Futebol / Esportes

16/02/12 - 00h26 - atualizada em 17/02/12 às 20h56

Iraty reage no 2º tempo e arranca empate no final

Iraty esteve duas vezes atrás do marcador durante confronto contra o Roma. Boa atuação no 2º tempo foi coroada com gol de Quirino, aos 40 minutos, que decretou o empate em 2 a 2, em Apucarana
Rodrigo Zub


O jejum continua no Iraty.  Atuando nesta noite no estádio Bom Jesus da Lapa, em Apucarana, a equipe de Edson Paulista empatou por 2 a 2 contra o Roma.  Com o resultado, o Azulão segue sem vencer no Campeonato Paranaense 2012. Porém, o torcedor teve um alento. A boa atuação no segundo tempo mostra que o clube tem condições de reverter à situação difícil que se encontra na competição. Depois de oito rodadas, o Iraty segue na lanterna com apenas três pontos.

Após um primeiro tempo equilibrado, Fábio, aos 43 minutos abriu o placar para os donos da casa. Depois do intervalo, o Azulão foi pra cima do adversário após as entradas de Anderson e Quirino. Aos 15 minutos, em jogada individual, Paraíba deixou tudo igual, em Apucarana. O gol motivou ainda mais os visitantes que partiram em busca da virada. No entanto, Pedro Ivo, aos 37, voltou a colocar o Roma, na frente do marcador. Porém, a alegria do time de Pedro Caçapa, ex-jogador do Azulão durou pouco. Três minutos depois, Quirino fez o gol de empate para o Iraty.

Agora as duas equipes concentram suas atenções para a 9ª rodada da competição. Enquanto o Iraty recebe o Rio Branco, no estádio Emílio Gomes, por sua vez o Roma viaja até Londrina, onde terá como adversário o time da casa. Os dois jogos acontecem no próximo domingo, 19, às 17 h.

{album}

O jogo

Jogando em casa e motivado depois de deixar a zona de rebaixamento após duas vitórias seguidas, o Roma partiu para o ataque em busca do gol nos primeiros minutos. Logo aos 2 minutos, Ricardinho que fazia sua estreia pelo time de Apucarana chutou rente a trave de Doni. Depois do susto inicial, o Iraty equilibrou as ações no meio campo, com isso o Roma passou a cometer excessivos erros de passe. A forte marcação das duas equipes fez com que o jogo ficasse trucando com poucas oportunidades.  Desta forma, o jeito era arriscar de longa distância, conforme finalizaram Gilmar do lado iratiense e Elton pelo Roma. Porém, nenhum dos arremates levou perigo às metas de Spada e Doni, respectivamente.

Aos 18 minutos ocorreu a primeira chance clara de gol da partida. Robenval arriscou da intermediária e contou com o desvio da zaga para quase surpreender Doni. O goleiro mostrou reflexo e espalmou pela linha de fundo.

Pouco depois, o Roma novamente assustou o Azulão. Sérgio cruzou para a área e Fábio desviou de cabeça pela linha de fundo.

A resposta do Iraty veio com Clayton que chutou à direita de Spada. Em seguida, Elton teve duas oportunidades em lances de bola parada. Na primeira chance, ele chutou sem perigo para Doni. Já no segundo lance, Elton obrigou o goleiro do Azulão a espalmar com dificuldades pela linha de fundo.

Com dificuldades para chegar ao ataque o Iraty foi presa fácil para a defesa do Roma, em todo o 1º tempo. Tanto que foram apenas duas finalizações certas contra o gol de Spada. Do outro lado o Roma tentava de todas as formas abrir o placar.  O esforço foi premiado, aos 43 minutos. Fábio recebeu na área e chutou forte sem chances para Doni. Para festa do torcedor em Apucarana, o time da casa foi para o intervalo em vantagem.

Anderson e Quirino entram e mudam a cara do Azulão

Na descida para o vestiário o indício de que o treinador Edson Paulista não aprovou a atuação de sua equipe era visível, tanto que dois atletas foram para o chuveiro mais cedo. Rafael e Gilmar deixaram o campo para as entradas de Anderson e Quirino.

As alterações deram outro gás ao Iraty, que passou a pressionar o Roma em seu campo de defesa. Aos 4 minutos, Marcelo aproveitou rebote na grande área para mandar a esquerda de Spada. Apostando nos contra-ataques, os donos da casa tiveram duas boas oportunidades antes do dez minutos do 2º tempo. Aos 7, Fábio recebeu na grande área, mas foi bloqueado pela defesa do Azulão. Instantes depois, Elton tentou em cobrança de falta. Melhor para o goleiro Doni, que saltou e desviou a escanteio.

Quem também apareceu para sua salvar sua equipe foi o goleiro Spada. Aos 13, ele defendeu com o pé o arremate de Quirino.

Dois minutos depois, o Azulão teve outra chance, mas desta vez o golpe foi fatal. Paraíba recebeu em velocidade e deu uma bela finta no marcador antes de rolar para as redes.

A partir daí o Iraty passou a acreditar na virada, assim como o Roma que insistia nos lançamentos longos e arremates de longa distância. Os erros nas finalizações irritavam o torcedor presente no Bom Jesus da Lapa. Foi assim, com Grafite, aos 24 e depois com Fábio, em toque de cabeça, aos 27 minutos.

No lado iratiense a grande aposta era a velocidade, principalmente dos alas Clayton Santos e Anderson.  Justamente em uma jogada entre os dois quase saiu à virada. Clayton Santos fez boa jogada pela direita e deu passe açucarado para Anderson, que carimbou o travessão de Spada.

Azar de um lado sorte de outro. Cerca de um minuto depois de entrar no jogo, o meio campista Pedro Ivo já deixou a sua marca. Após reposição de bola rápida de Spada, a bola sobrou para Bahia que deixou Pedro Ivo na cara do gol. Aí ficou fácil para que o atleta somente escolhesse o canto para voltar a colocar o Roma em vantagem.

A torcida ainda comemorava quando Quirino jogou água no chope dos donos da casa. O centroavante iratiense empatou o jogo, aos 40 minutos. Rocha chutou de fora da área e acertou a trave de Spada. No rebote, Quirino só teve o trabalho de escorar para as redes.

Nos últimos instantes o Roma ainda tentou mudar o resultado da partida. Na melhor oportunidade, aos 45, Pedro Ivo chutou cruzado para a área, mas ninguém aproveitou.

Com o resultado Roma e Iraty permanecem na parte de baixo da tabela. Enquanto o Iraty continua na lanterna com apenas três pontos, o Roma segue em 8ª lugar com nove pontos. 

Ficha técnica

Roma 2 X 2 Iraty

Local: Estádio Bom Jesus da Lapa, em Apucarana
Árbitro: Rafael Pedro Feza
Assistentes: Marcelo Pavan e Luiz Paulo Galli
Cartões amarelos: Elton, Robenval, Luis Paulo, Ricardinho, Sérgio e Bahia (Roma);  Luis Henrique, Jessé, João Renato e Marcelo (Iraty)
Público: 858 pagantes; Renda: R$ 13.750
Gols: Fábio, aos 43 minutos do 1º tempo e Pedro Ivo, aos 37 minutos do 2 º tempo (Roma); Paraíba, aos 15 e Quirino, aos 40 minutos do 2º tempo (Iraty).

Roma: Spada; Grafite, Luís Paulo, Robenval e Gilson; Sérgio, Bahia, Léo (Pedro Ivo) e Ricardinho (Felipe Capixaba); Elton e Fábio. Técnico: Pedro Caçapa

Iraty: Doni; João Renato, Luiz Henrique e Jessé; Clayton Santos, João Renato, Rocha, Marcelo, Cleyton e Rafael (Anderson); Gilmar (Quirino) e Paraíba. Técnico: Edson Paulista.

Comentários