Futebol / Esportes

09/12/19 - 11h17 - atualizada em 09/12/19 às 16h35

Danúbio é campeão do Campeonato Amador

Time de Guarapuava venceu Independente, de virada, no segundo jogo da decisão realizado no estádio Orestes Pallú, em Rio Azul

Rodrigo Zub, com fotos de Alfredo Pires, Neizinho Pepe e Liga de Futebol Centro-Sul


Com grande atuação do goleiro Bender, o Danúbio venceu o Independente, de virada, na segunda partida da final do Campeonato Amador da Nova Liga de Futebol Centro-Sul. O time do Distrito de Entre Rios, em Guarapuava, ganhou o jogo por 2 a 1, na tarde de domingo, 8, no estádio Municipal Orestes Pallú, em Rio Azul.

O resultado garantiu o título a equipe comandada por Rodrigo Stasiak, o “Toco”, que já havia vencido o confronto de ida pelo placar de 1 a 0, com gol do lateral Patinho.

Na partida decisiva da competição, o Independente se impôs e comandou as ações no primeiro tempo. Os donos da casa criaram várias chances de gol nos primeiros minutos de bola rolando. Black desperdiçou duas oportunidades diante de Bender. Já o volante Marlon teve uma cabeçada defendida pelo goleiro. Toninho em chute de fora da área também levou perigo a meta do Danúbio. A equipe do técnico Ari Andrade seguiu pressionando e perdendo gols, principalmente com o atacante Black. Lucas Stresser também recebeu uma bola livre de marcação na grande área e chutou de perna direita para fora. Já Neguinho tentou chutar colocado, mas finalizou em cima de Bender.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, Lucas aproveitou passe de Black e apenas escorou para o gol vazio dentro da pequena área. Desta forma, o primeiro tempo terminou com a vitória do Independente, por 1 a 0. Esse placar levava a disputa para a prorrogação.

PUBLICIDADE

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

Na volta para o segundo tempo, o treinador do Danúbio reconheceu a nossa reportagem que seu time foi dominado pelo adversário na etapa inicial. Prova disso foi que ele fez uma alteração ainda no primeiro tempo com a entrada de Ricardinho na vaga do lateral Patinho, que não estava conseguindo conter os avanços de Marquito, um dos destaques do Independente na partida. No intervalo, Rodrigo Toco ainda precisou fazer mais uma substituição com a contusão do zagueiro Mascote. Gaúcho entrou em seu lugar. Já Ari manteve os donos da casa com a mesma formação do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Independente teve a primeira chance com Toninho, que chutou de fora da área e obrigou o goleiro Bender a praticar outra defesa. Precisando pelo menos empatar para ficar com o título, o Danúbio teve postura diferente e passou a buscar o ataque explorando a velocidade de seus jogadores ofensivos. Alemão obrigou o goleiro Gilsinho a fazer boa defesa em chute de fora da área. No rebote, Anderson chutou para fora.

O Independente respondeu com uma cabeçada de Décio para fora. Aos 14 minutos, Bruninho empatou para o Danúbio. Três minutos depois, Anderson cruzou para a área, Alemão desviou de cabeça e Tuto completou para o gol de Gilsinho, fazendo 2 a 1 para os visitantes.

Depois de cair de produção na segunda etapa, o Independente ainda tentou o empate na base do abafa. Black e Oscar Paraguaio em cobrança de falta tiveram oportunidades de empatar o jogo. Já o Danúbio seguiu levando perigo em contra-ataques. Tuto, Cebola e Anderson quase marcaram o terceiro.

No fim da partida, o técnico do Independente fez mudanças no setor ofensivo com as entradas de Edecesar, Bruno, Cassiano, Hiorann, Miguel e Fernandinho. O time da casa pressionou em bolas erguidas na área. Em um dos lances, Décio quase encobriu Bender, que espalmou para escanteio. O goleiro guarapuavano ainda teve dificuldades para segurar um chute de fora da área de Fernandinho. Na sequência, Hiorann bateu uma falta com perigo e Marquito chutou para fora. Na melhor chance, Bruno recebeu na área e escorregou na hora de chutar. Com isso, a zaga do Danúbio conseguiu afastar a bola, já que o goleiro também tinha caído no lance. Desta forma, os visitantes suportaram a pressão e comemoraram o título com a vitória por 2 a 1.

A 1ª edição do Campeonato Amador da Nova Liga de Futebol Centro-Sul teve início no dia 22 de setembro com a participação de oito equipes, que foram divididas em dois grupos regionalizados. No grupo A ficaram os times da região de Guarapuava (Danúbio, Pinhão, Guará e Resenha). O grupo B teve equipes da região Centro-Sul (Independente, Passatempo, Fortaleza/Clube Atlético Imbituvense e Atlético Reboucense). No total, foram disputados 29 jogos com 105 gols. Foram distribuídos 155 cartões amarelos e 18 vermelhos.

Classificação final:

1º Associação Esportiva Danúbio

2º Independente Esporte Clube

3º Pinhão

4º Passatempo Futebol Clube

5º Fortaleza/Clube Atlético Imbituvense

6º Associação Recreativa Guará

7º Resenha Futebol Clube

8º Atlético Reboucense

A equipe mais disciplinada foi o Independente que recebeu 27 cartões amarelos e um vermelho em dez jogos, totalizando uma média de três cartões por jogo. O artilheiro foi Lucas, do Pinhão, com sete gols. O goleiro menos vazado foi Carlos Bender, do Danúbio, que sofreu oito gols.

Ficha Técnica:

Independente 1x2 Danúbio

2º jogo da final do Campeonato Amador da Nova Liga de Futebol Centro-Sul

Local: Estádio Municipal Orestes Pallú, em Rio Azul

Data: 08/12/2019

Cartões amarelos: Marlon e Bonotto (Rio Azul); Tuto e Cebola (Danúbio)

Árbitro: Adenilson de Lima

Assistentes: Wilson Batista e Márcio Gonçalves

Representante: Yasmin Batista

Danúbio: Bender, Patinho (Ricardinho), Valdir, Mascote (Gaúcho) e Matheuzinho. Tuto, Polaco, Bruninho e Góes (Cebola). Alemão e Anderson. Técnico: Rodrigo Stasiak (Toco).

Independente: Gilsinho, Bonotto, Marquinhos, Décio (Miguel) e Oscar Paraguaio; Marlon (Bruno), Toninho (Cassiano), Neguinho (Fernandinho) e Marquito. Black (Edecesar) e Lucas (Hiorann). Técnico: Ari Andrade.


Comentários