Futebol / Esportes

28/01/12 - 21h24 - atualizada em 31/01/12 às 18h06

Reservas brilham, Coritiba goleia e acende luz de alerta no Iraty

Renan Oliveira e Jackson entraram no 2º tempo e fizeram três dos cinco gols alviverdes no jogo. Derrota por 5 a 1, foi a terceira do Azulão na competição
Rodrigo Zub



Último visitante a vencer o Coritiba no estádio Couto Pereira, pelo Campeonato Paranaense, o Azulão entrou em campo nesta tarde com o objetivo de repetir o resultado obtido no dia 19 de abril de 2009. Porém, os comandados de Rodrigo Casca não conseguiram repetir o feito alcançado pelo time do então treinador Enéas Camargo, que derrotou o coxa-branca em Curitiba, por 1 a 0. Com dois gols de Davi, outros dois de Renan Oliveira e um do lateral Jackson, o alviverde goleou o Azulão, por 5 a 1. Paraíba descontou para o Azulão no segundo tempo.

Jogadores do Coritiba comemoram um dos gols marcados por Davi (centro)
Com o triunfo, o Coritiba aumentou sua invencibilidade no Estadual. Agora já são 36 jogos sem derrotas na competição.  A vitória fez com que o time assumisse a liderança do Estadual, com nove pontos em três rodadas.

Se de um lado a euforia tomou conta do Couto Pereira, de outro o sinal de alerta começa a ser acionado. Nenhum ponto conquistado, três derrotas e dez gols sofridos em apenas três partidas. Assim, o Iraty volta pra casa mais uma vez amargando a lanterna do campeonato e com o sentimento de que precisa corrigir os erros para iniciar a reação na competição.

Na próxima quarta-feira, as duas equipes voltam a campo. O Coritiba enfrenta fora de casa o Paranavaí, às 22 h. Já o Azulão terá como adversário o Corinthians/PR, no estádio Emílio Gomes, a partir das 17 h.

{album}

O jogo
   
Observado de perto pelo ex- treinador Renê Simões, campeão da Série B com o Coritiba em 2010 e que esteve nas arquibancadas do Couto Pereira acompanhando a partida, os donos da casa iniciaram a partida comandando as ações do jogo. Porém, a retranca iratiense funcionou bem e evitou maiores problemas para o goleiro Alessandro. Nos primeiros 20 minutos, o único lance de perigo do Coritiba, ocorreu em um lance bola parada. Aos 5, Tcheco cobrou escanteio para a área e Emerson cabeceou para a defesa de Alessandro.

Aos poucos, o Iraty deixou a timidez de lado e passou a levar perigo a meta de Vanderlei. O goleiro teve trabalho aos 11 minutos. Clayton cobrou falta de longa distância e quase surpreendeu o camisa 1, que precisou defender em dois tempos. Três minutos depois, Paraíba recebeu na intermediária e finalizou para nova defesa de Vanderlei.

Com mais posse de bola, o Coritiba voltou a mostrar sua força a partir da metade da etapa inicial quando armou uma verdadeira blitz no setor defensivo do Iraty. Em poucos minutos foram várias chances desperdiçadas. Aos 20, Marcel recebeu na área, mas pra sorte do setor defensivo iratiense, furou no momento de finalizar.

Lance do jogo- Tcheco tenta se livrar da marcação iratiense
No lance seguinte, Rafinha rolou para Tcheco que chutou próximo a trave defendida por Alessandro. Aos 24, Tcheco apareceu novamente, desta vez ele cruzou para a área e Marcel cabeceou pela linha de fundo.
   
O centroavante teve nova oportunidade alguns instantes depois. Novamente o camisa 9 alviverde mostrou que o dia não era dele. Cruzou na marca do pênalti, Marcel mais uma vez furou para desespero do torcedor coxa-branca presente no Couto Pereira.

Acuado em seu campo de defesa, o Iraty finalmente conseguiu articular uma boa jogada aos 28 minutos. Após lançamento longo na direita, Diego recebeu e chutou cruzado para a defesa de Vanderlei.

A finalização foi à última chegada com perigo do Azulão no primeiro tempo. Do outro lado, a pressão continuou forte. Aos 31, Rafinha ergueu na área e o lateral Jonas, que fazia sua estreia na competição carimbou a trave de Alessandro. O gol parecia questão de tempo, parecia... porque aos 36 minutos, finalmente o Coritiba conseguiu abrir o placar. Lucas Mendes fez boa jogada  pela esquerda e cruzou, Davi cabeceou na trave, no rebote a bola sobrou pra ele mesmo que colocou no ângulo sem chances para Alessandro.

O gol acalmou o Coritiba que diminuiu o ritmo e passou a administrar a vantagem. Já o Iraty, ainda tentou com o Diego aos 44 minutos, mas o atacante ao entrar na área, adiantou a bola que se perdeu pela linha de fundo.

Iraty leva de 5 e se afunda na lanterna
  
Alessandro não pode fazer nada para evitar goleada do Coritiba
Na volta do intervalo, Marcelo Oliveira pediu mais movimentação ao setor ofensivo do Coritiba. Dentro de campo, os jogadores cumpriram a risca a solicitação do treinador. Logo aos 30 segundos, Tcheco lançou Jonas, que cruzou para a área, porém ninguém apareceu para concluir a jogada.

O lance foi ensejo para o Coritiba descobrir o ponto fraco do Azulão, os cruzamentos para a área e jogadas de linha de fundo. Desta forma, saiu o primeiro gol, assim como o segundo aos 2 minutos. Jonas avançou pela direita e cruzou, Marcel cabeceou no peito do goleiro Alessandro. No rebote novamente Davi apareceu com um legítimo centroavante para colocar no fundo das redes, aumentando a vantagem alviverde.

O segundo gol deu ainda mais tranquilidade ao Coritiba, que começou a aproveitar a instabilidade da garotada do Azulão para criar novas oportunidades.  Aos 9, Lucas Mendes foi ao fundo e cruzou, mas antes da chegada de Marcel, Vinícius fez o corte evitando a finalização do centroavante coxa-branca.

A partir daí, quem começou a aparecer no jogo foi o meio-campista Paraíba do Iraty. Assim, como nos jogos anteriores do Azulão, o camisa 11 foi o destaque do Azulão. Aos 14 minutos, ele quase descontou para os visitantes após chuta forte da entrada da área, mas Vanderlei agarrou firme no canto esquerdo de sua meta.

Precisando de gols, o treinador Rodrigo Casca foi para o ataque e promoveu a estreia de Maicon Santana. O atacante que foi contratado nesta semana pelo Azulão entrou em campo poucas horas depois de ser apresentado no clube. A falta de ritmo de jogo prejudicou o desempenho do jogador.

Gol de Paraíba não foi o suficiente para evitar a derrota
Aos 24, quem voltou a aparecer para atormentar o sistema defensivo do Coritiba foi Paraíba, que desta vez não desperdiçou a oportunidade. Ele recebeu invadiu a área e chutou pro fundo das redes de Vanderlei.

Seria o gol para colocar fogo no jogo e reacender a chama da esperança do Azulão? A resposta veio um minuto depois. Renan Oliveira recebeu na entrada da are e soltou a bomba sem chances para o goleiro Alessandro. O gol praticamente sepultou as chances do Iraty no jogo.

Melhor para o Coritiba que aproveitou o momento de instabilidade do adversário para fazer mais gols no Couto Pereira. Aos 27, Rafinha cruzou para a área e Jackson, que tinha acabado de entrar no lugar de Jonas, cabeceou para marcar o quarto dos donos da casa.

A cada gol sofrido o Azulão ficava mais abalado, sem esboçar chances de reação. Com isso, o Coritiba se aproveitava do bom momento para partir pra cima em busca de mais gols. Aos 32, Renan Oliveira passou pelo marcador e cruzou, mas ninguém apareceu para concluir a jogada. Cinco minutos depois, Renan apareceu de novo pela direita. Em velocidade ele avançou e na hora da finalização foi bloqueado por Acássio.

O Iraty respondeu aos 40 minutos. Tcheco errou o passe no campo de defesa, Maicon Santana recuperou a bola e chutou de fora da área, balançado às redes, porém do lado de fora da meta alviverde.

A partida já se encaminhava para o final quando Renan Oliveira mais uma vez balançou as redes do Azulão. Coroando sua bela atuação, o meio-campista conduziu a bola na intermediária e chutou sem chances para Alessandro.

Festa do Coritiba que dorme na liderança da competição, com 100% aproveitamento nas primeiras rodadas. Tristeza do Azulão que volta pra casa lamentando mais uma derrota e levando consigo um companheiro indesejável, a lanterna, que tem feito parte da bagagem do time desde a primeira rodada do Paranaense, quando a equipe assumiu a última posição, lugar que permanecesse até o momento.

CORITIBA 5 X 1 IRATY
Data: 28/01/12 – Sábado
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba
Árbitro: Rogério Menon da Silva
Assistentes: Rafael Trombeta e Adair Carlos Mondini
Gols: Davi, aos 37 do 1º tempo e 2 minutos do 2º tempo; Renan Oliveira, aos 24 e 46 minutos do 2º tempo; Jackson aos 27 do 2º tempo (Coritiba); Paraíba, aos 23 minutos do 2º tempo (Iraty).
Cartões amarelos: Emerson (Coritiba); Vinícius, Rocha, Ademir, Marcelo e Dênis (Iraty). 

CORITIBA: Vanderlei; Jonas(Jackson), Demerson, Emerson, Lucas Mendes; Wiliam, Tcheco, Rafinha, Lincoln e Davi(Renan Oliveira); Marcel(Leonardo).
Técnico Marcelo Oliveira

IRATY: Alessandro; Marcelo, Jessé(Raphael), Acássio e Vinícius; Dênis, Ademir, Rocha(Cleiton) e Clayton; Paraíba e Diego(Maicon Santana).
Técnico: Rodrigo Casca




Comentários