Futebol / Esportes

23/02/19 - 11h34 - atualizada em 24/02/19 às 11h58

Presidente do Iraty solicita afastamento por 60 dias

Cícero Moreira Gomes, o “Xirú”, justifica o pedido de afastamento dizendo que vem encontrando dificuldades em conciliar suas atividades profissionais com a presidência do clube

Da redação

Antônio Martins de Albuquerque, o "Toninho" (esquerda) assumirá a presidência interina do Iraty Sport Club no lugar de Xirú (direita), que pediu licença de 60 dias

O presidente do Iraty Sport Club, Cícero Moreira Gomes, o “Xirú”, solicitou afastamento da presidência do clube por 60 dias a partir deste sábado, 23. Neste período, o vice-presidente Antônio Martins de Albuquerque, o “Toninho”, será o presidente interino.

Em áudio enviado à reportagem da Najuá, Xirú justifica o afastamento dizendo que vem encontrando dificuldades em conciliar a presidência com suas atividades profissionais, que envolvem muitas viagens longas. “Isto não tem nos impedido, mas tem nos prejudicado no sentido de estarmos periódica e constantemente no clube para gerir as suas situações, tomar decisões e administrá-lo. Todos nós, diretores, temos as nossas profissões, pois somos voluntários e não remunerados. Eu acabei me envolvendo em um assunto profissional que não me permite ficar em Irati com frequência”, afirmou.

PUBLICIDADE

Diante desta situação, Xirú conversou com Toninho, que se dispôs a assumir a presidência interina para tentar gerir com mais agilidade os destinos do Iraty. “Assim sendo, estou protocolando um pedido de licença temporária de 60 dias. Como regem os estatutos, assume a presidência do clube o senhor Antônio Martins de Albuquerque, com todas as prerrogativas que lhe dizem respeito como presidente em exercício. Quero desejar boa sorte ao Toninho, tenho certeza que vai fazê-lo com competência e destreza”, comentou Xirú ao anunciar seu afastamento.

 Nova tentativa de negociação com Sérgio Malucelli 

Na última quarta-feira, o preparador de goleiros Marco Antônio e o diretor de futebol Vinícius Azevedo, o “Vina”, estiveram em Londrina para uma conversa com Sérgio Malucelli. O empresário se predispôs a administrar o futebol do Iraty, desde que fosse acompanhado de mais dois empresários curitibanos, Lipatim e Carlos Verne. Malucelli alega que os custos seriam muito altos para que ele pudesse administrar o time sozinho. 

Durante uma longa conversa com os diretores do Iraty, Malucelli entrou em contato com os empresários, com os quais conversou por mais de 30 minutos. Ele deixou claro que o time precisaria estar pronto em 45 dias, tempo que seria necessário para preparação da equipe para a Segunda Divisão do Campeonato Paranaense, que começa em 7 de abril.

PUBLICIDADE

No entanto, os empresários não aceitaram a proposta e alegaram que não haveria tempo hábil para logística, formação do grupo de atletas e comissão técnica e para treinamentos. Além disso, os empresários alegaram que haveria dificuldade na questão da logística dos alojamentos do clube, dos uniformes de treino e jogo e outros itens necessários para “receber adequadamente uma equipe de futebol com todas as condições necessárias”.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá 


Comentários

Enquete

Você acha certo que nas escolas públicas se cante o Hino Nacional

  • Não deveria ser cantado
  • Só em ocasiões cívicas
  • Uma vez por semana
  • Todos os dias
Resultados