Policial / Notícias

17/02/17 - 15h30 - atualizada em 17/02/17 às 15h37

PC abre nova linha de investigação sobre morte de casal em Prudentópolis

Agora, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de duplo homicídio, em vez de homicídio seguido de suicídio

Da Redação, com reportagem de Élio Kohut

Espingarda que foi utilizada para assassinar o casal
A Polícia Civil de Prudentópolis abriu uma nova linha de investigação acerca da morte de um casal, na Serra da Gralha, no interior de Prudentópolis, na última sexta-feira (10). Antes, acreditava-se na hipótese de crime passional, em que o marido teria assassinado a esposa e, depois, cometido suicídio. Agora, a polícia trabalha com a hipótese de duplo homicídio.

Conforme o delegado Osmar de Albuquerque Pontes Júnior, as investigações sobre o crime prosseguem. “O procedimento policial que foi instaurado para apurar esses fatos ainda não foi concluído, temos diligências ainda em andamento. Nos próximos dias, vamos ter certeza do que aconteceu na localidade de Gralha Azul”, afirma.

PUBLICIDADE
O delegado Osmar revela que já existe um suspeito detido. A polícia ainda deve investigar se há envolvimento de terceiros no duplo homicídio.

“Nossa linha de investigação não trabalha com a hipótese de suicídio, uma vez que os indícios levam a crer que houve duplo homicídio. Temos ainda algumas diligências em fase de conclusão, que poderão dar uma maior certeza sobre essa nossa linha de investigação”, afirma.

Na última sexta (10), os corpos de Waldemar Szpilouski de Souza e de Eva Aparecida Oliveira de Souza, marido e mulher, foram encontrados lado a lado na Serra da Gralha Azul, no interior de Prudentópolis. Uma espingarda foi encontrada ao lado dos corpos, que foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava.

Caso teve revivarolta e está sendo investigado pela Polícia Civil de Prudentópolis



Comentários

Enquete

Qual sua avaliação sobre a administração do prefeito Jorge Derbli?

  • Ruim
  • Razoável
  • Boa
  • Ótima
Resultados