Política e Eleição / Notícias

20/12/17 - 02h09 - atualizada em 20/12/17 às 02h20

Servidores da Câmara de Prudentópolis entram em férias coletivas a partir de sexta

Férias coletivas se estenderão de 22 de dezembro a 5 de janeiro, com o expediente sendo retomado em 8 de janeiro

Da Redação 

Câmara de Prudentópolis retoma atendimento no dia 8 de janeiro
Os servidores da Câmara Municipal de Prudentópolis entram em férias coletivas a partir desta sexta-feira (22), durante o período de recesso, que se estende até 5 de janeiro de 2018. O expediente normal será retomado em 8 de janeiro. A medida foi determinada pelo presidente do Legislativo, o vereador Marcos Roberto Lachovicz (PSDB), através da Portaria 047/2017, publicada no Diário Oficial do Município de Prudentópolis desta terça-feira (19).

Como justificativa, o presidente da Câmara leva em conta o período de recesso legislativo e o fato de que a última sessão ordinária do ano ocorreu na terça (19). Lachovicz também considera os princípios de economicidade e de eficiência do serviço público – que não serão prejudicados pelas férias. Por fim, a justificativa destaca a necessidade de adotar uma prática administrativa condizente com esses dois princípios de modo a que se antecipem as férias sempre que possível, a fim de que o gozo de férias não prejudique o andamento do serviço público durante o ano.

Assim, ficam suspensas as atividades internas e de rotina da Câmara Municipal de Prudentópolis, e até mesmo o expediente de atendimento ao público, entre os dias 22 de dezembro e 5 de janeiro. Os servidores terão férias coletivas durante esse período. Esses dias serão computados no cálculo do período de férias ordinárias de cada servidor, com a devida compensação pelo Setor Contábil. Poderão ser antecipadas também as férias dos servidores que ainda não possuem férias vencidas.

A exceção fica por conta dos funcionários do Setor Contábil, que manterão expediente interno para realizarem tarefas de cunho financeiro e contábil que precisam ser concluídas ainda neste ano. Caberá a esses servidores justificar diretamente ao presidente da Câmara os dias trabalhados e os não trabalhados durante o período de recesso, para eventual compensação em período de férias ordinárias.

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Você votaria em Lula para presidente em 2018?

  • Não
  • Sim
Resultados