Futebol / Esportes

22/12/18 - 16h02 - atualizada em 22/12/18 às 16h46

Direção do Independente elogia campanha dos pratas da casa

Equipe de Rio Azul chegou na semifinal do Campeonato Amador da Liga Iratiense de Futebol

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub 

Independente atuou apenas com jogadores do próprio município de Rio Azul no Campeonato Amador

A participação do Independente no Campeonato Amador da Liga Iratiense de Futebol foi avaliada de maneira positiva pelo presidente do clube, Elismar Corosque. A única equipe de Rio Azul a participar da competição foi formada por “pratas da casa”. O time foi eliminado na semifinal pelo Atlético Reboucense.

“Se eu tivesse que dar uma nota de 0 a 10 para a participação, seria 10. Tem algumas coisas que precisamos rever, mas tem outras que deram muito certo”, analisa Corosque. A diretoria do clube pretende inscrever, no próximo ano, uma equipe única no Campeonato e afirma já ter um aval positivo dos atletas.

“Nossa torcida estava um pouco desacreditada, mas no final do campeonato veio a acreditar e somar e está pedindo isso. Em 2019, acredito que vamos participar de alguns campeonatos, sim. Vamos trabalhar e treinar a equipe para isso”, assegura.

Já o empresário Luís Edson Zuconelli, que também integra a diretoria do Independente, tem uma opinião diversa a respeito da formação de uma única equipe para representar o município de Rio Azul no Campeonato Amador. Segundo ele, o entrosamento entre os atletas foi prejudicado.

Ouça o áudio completo com os dirigentes do Independente no fim do texto

PUBLICIDADE

“É complicado pegar três equipes e fazer só uma. Na parte de entrosamento da equipe dentro de campo não fomos tão bem. Mas o entrosamento do dia a dia, como seres humanos, como amigos, como familiares foi uma experiência maravilhosa, da qual temos colhido bons frutos”, analisa.

Do ponto de vista empresarial, Zuconelli considera uma boa iniciativa continuar a patrocinar o Independente, pois tanto ele como os demais apoiadores são empresários estabelecidos em Rio Azul, sem filiais em cidades vizinhas e, por outro lado, os atletas fazem parte da clientela. “Os atletas são clientes, os parentes dos atletas são ou virão a ser clientes. Para mim é ótimo, pois junto o gosto pelo futebol com a divulgação da minha empresa”, comenta. A campanha da equipe, segundo o empresário, despertou o interesse de outros comerciantes em patrocinar futuras competições.

PUBLICIDADE

Osvaldo Kosciuk Júnior, que também faz parte da diretoria do Independente, elogia a integração existente entre os membros do clube, algo que ele alega jamais ter visto de forma tão contundente ao longo dos seis anos que desempenhou o cargo de secretário municipal de Esportes. “Quero parabenizar a cada membro da diretoria que se esforçou e se entregou para que esse projeto desse certo. Estamos contentes com o resultado. Quando iniciamos o projeto, não tínhamos ideia do que ia acontecer, pois era algo novo essa junção de atletas de três equipes, quer dizer, poderia haver conflito de egos e não teve. Todo mundo que jogou, jogou bem e todo mundo que jogou entendeu porque não jogou”, comenta.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Acompanhe a entrevista completa com os dirigentes do Independente 

Comentários

Enquete

Reforma da Previdência

  • Nenhuma das respostas
  • Não deve mexer nos que ganham menos
  • Não é necessária
  • Deve ser ampla
Resultados