Rádio Najuá

Top 5 do Brasileiro: golaços, dribles, defesas, sarrafos e chances perdidas

06/12/11 - 18h44 - Atualizado em 06/12/11 - 18h44

Globo Esporte - RJ

Durante o Brasileirão, a cada rodada o globoesporte.com elegeu um Top 5 com os gols mais bonitos, as defesas mais espetaculares, os dribles mais desconcertantes, as entradas mais violentas...

Com o término do campeonato, chegou a hora de fazer uma lista final dos cinco mais em cada categoria.

Os cinco gols mais bonitos
Golaços inesquecíveis foram marcados no Brasileiro, e prova disso é que o primeiro gol de Neymar em Flamengo 5 x 4 Santos foi selecionado para concorrer ao gol mais bonito do ano em eleição promovida pela Fifa. Também em jogadas individuais, os são-paulinos Lucas e Dagoberto entraram na galeria de arte da competição. Sem dribles, mas com apenas uma pedalada fatal, os centroavantes Fred (Fluminense) e Leandro Damião (Inter) acertaram belas bicicletas e entraram na lista.

Os cinco dribles mais desconcertantes
Se o Campeonato Brasileiro foi marcado pelo equilíbrio, a disputa pelo drible mais desconcertante foi tão parelha quanto. Ronaldinho Gaúcho, Lucas, Neymar, Deco e Rafinha conseguiram integrar essa seleção. Os dois primeiros levantaram as torcidas de Flamengo e São Paulo com humilhantes canetas. O santista, o tricolor e o coxa-branca aplicaram chapéus inesquecíveis, assinando verdadeiras obras-primas.

As cinco defesas mais espetaculares
Foram 1.017 gols no Brasileirão. E poderiam ser mais, não fossem alguns vilões impedindo que as bolas parassem no fundo da rede. Em alguns casos, fizeram isso com estilo e alto grau de dificuldade. Na lista das maiores defesas do campeonato, há dois goleiros consagrados: o eterno ídolo tricolor Rogério Ceni e o alvinegro Jefferson. Três goleiros que buscam consolidar o nome no cenário nacional integram a lista: o coxa-branca Vanderlei, o atleticano Renan Ribeiro e o colorado Muriel.

Os cinco gols mais perdidos
O campeonato terminou no domingo, mas muitos torcedores ainda devem estar reclamando daquele pontinho perdido aqui, de uma chance inacreditável ali... Resultados poderiam ter sido diferentes caso os artilheiros não tivessem pisado na bola. Mas quem é fã do Inacreditável Futebol Clube certamente se divertiu com gols perdidos por Deivid, Loco Abreu, Anselmo Ramon, Rafael Santos e Elton. As reações às vezes também são engraçadas: uns mostram expressão de vergonha, e outros se revoltam, abusando de gestos e palavrões.
 
As cinco entradas mais violentas
Nem só de gols e jogadas bonitas é feito o Brasileirão. Houve quem ficasse marcado negativamente. Os flamenguistas Gustavo e Airton, com um soco e uma cotovelada, respectivamente, entraram para a seleção dos botinudos. Anselmo Ramon, do Cruzeiro, deu um carrinho capaz de derrubar dois adversários ao mesmo tempo. Hélder, do Bahia, acertou praticamente um golpe de artes marciais em Thiago Neves. E Bolívar foi autor de uma solada responsável por tirar Dodô dos gramados por seis meses.