Futebol / Esportes

17/12/13 - 16h48 - atualizada em 17/12/15 às 01h08

Independente recebe Moção de Aplauso

Câmara de Rio Azul prestou homenagem aos atletas, comissão técnica e dirigentes do time que se sagrou campeão inedito do Campeonato Amador da Liga Iratiense de Futebol
Rodrigo Zub

O plenário da Câmara de Vereadores habitualmente é um local onde são discutidos e votados projetos e decididos os encaminhamentos políticos de um município. Porém, nesta segunda-feira, 16, os assentos da plateia pareciam cadeiras de uma arquibancada lotada a espera de seus ídolos. Dessa forma, os rio-azulenses prestaram suas homenagens aos dirigentes, atletas e comissão técnica do Independente Esporte Clube, campeão Amador da Liga Iratiense de Futebol em 2013.

O time rio-azulense recebeu uma Moção de Aplauso, proposta pelos vereadores Sérgio Mazur (PPS) e Edson Paulo Klemba (PSD), que foi aprovada por unanimidade na Câmara.

Fotos: Fábio Souza

{album}

Presidente do clube fala sobre a conquista

Presidente do Independente, Eloir de Quadros (Gordo), amargou dois vice-campeonatos antes de levantar a taça de campeão do Campeonato Amador. Em seu quarto ano a frente do clube, Gordo agradece a homenagem concedida pelos vereadores de Rio Azul e diz que a cerimônia será um momento marcante em sua vida. O presidente parabenizou a dedicação dos atletas, comissão técnica, patrocinadores, torcedores e todos que apoiaram a equipe neste ano.

Pensando no bicampeonato, Gordo comenta que seu mandato a frente do clube será encerrado no dia 29 de abril de 2014. Ainda não há definição sobre a continuidade da comissão técnica, que hoje é comandada pelo filho de Gordo, Márcio de Quadros (Tiope). Mesmo assim, o presidente confia em bons resultados no próximo ano.

Família unida por meio do esporte


Filho de peixe, peixinho é. Além de Tiope, os outros filhos de Gordo, Vanusa, “Viola”, Fábio e Vanessa, e a esposa Salete, são alguns dos grandes incentivadores do Independente e frequentemente estão acompanhando as partidas do clube. O apoio da família foi destacado por Gordo. Segundo ele, a esposa insistiu e o convenceu a disputar o Campeonato Amador em 2014. Devido às dificuldades financeiras, o presidente do Independente pensou em não inscrever a equipe no campeonato. “Corre aqui, ali, recebe um não. Então é difícil. Teve um momento que pensei em desistir, mas a minha esposa disse não tire o time que vamos ser campeões”, recorda em tom emocionado.

Autoridades presentes

A cerimônia de entrega da Moção de Aplauso para o Independente Esporte Clube teve a participação de todos os vereadores da Câmara de Rio Azul, do vice-prefeito, Antonio França Galdino Junior, representando o executivo, do Padre Tiago, pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, do secretário de Esportes, José Ambrosio Zem, do presidente da Associação dos Árbitros e Representantes de Irati (ARAI), Rogério Olidio Vicente, de secretários municipais de Rio Azul, servidores da prefeitura, ex- jogadores do Independente e população de forma geral.

Alguns jogadores do Independente não estiveram presentes na homenagem em função de compromissos profissionais e particulares. O prefeito Silvio Paulo Girardi (PSC) só acompanhou os momentos finais da sessão solene, pois havia acabado de chegar de viagem.

Durante a cerimônia também foi exibido um vídeo produzido pelo locutor Fábio Souza, com imagens das duas partidas da final entre Independente e Guamirim. O momento mais marcante foi à foto que retrata o pênalti desperdiçado pelo jogador Gago do Guamirim. Se o atleta do time guamiriense tivesse convertido a infração, a decisão ia para os pênaltis. Com isso, a partida terminou empatada em 2 a 2 (resultado que favoreceu o Independente) que venceu o confronto de ida por 3 a 1.

Recordação de ex-atletas

Os vereadores que discursaram na sessão solene relembraram de ex-atletas do clube como Moacir Santos (Macico), Vladimir Putti, Leonardo Skalisz, entre outros, que ajudaram a construir a construir a história do Independente, mas não conseguiram conquistar o título do Campeonato Amador.

Atleta destaca apoio da torcida e amor pelo clube

Autor do primeiro gol do Independente na segunda partida da final contra o Guamirim, o meio-campo Neguinho, foi escolhido para discursar em nomes dos atletas. Neguinho destacou a força da torcida do Independente que marca presença nos estádios e é o 12º jogador do time. Ele comentou que há quatro anos tem disputado competições pelo clube e se mostrou lisonjeado pelo comportamento do torcedor que apoia o time durante os 90 minutos das partidas. Neguinho relembrou a final contra o Guamirim, quando o estádio Orestes Pallu, estava praticamente lotado. Para ele, os atletas se emocionaram ao ver que a cidade abraçou o time, dando uma força a mais para conseguir o título.

Por fim, ele destacou que os atletas não são remunerados financeiramente, ou seja, precisam realizar atividades paralelas ao futebol para sobreviver e sustentar a família. “Não tiramos nosso sustento aqui. Fazemos por amor ao esporte, amor ao Independente. Os jogos acontecem aos domingos, quando todos deveriam descansar ao lado das famílias. Nós deixamos nossas casas no interior, na cidade, tem os atletas que vem de Rebouças, Mallet, que fazem isso por paixão ao clube”, enalteceu.

O empresário Luiz Zuconelli, que integra a diretoria do Independente, destacou momentos difíceis da equipe durante o ano. Bastante emocionado, ele agradeceu o apoio dos torcedores, jogadores e falou que os erros cometidos serviram de lição para a equipe melhorar, se unir e conseguir o título. “Digo que erramos muito, mas eu prefiro errar e vir aqui comemorar o título, do que fazer tudo certinho e não ganhar nada”.

Rio-azulense, Presidente da Liga destaca feito alcançado pelo clube

O Presidente da Liga Iratiense de Futebol, Ronildo Surek, destacou a conquista do Independente e enalteceu que a homenagem coroou um momento especial para o esporte de Rio Azul, que comemorou o título inedito do Campeonato Amador. Roni lembra que a responsabilidade da Liga e do próprio Independente irão aumentar em 2014. Segundo ele, os objetivos deste ano foram cumpridos com o auxílio da nova diretoria da Liga (empossada neste ano) e a confiança dos diretores, atletas e imprensa, que motivou o poder público e os empresários para investir na competição. “Momento de gala do campeonato. Aumenta a responsabilidade para nós organizadores e para o Independente que terá que montar uma equipe melhor ainda, pois todo mundo vai tentar desbancar o campeão”, comenta.

Roni brincou em seu discurso durante a sessão solene, que “precisou um rio-azulense assumir a diretoria da Liga”, para uma equipe do município erguer a taça de campeão dessa competição. Atualmente desempenhando o cargo de chefe da Ciretran de Irati, Roni relembra que nasceu no hospital São Francisco de Assis, em Rio Azul, no dia 22 de outubro de 1965. “Não sabia e imaginava que um povo ia dar tanta importância a conquista da liga. O Independente tem mais de 50 anos e só agora conquistou o título. Torcedores e todos os vereadores desta Casa prestigiaram essa homenagem. É algo gratificante”, enaltece.

Mais clubes em 2014

Neste ano, nove equipes disputaram o Campeonato Amador (Valinhos, Independente, Transportes Dussanoski/Mercado Hrinczuk, Inácio Martins, Imbituva, Guamirim, Relicon, Guarani e Pinheiros) representando os municípios de Irati, Rio Azul, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, Inácio Martins e Imbituva. A diretoria da Liga espera aumentar o número de times que irão participar do campeonato em 2014. Pelo menos cinco municípios estão em negociação com a Liga: O Clube Atlético Teixeira-Soarense é presença praticamente confirmada no próximo ano. Os municípios de Ivaí, Rebouças, Guamiranga e Ipiranga também deverão ter representantes, aumentando assim a competitividade e a duração do campeonato.

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados