Policial / Notícias

10/02/18 - 10h38 - atualizada em 10/02/18 às 10h43

Polícia Civil de Prudentópolis prende suspeito de sequestro

Homem estava com uma televisão e uma chave de veículo pertencentes a Pedro Solarski, de 58 anos, que está desaparecido desde a madrugada de quinta-feira

Da redação, com reportagem de Élio Kohut

A Polícia Civil de Prudentópolis prendeu nesta sexta-feira, 09, um homem suspeito de ter sequestrado o senhor Pedro Solarski, de 58 anos. Ele está desaparecido desde a madrugada desta quinta-feira, 08.

O delegado Osmar de Albuquerque Pontes Júnior relatou que a prisão ocorreu depois que a PC recebeu diversas informações anônimas sobre o caso. Ele estava com um televisor e uma chave de automóvel, que podem pertencer à vítima.  

Segundo o delegado, o boletim de desaparecimento foi registrado ainda na noite de quarta-feira. Depois, familiares desconfiaram que algo mais grave tivesse ocorrido com Pedro, uma vez que a residência dele estava toda revirada. Os familiares perceberam também que o televisor da casa havia sido levado juntamente com o veículo da vítima. 

“Tão logo tomou conhecimento destes detalhes, a Polícia Civil passou a diligenciar no sentido de localizar a vítima. A partir de informações e nomes de pessoas que tinham contato com esta vítima, os policiais procuraram elas para entender melhor o que estava se passando. Ao chegar na casa de uma pessoa que tinha contato com a vítima nos últimos dias, os policiais localizaram o aparelho televisor que teria sido subtraído da residência da vítima”, confirmou.  

O delegado confirmou a prisão do suspeito, que permanece na Delegacia de Prudentópolis à disposição da Justiça. “Agora, vamos intensificar e aprofundar a investigação para saber a exata medida do envolvimento deste indivíduo que está preso no desaparecimento do senhor Pedro. Vamos ver até que ponto ele tem ou não envolvimento no desaparecimento da vítima”, frisou. 

Pedro Solarski, de 58 anos, está desaparecido desde a madrugada da última quinta-feira, 08. Ele teria sido vítima de sequestro em Prudentópolis

Osmar confirmou ainda que o suspeito estava com a chave de um veículo VW Fox, de cor vermelha, que é a mesma marca do automóvel da vítima. O mesmo ainda não foi encontrado. “Nossa perspectiva nas próximas horas e nos próximos dias é de encontrar a vítima, e nossa esperança é de encontrá-la viva, e também encontrar o veículo para que possamos concluir esta investigação o mais rápido possível”, comentou. 

Sobre a linha de investigação, a Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese em relação à ocorrência. “É claro que o nosso desejo, a nossa esperança, é de que o senhor Pedro seja encontrado com vida. Agora, pela circunstância em que os fatos aconteceram, e até pelas informações preliminares obtidas, a PC cogita a possibilidade de ele ter sido vítima de um crime de roubo ou até mesmo de latrocínio (roubo seguido de morte), até porque o veículo dele ainda está sumido, e talvez tenham sumido outros objetos e dinheiro da sua residência”, comentou o delegado. 

Segundo Osmar, o suspeito teria dito apenas que adquiriu o televisor de uma outra pessoa. “A partir deste interrogatório, vamos aprofundar a investigação. Pedimos à população que colabore com a Polícia no sentido de que, a partir de agora, se tiver alguma informação sobre o paradeiro da vítima ou até mesmo do veículo dele, esta será de grande utilidade para que a PC consiga esclarecer estes fatos e localizar a vítima”, pontuou. 

De acordo com o delegado, em tese, nesta situação, o detento irá continuar preso, pois não pagou fiança cabível neste caso. “Ele vai continuar preso e à disposição da Justiça, e caberá ao Poder Judiciário analisar sobre a liberdade ou a permanência deste indivíduo preso até que os fatos sejam devidamente esclarecidos”, comentou. 

O delegado pede a colaboração da população no desaparecimento de Pedro Solarski, de 58 anos. Qualquer informação sobre o paradeiro da vítima pode ser repassada pelos telefones (42) 3446-1202 ou pelo 190 da Polícia Militar.

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Você votaria em Lula para presidente em 2018?

  • Não
  • Sim
Resultados