Policial / Notícias

20/03/18 - 00h32 - atualizada em 20/03/18 às 01h17

Para driblar assédio, mulher se passa por policial militar em São João do Triunfo

Mulher estava num bar em Guaiaca dos Pretos, no interior do município, quando foi assediada por homens embriagados

Da Redação, com informações das Rádios Difusora do Xisto e Cultura Sul  

Para tentar driblar o assédio, uma mulher que estava num bar em Guaiaca dos Pretos, interior de São João do Triunfo, no domingo (18), decidiu se passar por policial militar. A solução que a mulher encontrou para se esquivar das “cantadas” foi denunciada à PM local por uma investigadora da Polícia Civil, que alegou ainda que a mulher poderia estar armada.

Guarnições da PM acompanharam a investigadora até o bar onde teria ocorrido o fato. O dono do estabelecimento alegou que foi a mulher quem entrou no local e intimidou clientes ao se identificar como policial. Ainda conforme ele, em seguida, ela deixou o bar num Fiat Uno vermelho, em direção à casa de um morador próximo, sogro dela.

Os policiais militares foram até a casa indicada pelo dono do bar e abordaram duas pessoas que estavam na residência. Ao ser identificada a mulher que se fez passar por policial relatou que trabalhava como segurança privada, em Curitiba. A mulher afirmou que se apresentou como policial militar na tentativa de afastar alguns homens embriagados que a assediaram quando ela entrou no bar.

Foram realizadas buscas na casa onde a mulher estava e busca veicular ao Fiat Uno do marido dela, mas nada de ilícito fora localizado. A mulher foi orientada quanto aos procedimentos legais.

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Você votaria em Lula para presidente em 2018?

  • Não
  • Sim
Resultados