Futebol / Esportes

02/04/17 - 19h06 - atualizada em 03/04/17 às 10h25

Após 20 cobranças de pênaltis, Gedequim conquista Copa Folha

Gedequim e C.A.Reboucense empataram por 1 a 1. Nos pênaltis, time iratiense venceu por 9 a 8

Rodrigo Zub

Em sua primeira participação na Copa Folha, Gedequim conquistou o título
A 5ª edição da Copa Folha de Irati/Construtora Derbli/Park Dance foi decidida nos pênaltis. Foram necessárias 20 cobranças para definir o campeão. O Gedequim levou a melhor e venceu o Clube Atlético Reboucense, por 9 a 8, conquistando o título inédito em sua primeira participação na competição. A final teve um bom público no estádio Municipal Abrahm Nagib Nejm, em Irati, na tarde deste domingo, 2.

Equipes marcam de pênalti no primeiro tempo

O jogo foi truncado durante os 90 minutos. Os gols da partida foram marcados ainda no 1º tempo. O time reboucense saiu na frente com o artilheiro Black, que converteu pênalti sofrido por ele mesmo. Na jogada, o atacante recebeu na área, tentou o drible sobre o zagueiro e capitão do Gedequim, William Korevar, e logo depois caiu. No entendimento do árbitro Matheus Scavinski, William cometeu falta. Na cobrança do pênalti, Black deslocou o goleiro Mauricio e abriu o placar para o Clube Atlético Reboucense.

PUBLICIDADE
O empate saiu ainda no primeiro tempo. Após cobrança de lateral do Gedequim, a bola bateu na mão do volante Adriano, do Reboucense. Na cobrança de pênalti, Gustavo bateu fraco e facilitou a defesa do goleiro Rodrigo. Porém, no rebote, Nathan finalizou para o gol e empatou a partida.

Segundo tempo amarrado

Ficha Técnica:

Final da Copa Folha de Irati

Gedequim 1x1 C.A.Reboucense

Pênaltis: Gedequim 9x8 Reboucense

Gols: Black (Reboucense); Nathan (Gedequim)

Cartões amarelos: William Korevar, Mohá, Alex, Hiorann e Custódio (Gedequim), Black, Chacal, Edmar, Chupim e Maicon (Reboucense)

Árbitro: Matheus Scavinski 

Assistentes: Marcos Aurélio dos Santos e Rodrigo Kanarski

Gedequim: Mauricio, Toninho (Rigoni), William Korevar, Luis Augusto e Wagner; Mohá, Nathan, André (Custódio) e Danielzinho (Hiorann); Gustavo (Alysson) e Alex. Técnico: Aguinaldo dos Santos

C.A.Reboucense: Rodrigo, Chupim (Anderson), Edinho, Felipe e Fabiano; Maicon, Adriano, Chacal e Élcio (Edmar); Silvinho e Black. Técnico: Charles

No segundo tempo, os treinadores Aguinaldo dos Santos, do Gedequim, e Charles, do Reboucense, mudaram suas equipes, mas não conseguiram alterar o panorama da partida.

O time reboucense teve as melhores chances nos pés do atacante Silvinho. Em um dos lances, ele recebeu lançamento na área e chutou de bico sobre o gol de Mauricio. Pouco depois, Black cruzou para o camisa 10 do Reboucense, que se esticou e desviou a bola para fora.

Já o Gedequim acertou duas bolas na trave na mesma jogada. Mohá cobrou falta, a bola desviou na barreira e acertou a trave de Rodrigo. No rebote, André chutou com o gol vazio e carimbou novamente o poste do Clube Atlético Reboucense.

No fim da partida, o Reboucense quase marcou o gol do título, mas também acertou a trave. 

A arbitragem teve dificuldades para controlar os ânimos dos atletas na segunda etapa. Vários cartões foram aplicados em virtude de reclamações contra as marcações do árbitro e após discussões entre jogadores das duas equipes. 

Decisão por pênaltis

Com o empate por 1 a 1, a decisão foi para os pênaltis. Na primeira cobrança do Clube Atlético Reboucense, Maicon não conseguiu passar pelo goleiro Mauricio, que fez boa defesa. O Gedequim converteu a primeira cobrança com Custódio. Na sequência, Fabiano marcou para o Reboucense e Rigoni para o Gedequim. Na terceira cobrança, Edmar fez para o Reboucense e Mohá chutou para fora para o Gedequim. Com isso, o placar voltou a ficar empatado em 2 a 2. Depois disso, todos os jogadores converteram as penalidades. Adriano marcou o terceiro para o Reboucense. Hiorann empatou. Black fez o quarto gol do Reboucense. Alysson igualou novamente o placar fechando a contagem de 4 a 4 na primeira série de cobranças.

Nas batidas alternadas, Silvinho e Nathan marcaram na sexta cobrança. Chacal e Wagner também balançaram as redes. Na sequência, Edinho e Luis Augusto marcaram e o placar permaneceu empatado em 7 a 7. Na nona cobrança, o goleiro Rodrigo mostrou categoria e deslocou Mauricio. William Korevar também converteu e evitou o título do Reboucense. Na décima cobrança, Felipe chutou fraco e parou em Mauricio. Já Alex marcou e definiu a vitória do Gedequim, por 9 a 8.

Premiação

Após o jogo foi realizada a cerimônia de premiação da 5ª Copa Folha de Irati/Construtora Derbli/Park Dance, que teve as participações do presidente da Liga Iratiense de Futebol, Ronildo Surek, do prefeito de Irati, Jorge Derbli, do secretário de Esportes e Lazer de Irati, Antonio Celso de Souza (Xoxolo), do diretor da Folha de Irati, Nilton Pabis, entre outros desportistas e empresários da cidade.

O Gedequim recebeu o troféu de equipe mais disciplinada da competição. O goleiro Rodrigo, do C.A.Reboucense, sofreu apenas oito gols e foi o menos vazado da competição. Já o atacante Black, do Reboucense, foi o artilheiro com 11 gols. Os atletas do Gedequim (campeão) e do C.A.Reboucense (vice) também receberam troféus e medalhas.

O Gedequim recebeu a quantia de R$ 2 mil pelo título. Já o C.A.Reboucense ganhou R$ 1 mil. 

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados