Irati e Região / Notícias

19/11/11 - 03h26 - atualizada em 19/11/11 às 08h38

Com recursos próprios que chegam a R$ 3 milhões, nova rodoviária de Irati começa a ser erguida

Nova rodoviária terá dois pavimentos e área de mais de 2.400 m2; dinheiro para construção vem de recursos próprios do município, sem intervenção do Estado
Rodrigo Zub


Nova rodoviária terá dois pavimentos
São 43 anos de muitas histórias e fatos curiosos. Histórias simples de pessoas que moram em Irati ou passam pela cidade para visitar amigos, conhecidos ou familiares. Foi assim, que a rodoviária municipal se tornou um “ícone”, fazendo parte de um capítulo a parte na história do município de Irati. Porém, chegou o momento de partir. O prédio antigo inaugurado em 1968 precisa de uma intervenção. Os dias passam, a tecnologia evolui e mesmo com todo o glamour que uma construção antiga possa ter, é necessário “dar o braço a torcer e entender” que uma mudança tem que ser feita. A população cresceu e a demanda aumentou. Desta forma existe a necessidade de ampliar e modernizar as atuais acomodações do local.

Por isso a estrutura utilizada atualmente começou a ser desmanchada nesta semana. Em entrevista recentemente no Programa Meio Dia em Notícias, o Secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, o engenheiro Diórgenes Ditrich afirmou que a nova rodoviária terá dois pavimentos e área de mais de 2.400 m2. Além disso, ela disponibilizará acomodações adequadas para o público, para as companhias de transporte e possibilitará a reorganização de todo o fluxo de veículos (ônibus, carros e taxis) nas imediações.

Segundo Ditrich, o projeto original prevê a instalação de salas de espera, guarda-volumes, dois sanitários, setor de fraldário, encomendas e área de alimentação na área interna da rodoviária. Já do lado de fora, está prevista a construção de oito boxes para a parada de ônibus, com uma previsão de expansão para mais dois no futuro, além de uma área específica para taxis e estacionamento. 
Diórgenes e Anadir estiveram no Programa Meio Dia em Notícias falando sobre a construção da nova rodoviária, em meados do mês passado


A questão da acessibilidade é outro item que terá tratamento especial na nova rodoviária, revelou o engenheiro. “A norma exige que seja feito o piso tátil, que é o piso para deficiente visual, obrigatório em todos os locais públicos. Também haverá um elevador de acesso ao pavimento superior”, confirmou.

Recursos

Ao todo, serão investidos em torno de R$ 3 milhões para a realização das obras. Dinheiro que será custeado totalmente pela prefeitura de Irati. Segundo Dietrich, a administração municipal buscou financiamentos através de emendas junto ao governo estadual, mas isso se tornou inviável em função do período de moratória decretado no início do ano, pelo governador Beto Richa.

“Até esperamos que o deputado Sciarra, colocasse uma emenda mais não foi possível e devido ao momento de transição do governo estadual, se extinguiu esta outra possibilidade. Foi buscado junto à área estadual, financiamento, através de outras emendas. Quando a gente viu que a possibilidade de fazer um empréstimo seria mais demorada, então à gente optou de manter somente recursos municipais. Então não tem financiamento nenhum, nem empréstimo ou dinheiro a fundo perdido. É tudo dinheiro com recursos próprios sem intervenção do Estado”, revela o secretário de Administração e Recursos Humanos, Anadir Sequinel.

Ainda de acordo com o que disse o secretário, em 2008, o projeto de financiamento para construir a nova rodoviária já havia sido aprovado. Porém, após uma reunião com todos os administradores municipais da época, foi decidido dar prioridade aos trabalhos nas estradas rurais que apresentavam sérios problemas estruturais.

Com a alteração do plano de trabalho os recursos que seriam utilizados para reforma da rodoviária foram repassados para a aquisição de novas máquinas e equipamentos rodoviários.


Comentários