Música / Entretenimento

12/03/12 - 10h14 - atualizada em 12/03/12 às 10h22

"Já era apaixonada pelo Brasil antes de conhecer Jesus Luz", diz Madonna

Como contar uma bonita história de amor? Madonna aceitou o desafio e voltou a trabalhar com cinema, só que agora atrás das câmeras, claro. Mas tudo isso, sem deixar a música de lado.

Da Globo

 

 


Como contar uma bonita história de amor? Madonna aceitou o desafio e voltou a trabalhar com cinema, só que agora atrás das câmeras, claro. Mas tudo isso, sem deixar a música de lado, ainda bem!

"Cuidado com a cabeça!", brinca Madonna, enquanto a repórter Giuliana Morrone desvia do microfone para entrevistá-la.

Na conversa, a superestrela foi assim: simples e direta. Ela contou por que decidiu dirigir um filme sobre Wallis Simpson, a socialite americana pivô de um dos maiores escândalos da nobreza britânica nos anos 30.

"É como dizem, há sempre dois lados de uma história. Quem sabe até mais de dois", ela disse.

Wallis se separava de seu segundo marido quando foi pedida em casamento pelo recém coroado rei da Inglaterra, Eduardo VIII. A união com uma plebeia estrangeira e divorciada não foi bem recebida nem pelo Parlamento, nem pela Igreja Anglicana, da qual o rei era o líder. Para evitar uma crise, Eduardo VIII abdicou da coroa em 1936, com menos de um ano no poder, e escolheu ficar ao lado de seu grande amor.

“Eu acho que Wallis foi injustiçada nos livros de história. As pessoas sempre destacaram a renúncia do príncipe, mas ela também fez um sacrifício grande”, disse Madonna.

Esta não é a primeira vez de Madonna dirigindo filmes. Em 2008, ela rodou "Sujos e Sábios", uma comédia romântica que não animou a crítica. Como atriz, ela teve mais sucesso. Ganhou um Globo de Ouro em 1997 por seu papel em "Evita".

Em seu novo trabalho, "W.E. - O romance do século", a cantora tenta mais uma vez emplacar como diretora. Mas o filme afundou nas bilheterias: arrecadou menos de US$ 50 mil em sua estreia nos Estados Unidos.

Madonna disse que se identificou com Wallis. Há 12 anos, ela também se mudou para a Inglaterra, quando se casou com o diretor inglês Guy Ritchie. Veio o divórcio, ela voltou para os Estados Unidos, surgiram outros amores em Nova York e até no Brasil.

Em 2009, o romance com o modelo brasileiro Jesus Luz fez barulho.

“Quero deixar bem claro que antes de ter conhecido Jesus eu já era apaixonada pelo Brasil. É um dos melhores lugares do mundo. Os brasileiros são apaixonados pela vida”, revelou Madonna.

O namoro durou pouco mais de um ano, mas a “material girl” não ficou sozinha muito tempo. Ela tem sido vista com o dançarino francês Brahim Zaibat, 29 anos mais novo que ela.

"Eu me interesso por pessoas não convencionais", disparou Madonna. Simples e direta.

Talvez por isso a parceria com a rapper nada convencional Nicki Minaj na música "Give me all your love", o primeiro trabalho do novo álbum que vai ser lançado ainda este mês. Na letra, Madonna manda o recado: "Eu sou uma garota diferente. Você tem que entrar no meu mundo e me dar todo o seu amor".

 

Comentários