Futebol / Esportes

30/07/12 - 03h33 - atualizada em 30/07/12 às 23h07

Malucelli desmente venda de CT e diz que mantém investimentos no Londrina

Segundo o ex-presidente do Iraty, existe um contrato entre o clube e a empresa da qual ele é o dono garantido a permanência do CT em Londrina por mais dez anos

Rodrigo Zub

Em entrevista à equipe da Najuá, na última quinta-feira, dia 26, o empresário Sérgio Malucelli, gestor do Londrina Esporte Clube (LEC) negou os boatos que estaria vendendo o Centro de Treinamento (CT) da SM Sports. Segundo o ex-presidente do Iraty, existe um contrato entre o clube e a empresa da qual ele é o dono garantido a permanência do CT em Londrina por mais dez anos.

Um dos campos do CT da SM Sports, em Londrina
Malucelli comentou que tem interesse de manter os investimentos no Tubarão mesmo com a campanha abaixo do esperado em 2012. O gestor diz que o clube fez uma campanha até acima do esperado para uma equipe que retornou a 1ª divisão depois de dois anos de ausência. “A campanha foi boa neste primeiro ano na elite. Conseguimos resgatar o time e ainda revelamos alguns jogadores que já estavam conosco no Iraty. Já estamos pensando no ano que vem. Vamos contratar alguns jogadores e mesclar com a base do time Sub-20 do Londrina”, revela.

Como terminou em 5º lugar o Campeonato Paranaense e não garantiu uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, o Londrina ficou sem calendário para o 2º semestre. Mesmo assim, Malucelli conta que o clube está se preparando antecipadamente para a temporada 2013.

“Alguns jogadores estão emprestados e outros recentemente voltaram de férias e vão treinar com os meninos do Sub-20. O treinador será o Cláudio Tencatti que ira fazer um estágio no mês que vem em Porto Alegre com o Vanderlei Luxemburgo [técnico do Grêmio]”, comenta.

Se dentro de campo as coisas andam nos trilhos, fora dele também não há motivos para se preocupar no Londrina. O gestor do Tubarão revela que uma sede social do clube foi vendida no ano passado e ajudou a quitar as dívidas da equipe.


 

Comentários

Enquete

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) deve ser a base da Reforma Tributária?

  • Não
  • Sim
Resultados