Política e Eleição / Notícias

15/02/17 - 09h45 - atualizada em 15/02/17 às 12h00

Sandro Alex confirma vinda de recursos de R$ 13 milhões do SEDU para Irati

Recurso será destinado por meio de empréstimo, com carência e taxas especiais. Deputado federal do PSD participou da Tribuna Livre na Câmara de Irati

Edilson Kernicki, com reportagem de Jussara Harmuch

Sandro Alex utilizou a Tribuna da Câmara de Irati para falar sobre recursos que serão liberados para o município de Irati
Durante participação na Tribuna Livre na segunda-feira (13), durante a segunda sessão ordinária da Câmara de Irati neste ano, o deputado federal Sandro Alex (PSD), confirmou a vinda de recursos da ordem dos R$ 13 milhões para o município de Irati, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (SEDU), para a pavimentação. O empréstimo vinha sendo negociado pelo prefeito Jorge Derbli (PSDB) e pelo secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior.

De acordo com Sandro Alex, foi ele quem mediou junto ao secretário estadual a cessão de empréstimo de mais R$ 1 milhão, pois a princípio se estimava o empréstimo de R$ 12 milhões ao município de Irati. A possibilidade da vinda dos recursos já tinha sido anunciada pelo próprio prefeito Jorge Derbli na primeira sessão do Legislativo, na semana passada.

O deputado manifestou que estava representando o secretário Ratinho Júnior, na ocasião, para assegurar a vinda dos recursos, via empréstimo, com prazos, carência e taxas especiais. “Eram R$ 12 milhões, mas agora são R$ 13 milhões. Fiz, inclusive, um pedido para que somasse mais R$ 1 milhão. [O empréstimo] será deliberado e aprovado pelos senhores [vereadores]”, destaca.

PUBLICIDADE
Os R$ 13 milhões devem ser aplicados da seguinte forma: R$ 3 milhões para equipamentos, para atender às estradas rurais; os R$ 10 milhões restantes serão divididos – R$ 5 milhões a serem indicados pelo Executivo e outros R$ 5 milhões devem atender a indicações do Legislativo.

Segundo Derbli, cada um dos dez vereadores vai poder destinar R$ 500 mil para a pavimentação de locais onde obtiveram maior votação ou que atenda a um maior número de pessoas.

“Assim, o Poder Executivo dá uma grande lição a todos nós; os senhores [vereadores] vão às comunidades e terão investimentos a apresentar a eles”, elogia o deputado. Ainda na Tribuna Livre, o deputado federal tratou de outros temas, respondendo às solicitações e dúvidas dos vereadores.

Obras na Unicentro

O vereador Roni Surek (PROS), que foi assessor parlamentar do deputado em Irati, questionou a respeito de obras paralisadas na Unicentro, que foram iniciadas a partir de emendas parlamentares destinadas por Sandro Alex. “Temos, realmente, inúmeras obras na Unicentro e que, pela execução delas, o empenho, a licitação, a abertura e, principalmente,  pelas dificuldades com o Governo Federal, foram atrasadas e paralisadas. Não vamos nos esquecer que tínhamos, até o ano passado, à frente do Governo Federal, um partido ao qual fiz oposição e votei a favor de seu impedimento como legislador. Por isso mesmo, isso me dificultou inúmeras obras paralisadas pela falta de pagamento e não só nessa obra. Inúmeros outros parlamentares também tiveram essa paralisação que, hoje, temos a segurança de que estão sendo pagas e atualizadas”, respondeu o deputado.

Sandro também enalteceu que, até 2012, não existiam investimentos federais na instituição e, desde então, ele já destinou cerca de R$ 5 milhões em emendas para a aquisição de equipamentos, para a construção de um pavilhão para o curso de Educação Física, para a construção de uma nova biblioteca e do ginásio da Unicentro.

As obras da biblioteca paralisaram com 30% do projeto executado, em junho de 2016. A biblioteca vinha sendo construída com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O deputado frisou a importância da participação nas reuniões para o planejamento dos investimentos do FNDE para os próximos quatro anos e também para a área social. As reuniões acontecem nesta quarta (15), na sexta (17) e, posteriormente, nos dias 8 e 9 de março.

As reuniões indicarão um diagnóstico sobre a necessidade dos municípios investir na Educação, no ensino fundamental. O deputado também mencionou os R$ 395 mil disponíveis para o município de Irati no Fundo de Assistência Social, sendo R$ 81 mil para aquisição de veículos e o restante para custeio e reforma de unidades.

Nos dias 8 e 9 de março, técnicos do FNDE visitarão a região para conversar com os secretários de Educação e com os prefeitos, a convite do deputado Sandro Alex, para formalizar a pactuação dentro do PAR (Plano de Ações Articuladas, do FNDE), um programa que prevê a construção de coberturas de quadras esportivas, supercreches, quadra 12 ou seis salas, ar-condicionado e ônibus escolares. Sandro instigou aos vereadores para que encaminhem à Secretaria de Educação de Irati quais obras são necessárias, nessa área, em suas comunidades, para os próximos quatro anos. “Quais são as obras importantes, que vocês querem para os próximos quatro anos, porque o diagnóstico é feito agora e tudo que nós formos, eu ou qualquer outro parlamentar, defender no FNDE, a base de dados é essa. Se não tiver no sistema, não há nenhum deputado ou senador que consiga empenhar e destinar [emendas]”, disse.

Municipalização de trecho da BR-153

Outra importante reunião que ocorre na sexta-feira (17) entre o prefeito Jorge Derbli e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), vai discutir a municipalização do trecho da BR-153 no perímetro urbano de Irati.

A rodovia federal é área de competência da União, o que, no passado, inviabilizou as sugestões apresentadas pelo Legislativo para que o Executivo considerasse, por exemplo, instalar passarelas para facilitar a travessia de pedestres ou fazer trevos na região da Vila São João. A situação muda se o trecho for municipalizado.

Na proposta de municipalização a ser apresentada por Derbli ao DNIT, fica contemplado o trecho da BR-153 desde o limite entre Irati e Imbituva, passando pela Alameda Virgílio Moreira, que começa no cruzamento com a BR-277 e vai até a rotatória e, depois, até a Unicentro.

“Ele precisa fazer uma adequação de uma rotatória e hoje ele é impedido, por ser uma rodovia federal, mas que todos sabem que está em perímetro urbano. Aí, sim, o fortalecimento de cobrarmos o desvio, pois isso, inclusive, fortalece a necessidade da execução [de um desvio]. Sabemos que neste ano o Governo Federal não dispõe de recursos, mas há uma previsão”, pontua o deputado.

PUBLICIDADE

Receita Federal

Também na sexta (17) ocorre uma audiência entre a Receita Federal e o Município de Irati para tratar da cessão de um imóvel da Caixa Econômica Federal para abrigar a Agência da Receita Federal (ARF) de Irati, que atende os dez municípios da região.

No ano passado, a contenção de despesas com aluguel chegou a fazer o governo federal cogitar a possibilidade de fechar a ARF de Irati e outras 99 agências da Receita Federal em todo o Brasil. Foi confirmado o fechamento de 23. Na época, o chefe da agência, Edson de Mattos Ledesma, disse que ainda que a decisão sobre não fechar a agência fosse um alívio, se mantinha o temor de que o governo federal retomasse a ideia posteriormente.

Escritório da Sanepar

Sandro Alex prometeu articular um encontro em Irati com o gerente Geral Sudeste da Sanepar, Antonio Carlos Girardi, para tratar de investimentos no município e discutir a viabilidade de retomar o Escritório Regional da Sanepar em Irati, que já existia, mas que há alguns anos foi fechado e agora tem atividades concentradas em Ponta Grossa, onde fica a sede da Gerência Geral Sudeste.

Sandro se comprometeu a promover uma audiência pública com Girardi em Irati, desde que Legislativo dê sinal positivo para sua realização.

Reforma da Previdência

O parlamentar adiantou como pretende se posicionar a respeito da polêmica Reforma da Previdência, que começou a ser discutida ontem (14), com direito a bate-boca entre os deputados Carlos Marun (PMDB-MS) e Arlindo Chinaglia (PT-SP), durante a sessão da comissão da Câmara que analisa a proposta.

“Não terá meu voto no projeto original enviado pelo Governo enquanto não contemplar melhor os agricultores. Enquanto os produtores, principalmente os agricultores, não forem contemplados num projeto de previdência, não voto a favor de projeto que vai prejudicar agricultor”, assegurou.

Viaturas

Ainda na Tribuna da Câmara, Sandro Alex destacou que em breve serão entregues uma nova ambulância e um micro-ônibus para a Saúde, através de repasses direcionados pelo deputado ao secretário estadual Michele Caputo Neto.

Além disso, duas emendas do deputado serão destinadas para aquisição de novos veículos para a Guarda Municipal de Irati: uma viatura e duas motos.  


Comentários

Enquete

Qual sua avaliação sobre a administração do prefeito Jorge Derbli?

  • Ruim
  • Razoável
  • Boa
  • Ótima
Resultados