Política e Eleição / Notícias

16/01/18 - 16h21 - atualizada em 17/01/18 às 11h24

Câmara aprova Projetos de Lei que autorizam subvenções de convênios do Executivo iratiense

Projetos tratam de recursos que já estavam previstos no orçamento do município para 2018

Paulo Henrique Sava

A Câmara de Vereadores de Irati aprovou, em 1ª votação, durante sessão extraordinária realizada nesta segunda-feira, 15, os Projetos de Lei nº 01, 02, 03 e 04/2018, que tratam de recursos para subsidiar convênios e contratos colocados pelo Executivo no orçamento de 2018.

O projeto nº01 autoriza o Executivo a obter um crédito adicional e suplementar na importância de até R$ 27.560.500,00. O vereador José Bodnar, o Zequinha (PV), destacou que este Projeto foi elaborado para evitar um entrave na execução de alguns projetos.  

O vereador Roni Surek (PROS) ressaltou a importância do pedido feito pelo presidente da Câmara, Hélio de Mello, com os secretários de Arquitetura e Urbanismo, Dagoberto Waydzik, de Planejamento e Coordenação, João Almeida Junior, e com Joby Ayub, da Secretaria de Finanças do município. “Eles trouxeram vários esclarecimentos e explanações a respeito deste projeto. Parabenizo pela ideia porque estaremos aprovando um projeto de aproximadamente R$28 milhões. Agradeço aos funcionários que estiveram aqui presentes para dar estas explicações”, frisou. 

O Projeto de Lei nº 02/2018 autoriza o Executivo a obter crédito adicional suplementar na importância de até R$838 mil, para contratação de novos funcionários para a Secretaria de Bem Estar Social. No entanto, apesar de votar favorável, Zequinha solicitou uma lista dos profissionais a serem contratados para a secretária Sybil Ditrich, mas até a votação não havia sido atendido. Roni endossou as palavras de Zequinha, dizendo que também irá aguardar as justificativas da secretária para definir seu voto nesta quarta-feira, 17, quando os projetos devem entrar novamente em pauta.  

Parlamentares aprovaram projetos que liberam recursos já previstos no orçamento do Executivo iratiense para 2018

O presidente da Câmara, Hélio de Mello (MDB) destacou que os recursos para pagamento destes profissionais são oriundos do Governo Federal para manutenção de programas e ações já realizados pela secretaria. “Não se sabe por quanto tempo poderão continuar enquanto não vem este recurso, e elas não poderão ser executadas por pessoas concursadas, porque se faz um concurso, contrata as pessoas e daqui a pouco para de vir o recurso, e estas pessoas que foram contratadas continuam criando despesas para o município, porque não tem mais este tipo de ação. É interessante que isto seja esclarecido e que venha para esta Casa de Leis, para que os nobres pares possam votar com mais tranquilidade”, destacou. 

Os projetos nº 03 e 04/2018, também ligados à contratação de profissionais pela Secretaria de Bem Estar Social, que autorizam créditos adicionais de até R$332 mil e R$ 661 mil, também foram aprovados em 1ª votação. Os referidos projetos devem entrar novamente na pauta de votações nesta quarta-feira, 17, em sessão extraordinária marcada para as 11 horas da manhã, na Câmara de Irati.

Mesa diretora se reuniu com funcionários da Prefeitura de Irati, que deram explicações sobre os projetos apresentados

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados