Futebol / Esportes

18/03/12 - 18h25 - atualizada em 19/03/12 às 20h54

Iraty perde para o Corinthians e completa um ano sem vencer

O time de Edson Paulista chegou a virar a partida frente ao Timãozinho. No entanto, a expulsão de Nilson ainda no primeiro tempo prejudicou a equipe que não suportou a pressão e sofreu dois gols de cabeça na etapa final
Rodrigo Zub

Em jogo de duas viradas, Timãozinho venceu Azulão por 3 a 2
Um ano sem vitória. Esse é o atual momento do Iraty que sofreu mais uma derrota no Campeonato Paranaense 2012. Desta vez, o algoz foi o Corinthians/PR que venceu o Azulão por 3 a 2, em jogo realizado neste domingo, no estádio Janguito Malucelli, em Curitiba. O time de Edson Paulista chegou a virar a partida frente ao Timãozinho, mas a expulsão de Nilson ainda no primeiro tempo prejudicou a equipe que não suportou a pressão e sofreu dois gols de cabeça na etapa final.

Última vitória

Vale destacar que a última vitória do Iraty em jogos oficiais aconteceu no ano passado. No dia 23 de março, o time comandado naquela oportunidade por Gilberto Pereira venceu o Cascavel por 2 a 1, em jogo válido pela 5ª rodada do returno. Depois disso, a equipe realizou 21 partidas, somando sete empates e 14 derrotas. Lembrando que o Azulão chegou a vencer o Operário no mês de janeiro por 1 a 0, mas o jogo era apenas um amistoso de pré-temporada. Como não haverá rodada do Paranaense no meio de semana, o Iraty irá completar um ano sem vitória, já que a equipe volta a campo somente no domingo, dia 25, contra o Londrina.

Andrezinho em cobrança de falta, aos 21 minutos abriu o marcador para o Corinthians. No entanto, o Azulão não se intimidou e buscou a virada com Gizo e Paraíba que marcou seu sétimo gol na competição. No segundo tempo, o Timãozinho em dois lances parecidos fez dois gols com Rodrigo Hote e John César. O detalhe foi que os gols saíram num intervalo de apenas três minutos. O primeiro, aos 14 e o segundo, aos 17 minutos do 2º tempo.

Com o resultado, os donos da casa quebraram o incômodo jejum de nove partidas sem vitórias no Paranaense deste ano. Já o Iraty, completou seu 21º jogo sem triunfo somando as duas últimas edições da competição.

No próximo domingo as duas equipes voltam a campo pela 5ª rodada do returno. O Timãozinho enfrenta o Paranavaí, fora de casa, enquanto que o Azulão viaja até Londrina, onde enfrenta o Tubarão, no estádio do Café.

O jogo

O Azulão entrou em campo com novidades para encarar o Timãozinho, em Curitiba. No gol, Adeílson fez sua estreia com a camisa 1 iratiense, enquanto que no meio-campo foram mais três alterações. Nilson, Ademir e Gizo ganharam a oportunidade de começar a partida entre os titulares. Mesmo assim, quem começou assustando foi o Corinthians que chegou com perigo com Nelsinho, aos 4 minutos. O lateral foi à linha de fundo e cruzou para a área, mas ninguém aproveitou e a bola saiu pela linha de fundo.

A resposta do Azulão veio, aos 9 minutos em lance de bola parada. Clayton tentou o arremate de longa distância e mandou sobre o gol de Ricardo Villar.

Dois minutos depois, o Timãozinho teve a primeira boa oportunidade da partida com o centroavante Bruno Batata. O camisa 9 recebeu de Andrezinho e soltou a bomba sobre o gol de Adeílson.

O duelo entre Bruno Batata e Adeílson teve mais um capítulo, aos 14 minutos. Willian Leandro fez o desarme no meio campo e rolou para o centroavante que encheu o pé de fora da área para a boa defesa do goleiro iratiense.

Com dificuldades para criar oportunidades, os dois times vislumbravam nos arremates de fora da área às chances de tirar o zero do placar. Foi desta forma que Paraíba arriscou da intermediária e levou perigo a meta de Ricardo Villar.

Porém, quem levou susto mesmo foi Adeílson. O goleiro quase foi traído pela curva da bola em cruzamento venenoso de Nelsinho, que o camisa 1 defendeu em dois tempos.
 
Aos 21 minutos, Adeílson apareceu novamente, mas desta vez para buscar a bola no fundo das redes. Andrezinho com extrema categoria cobrou falta por cima da barreira no canto esquerdo do goleiro iratiense, que apenas observou a bola entrar.

O gol não intimidou o Iraty, que conseguiu o empate instantes depois. Gizo aproveitou rebote de Ricardo Villar e sacudiu as redes do Timãozinho, aos 26 minutos. Clayton cobrou falta, o goleiro não segurou e soltou nos pés de Gizo que apenas empurrou para o fundo do gol.

Melhor no jogo, o Iraty foi pra cima em busca da virada. Aos poucos, as chances foram sendo criadas. Primeiro com Gizo e depois com Paraíba, que pararam nas boas intervenções do goleiro do Timãozinho.

“Água mole em quebra dura tanto bate até que fura”. Aos 32 minutos, Clayton deu uma meia lua no marcador e deu assistência primorosa para Paraíba. O camisa 11 do Iraty recebeu, driblou o goleiro e chutou forte para vencer dois zagueiros que estavam em cima da linha.

A comemoração pela virada logo se transformou em preocupação com a expulsão de Nilton. O volante foi para o chuveiro mais cedo por ter agredido Safira. Fato negado pela comissão técnica e atletas do Iraty. Porém, o árbitro Selmo Pedro dos Anjos Neto foi convicto em sua marcação e assinalou o cartão vermelho.

Mesmo assim, o jogador a mais não fez diferença para o Corinthians, que insistia nas bolas levantadas para a área. Alex Fraga e Safira ainda tentaram antes do intervalo, mas mandaram suas finalizações longe do gol de Adeílson.

Atacantes saem do banco para dar vitória ao Corinthians

Atrás no marcador, mas em vantagem numérica, o Corinthians/PR voltou com outra cara para o 2º tempo. Leandro Nieheus sacou o volante Javier Mendéz para a entrada de John César. Com a substituição o time passou a atuar com três atacantes.

No entanto, a principal arma dos visitantes continuou sendo os lances de bola parada. Foi assim, que Alex Fraga quase empatou, aos 6 minutos. Ele recebeu cruzamento de Safira e cabeceou sem perigo para Adeílson.

Ofensivo o Timãozinho dava espaços para os contra-ataques. Paraíba fez jogada individual e chutou cruzado para a área, mas ninguém aproveitou. Pouco depois, Fumaça teve a chance de ampliar o resultado. Ele passou pelo marcador e chutou firme sobre o gol de Ricardo Villar.

Aos 11 minutos, Leandro Nieheus colocou mais um atacante nos donos da casa. Rodrigo Hote entrou no lugar de Willian Leandro. Seria mais uma simples alteração não fosse o que aconteceu nos minutos seguintes, em Curitiba. O Corinthians armou uma verdadeira blitz ao gol de Adeílson. Na primeira chance, o camisa 1 iratiense ainda evitou o pior ao defender chute à queima roupa de Bruno Batata.

Porém, aos 13 minutos não teve jeito. Anderson Rosa cruzou para a área e Rodrigo Hote desviou de cabeça para o fundo das redes do Azulão, igualando a partida no estádio Janguito Malucelli.

A torcida e os jogadores ainda comemoravam o gol de empate, quando John César outro suplente do Corinthians tratou de virar a partida. Safira cruzou para o meio da área e o camisa 17 cabeceou sem chances para Adeílson.

Percebendo a passividade de seu time, Edson Paulista resolveu dar sangue novo ao Azulão. Marcelo e Clayton Santos entraram nos lugares de Ademir e Fumaça. Marcelo tentou retribuir a confiança do treinador, aos 20 minutos. Ele recebeu no lado esquerdo, driblou o zagueiro e finalizou para fácil defesa de Ricardo Villar.

O lance foi um lampejo do atacante que passou o 2º tempo sumido praticamente sem tocar na bola. Boa parte em função da má atuação de Clayton e do sistema ofensivo do Azulão que praticamente não ameaçou o gol do Corinthians, no segundo tempo.

Tranquilos os donos da casa deixaram o tempo passar e mesmo sem muito brilho ainda continuaram criar duas chances. Na primeira, Safira cobrou escanteio na cabeça de André Luis que finalizou sobre o gol de Adeílson. Já aos 40 minutos, Rodrigo Hote experimentou de fora da área, mas parou na boa intervenção do goleiro iratiense.

Nos minutos finais, Samuel ainda foi expulso após cometer falta violenta em cima de Paraíba. Apesar de ter igualado o número jogadores em campo, o Iraty decepcionou e não criou nenhuma oportunidade. Com isso, bastou ao Corinthians esperar o apito final do árbitro Selmo Pedro dos Anjos Neto para comemorar sua 4ª vitória na competição.

O resultado deixa o Timãozinho na 9ª colocação do returno com quatro pontos. Já o Azulão é o lanterna com apenas um ponto. Na classificação geral, os dois times estão na mesma posição. O Corinthians é o nono com 16 pontos, enquanto que o Iraty é o último colocado com apenas cinco.


Ficha técnica:
CORINTHIANS PARANAENSE 3 X 2 IRATY
Local: Eco Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Árbitro: Selmo Pedro dos Anjos Neto
Assistentes: Antônio Marcos Camargo de Andrade e Alessandro Rodrigues Mori
Cartões amarelos: Alex Fraga, Safira e Samuel (Corinthians); Anderson (Iraty)
Expulsões: Samuel (Corinthians); Nilson (Iraty)
Público Pagante: 122; Renda R$ 2.880
Gols: Andrezinho, aos 21 minutos do 1º tempo, Rodrigo Hote, aos 14 e John César aos 17 minutos do 2º tempo (Corinthians); Gizo, aos 25 e Paraíba, aos 32 minutos do 1º tempo

CORINTHIANS: Ricardo Villar; André Luiz, Alex Fraga, Flávio e Nelsinho; Javier Mendez(John Cesar), Willian Leandro(Rodrigo Hote), Anderson Rosa e Safira; Bruno Batata e Andrezinho(Samuel). Técnico Leandro Niehues.

Iraty: Adeílson; Anderson Fumaça (Clayton Santos), Caio, Jessé e Anderson; Nilson, Ademir (Marcelo), Rafael e Cleyton; Gizo (Luis Guilherme) e Paraíba. Técnico: Edson Paulista.

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados