Cultural / Entretenimento

12/11/19 - 11h42 - atualizada em 12/11/19 às 11h51

Encontro de Tradições levou três dias de arte e cultura para Palmeira

O encontro celebrou a grande diversidade cultural das formas populares de expressão brasileiras

Assessoria FC Comunicação


Foi encerrado neste domingo, em Palmeira, o 2º Encontro de Tradições, evento cultural que durante três dias reuniu mais de 40 grupos de arte popular e artesãos. O encontro celebrou a grande diversidade cultural das formas populares de expressão brasileiras, com programação gratuita. Uma estrutura montada na Praça Marechal Floriano, no centro histórico da cidade, recebeu um grande público, incluindo 6 mil crianças da rede pública e privada da região.

O Encontro de Tradições foi realizado pela Olaria Cultural, com apoio da Copel por meio do PROFICE – Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura da Secretaria de Comunicação Social e Cultura do Governo do Estado do Paraná.

Pela Tenda Palco, passaram 15 grupos nos três dias de festa. Artistas de todo o Paraná foram convidados, representando manifestações tradicionais como fandango, danças ucranianas, viola caipira, boi de mamão, tambores africanos e arte indígena. Já pela Feira de Arte Popular e Artesanato, mais 15 expositores apresentaram suas criações.

Entre os destaques do palco, se apresentaram a Congada Ferreira da Lapa (grupo que celebra 200 anos de atividade em 2019), a Orquestra Paranaense de Viola Caipira de Cascavel, o Grupo de Fandango Mestre Eugênio (formado exclusivamente por crianças), o Boi de Mamão da Associação Mandicuera e o Folclore Ucraniano Spomen, de Mallet. O músico Itaercio Rocha também comemorou 40 anos de carreira no evento.

Na Feira de Artesanato, o público pode conferir desde peças indígenas da etnia Guarani até as coloridas Pêssankas, os tradicionais ovos decorados ucranianos, passando por criações em madeira, palha, tecidos, entre muitas outras atrações.

Receba notícias pelo WhatsApp, envie SIM por aqui 

PUBLICIDADE

Comentários