Cultural / Entretenimento

11/09/19 - 22h56 - atualizada em 12/09/19 às 00h07

Diversidade de estilos marca III Festival Canta Aí, na Unicentro

Estudante de História, Leonardo Stefaniak, venceu na categoria Interpretação. Na categoria Composição, a vencedora foi a banda de reggae acústico A.L.A.

Da Redação, com reportagem de Amanda Pieta da Assessoria da Unicentro. Fotos: Unicentro

 

Vários talentos da cena independente desfilaram no palco do auditório Denise Stoklos, na Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), nos dias 5 e 6 de setembro, durante o III Festival Canta Aí. O evento serviu de classificatória para o 9º Festival Unicentro da Canção (FUCA), que ocorre em Guarapuava nos dias 25, 26 e 27 de setembro.

Confira mais fotos do festival clicando aqui

Nove candidatos se apresentaram na segunda noite de audições do Festival, na sexta-feira (6). Foram revelados, nesta noite, os vencedores das categorias Interpretação e Composição. Entre eles, os classificados para a final do FUCA.

Para o aluno de Geografia, Pablo Prado, que assistiu às apresentações, a experiência foi revigorante. “O Festival está dando essa voz para vários artistas independentes. Vemos vários talentos diferentes, vários estilos, e essas pessoas estão aqui para serem ouvidas e nós é que somos premiados com isso, com músicas boas, com bons artistas”, avaliou.

Na categoria Interpretação, quesitos como qualidade vocal e performance fazem toda a diferença. Na categoria Composição, letra, melodia e interação com os instrumentos garantiram pontos. Para a radialista Marileia Padilha, jurada do Festival, a qualidade dos candidatos chamou a atenção. “São jovens talentos, iniciando a carreira agora. Todos têm a sua qualidade, todos têm o seu talento, sim”, disse.

PUBLICIDADE

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

A diversidade de estilos foi o ponto marcante das apresentações da noite para a cantora Marli Traple, outra jurada do Canta Aí. “A pessoa vem aqui e canta uma sertaneja. Daqui a pouco um vem e canta uma gaúcha, uma nativa. De repente, vem alguém e canta um reggae. E, assim, se expressando, falando de temas que são muito atuais, como a cultura e a educação, que são temas importantes para a nossa sociedade”, observou.

O vencedor da categoria Interpretação foi o estudante de História, Leonardo Stefaniak, que performou a música Highway Tune, da banda americana Greta Van Fleet, de hard rock. “Eu queria uma música que fizesse o povo vir para perto de mim e trazer essa sensação deles de estar junto comigo, de levantar todo mundo que estava assistindo. Era justamente para me divertir e divertir o público também”, disse o concorrente.

Na categoria Composição, a banda de reggae acústico A.L.A. faturou o primeiro prêmio. A composição “Lua”, de autoria do vocalista Lincoln Grooski, encantou o público e os jurados. “O nível do Fuca é bem alto. A gente conhece bastante pessoas que vão participar lá. Então, a expectativa de estar competindo com eles e de ter conquistado a vaga para a final por aqui, que também foi um nível bem alto, a expectativa é muito boa, vamos ver o que Fuca vai guardar para a gente”, comentou Lincoln, sobre as expectativas para o próximo compromisso na agenda.

PUBLICIDADE

Além de Leonardo e Lincoln, os segundos lugares de suas categorias vão participar do FUCA, no fim do mês. Os cinco primeiros colocados das duas categorias receberam troféus em formato de clave de Sol.

Aline Scolari, de 15 anos, recebeu uma premiação inédita: o Destaque da Comunidade. A adolescente interpretou a música “Eu era órfão”, de Nel Braga. “Foi surpreendente, foi do nada, eu não esperava”, disse.

O Festival Canta Aí serve também como um chamariz para a aproximação entre a Unicentro e a comunidade, conforme destacou a diretora de Promoção Cultural do campus Irati, a professora Alexandra Lourenço. “Enquanto evento cultural, o Festival Canta Aí é o nosso principal evento do ano, e que envolve realmente a comunidade externa. Nós vemos bandas do Ensino Médio, familiares vindo assistir, colegas vindo com torcida organizada, com faixas. Então, é espetacular. Além dos jurados também, que nós buscamos trazer pessoas da cidade e de fora”, analisou.

PUBLICIDADE


Comentários