informações
  • Programação
  • Najuá / Informações
  • Equipe
  • Álbuns
  • Classificados
  • Blogs
  • Colunas
  • Entretenimento
  • Esportes
  • Irati de Todos Nós
  • Notícias
  • Obituário
  • Política
  • Quarta, 18 de Janeiro de 2017
    publicidade

    Professores entram em greve em 3 universidades estaduais do Paraná

    11/10/16 - 12h28 atualizada em 11/10/16 às 12h31
    Paralisação começou nesta segunda-feira (10) na Unioeste e deve abranger UEM e UEPG até o fim da semana

    Antoniele Luciano especial para a Gazeta do Povo 

    Professores de três universidades estaduais do Paraná decidiram entrar em greve. Os primeiros a aderirem ao movimento foram os docentes da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). Eles pararam as atividades nesta segunda-feira (10). Segundo o sindicato da categoria, o Adunioeste, atividades essenciais, como o atendimento a estudantes da área de saúde e pesquisas que envolvam experimentos laboratoriais com seres vivos, foram mantidas.

    Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Universidade Estadual de Maringá (UEM), os professores devem parar as atividades a partir dos dias 13 e 14 de outubro, respectivamente. Em todos os casos, a decisão é uma resposta ao projeto de lei enviado pelo governador Beto Richa à Assembleia Legislativa no dia 3 de outubro. Richa propôs a suspensão, por tempo indeterminado, da reposição salarial de todos os servidores públicos do Paraná. A data-base deve ser quitada depois que todas as promoções e progressões devidas sejam implantadas e pagas. 

    Continue lendo no Portal da Gazeta do Povo.


    PUBLICIDADE

    comentários

    mais

    Enquete

    Existe no Brasil a cultura do encarceramento e isso aumenta a crise penitenciária