Política e Eleição / Notícias

07/08/18 - 11h07 - atualizada em 07/08/18 às 15h48

Delegado de Rebouças desiste de candidatura à Câmara Federal

Eduardo Mady Barbosa atribui sua decisão à desistência de Osmar Dias de concorrer ao Governo do Estado pelo PDT

Paulo Henrique Sava

Delegado de Rebouças, Eduardo Mady Barbosa (PDT) desistiu de se candidatar à Câmara Federal

Eduardo Mady Barbosa não será mais candidato a Deputado Federal pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT). A decisão foi anunciada no fim de semana nas redes sociais. O delegado havia anunciado sua pré-candidatura no início do ano.

Conforme Barbosa, sua decisão foi motivada pela desistência do ex-senador Osmar Dias (PDT) de concorrer ao Governo do Estado. Isso, segundo o delegado, reduziria muito o tempo disponível do partido para propaganda no rádio e na TV. “Nós tínhamos um líder, uma ideia, uma estratégia. Depois desta decisão dele [Osmar Dias], que não cabe a mim contestar, até porque não sei os motivos, apenas o que foi alegado na mídia, resolvi por bem desistir da candidatura”, afirmou.

PUBLICIDADE

Conforme o delegado, o ex-prefeito de Irati, Odilon Burgath (PDT), continua sendo o candidato da região à Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Barbosa deve reassumir a função de Delegado da Polícia Civil, porém ainda não sabe se continuará ou não em Rebouças. “Sigo minha carreira policial. Vou me desligar da política por enquanto porque tenho que me dedicar à carreira policial. A população sofre pela falta de delegados e da continuidade das investigações, e eu quero me dedicar a isto até a minha aposentadoria, que deve ser em outubro”, frisou.

Sobre uma possível candidatura a outro cargo eletivo nas próximas eleições, Barbosa, que continua filado ao PDT, disse que ainda não sabe qual será seu futuro político. “Sabemos que o processo político é desgastante, demanda muito da vida da pessoa e da família. Não posso dizer que não, mas agora vou me dedicar à minha carreira, estou prestes a me aposentar e vou me dedicar à família também. Mais tarde eu não sei, pois o futuro a Deus pertence”, declarou.

PUBLICIDADE

Por conta de seu afastamento da política, Barbosa preferiu não se manifestar quanto ao apoio do PDT ao candidato a governador João Arruda (MDB). “A população tem que pensar bem e ver quais são as propostas que tem por aí. Eu mesmo, como pessoa, prefiro não me manifestar”, comentou.

Eduardo Mady Barbosa havia anunciado sua intenção em se candidatar a uma vaga na Câmara Federal no início do mês de abril. Na ocasião, ele disse que tomou a decisão por um indicativo da classe dos delegados do Paraná. Barbosa entrou para o Exército Brasileiro em 1986 e é 1º tenente da Reserva e, desde 1994, é delegado da Polícia Civil do Paraná. Inclusive, Eduardo Mady Barbosa já foi delegado na 41ª Delegacia Regional de Polícia de Irati.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários

Enquete

Considerando o ponto de vista da segurança pública, você concorda ou discorda da liberação da maconha?

  • Discordo
  • Concordo
Resultados