Futebol / Esportes

20/03/12 - 01h51 - atualizada em 20/03/12 às 02h15

Batel completa 61 anos com esperança de retornar ao futebol profissional

Diretoria reuniu craques do passado para um amistoso contra os veteranos do Atlético/PR. Derrota não tirou a alegria do torcedor guarapuavano
Da Redação


À tarde de domingo, 18, foi especial para os guarapuavanos que gostam de futebol. Foi um domingo, para reencontrar o vermelho e preto que fez história na década de 1990. A Associação Atlética Batel completou 61 anos com uma grande festa.  O amistoso entre os veteranos do Batel e do Atlético/PR fez o torcedor relembrar de nomes como Dirceu Pato, Marabá, Toninho Paraná, Alex Lopes, Evair Censi e outros craques do passado. Dentro de campo os rubro-negros de Curitiba levaram a melhor e venceram com certa facilidade. Porém, o placar de 5 a 1, foi o que menos importou para o torcedor do Batel.

Craques do passado reviveram momentos de glória no estádio Waldomiro Gelinski


Foi dia de tirar a camisa do guarda roupa e exibir com orgulho no estádio Waldomiro Gelinski, palco de grandes vitórias contra os principais clubes do Estado. O torcedor do atleticano também ficou feliz de ver seus ex-ídolos de perto. O ex- goleiro Ricardo Pinto e o volante Leomar que passou pela seleção quando Leão foi técnico em 2000, foram os principais destaques do Furacão.

Cerca de duas mil pessoas mostraram que o guarapuavano ainda se empolga com um bom jogo de futebol aos domingos à tarde e anseiam pelo retorno do Batel ao profissionalismo. A esperança de ver o time um dia de volta a elite do futebol paranaense superou a dor da derrota.

Comentários

Enquete

Reforma da Previdência

  • Nenhuma das respostas
  • Não deve mexer nos que ganham menos
  • Não é necessária
  • Deve ser ampla
Resultados