Política e Eleição / Notícias

18/04/18 - 13h22 - atualizada em 18/04/18 às 14h01

Relógio ponto vai ser instituído na prefeitura

Secretária de Administração falou ontem na Tribuna da Câmara de Irati

Jussara Harmuch

Daniele Cavalli é secretária de Administração do governo de Jorge Derbli (PSDB)

Convidada pelo legislativo, a secretária municipal de Administração de Irati, Daniele Cavalli, fez uso da Tribuna para apresentar as ações que têm sido desenvolvidas pela sua pasta e responder as dúvidas dos vereadores. Utilizando-se de uma apresentação por meio de slides, Daniele, que ocupa o cargo desde o início do governo de Jorge Derbli (PSD), demonstrou a forma como a secretaria está estruturada, desde sua localização no organograma geral da prefeitura, descrevendo os departamentos de atuação da Administração propriamente dita. 

A secretária falou da implantação de relógio ponto, a princípio no prédio da prefeitura e pátio de máquinas, despertando o interesse do vereador José Bodnar - Zequinha (PV) sobre a realização deste controle em outros departamentos. O parlamentar também quis saber sobre o destino de 18 relógios pontos adquiridos na gestão anterior por R$ 1.800,00 por unidade. A resposta foi que não poderão ser utilizados porque não se enquadram na legislação trabalhista e os novos aparelhos serão implantados em todos os setores.

PUBLICIDADE

Uma relação de ações realizadas de 2017 para cá foi detalhada. A secretária explicou que a composição das verbas da folha de pagamento inclui 25% da Educação, 15% da Saúde, dinheiro da iluminação pública, do Estar e parte de recursos livres para pagar dos 1.360 servidores (1137 concursados, 96 comissionados, 104 CLT, 25 conselheiros titulares).


A reposição salarial de 6,58% dada ao funcionalismo em 2017 foi citada. Ao ser indagada pelo presidente Hélio De Mello (PMDB) sobre a data-base de 2018, respondeu que foi feito um pedido ao sindicato que espere o fechamento do 1º quadrimestre antes de negociar qualquer aumento de gastos com pessoal. A possibilidade do pagamento de vale transporte também foi inquerida por Mello, mas este assunto não está em estudo neste momento, de acordo com Daniele.

PUBLICIDADE

O controle rigoroso na concessão de função gratificada e horas extras foi citado e a secretária lembrou de uma ação que a prefeitura responde a este respeito. “É de conhecimentos de todos vocês a ação que tivemos em relação às horas extras, mas já está arquivado e os servidores não terão de fazer esta devolução porque os gestores anteriores que estão sendo penalizados e talvez tenham de devolver esta importância”, disse.

Outro ponto destacado é a migração da central telefônica para central IP, gerando economia e rapidez no gerenciamento que agora é feito localmente. Um novo contrato de link aumentou a disponibilidade de internet, de 70 para 370 megabytes, velocidade superior ao custo 50% menor. Também a restauração do serviço de backup e de e-mails institucionais.

Ao todo a prefeitura possui 614 imóveis sendo que 527 são terrenos e áreas. O local onde funcionava antes a unidade de saúde do bairro Lagoa, transferida para um prédio novo, precisa hoje de reforma e pintura, mas já está sendo disputado por diversas secretarias. O presidente da Câmara, Hélio de Mello (PMDB), sugeriu à secretária que fosse feito uma doação da área para a associação de moradores utilizar como capela mortuária.

Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados