Irati e Região / Notícias

22/10/11 - 18h36 - atualizada em 23/10/11 às 15h03

Enem: falta de documentação impede estudantes de participar do exame

Duas candidatas não puderam realizar as provas na Unicentro por não estarem com seus documentos de identificação
Rodrigo Zub

Esse sábado foi especial para mais de 5 milhões de estudantes de todo o País.  Começou nesta tarde o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em todo o Estado são 254.207 estudantes inscritos.  Desses, 1.914 deverão realizar as provas em Irati. Os portões de acesso as salas foram abertos às 12h e fecharam às 13h. O tempo limite para resolução de todas as questões foi de 4h30 no primeiro dia e será de 1 h a mais no segundo dia de provas.

Enem

O Enem foi criado em 1998 para avaliar o desempenho dos estudantes no fim da escolaridade básica. Participam alunos que estejam cursando ou que já concluíram o ensino médio em anos anteriores. Desde 2008 com a criação do Programa Universidade Para Todos (Prouni) do governo federal e do Sistema de Seleção Unificada (SISU) a relevância da prova só aumentou. Atualmente, o exame é usado também como complemento ou em substituição ao vestibular, em várias universidades.

Entretanto, os transtornos causados nos anos de 2009 e 2010 colocaram em risco a credibilidade e a importância do exame. Em 2011, o Ministério da Educação promoveu algumas novidades para atrair os alunos. Dentre elas a possibilidade de uma segunda edição em 2012, porém, nada foi definido.

Ao todo serão aplicadas 45 questões de quatro áreas de conhecimento diferentes. Hoje, foram realizadas as provas de Ciências Humanas e tecnologia que abrange (história, geografia, filosofia e sociologia) e Ciências da Natureza (química, física e biologia). Amanhã serão realizadas as provas de Língua Portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física e tecnologias da informação (matemática e suas tecnologias), além da temível redação que valerá mais pontos.

Em Irati, as provas estão sendo realizadas em dois locais. Colégio Estadual Antônio Xavier da Silveira e na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). Em ambos, a movimentação foi tranquila e tudo correu dentro da normalidade, no primeiro dia de provas.

A maioria dos estudantes chegou com bastante antecedência e não foi registrado nenhum caso de aluno que chegou atrasado para a realização das provas. Alguns chegaram em cima da hora, mas conseguiram entrar antes do fechamento dos portões. No entanto, a maioria preferiu não correr risco, pois a regra é bastante clara. Poucos segundos podem fazer toda a diferença, já que os portões fecham às 13 h e ninguém mais entra depois desse horário.

Entrada proibida

Na Unicentro, conforme nossa reportagem pode constatar o único fato curioso registrado foi de duas candidatas que não puderam adentrar as salas por não estarem com seus documentos de identificação.

Em conversa com a equipe da Najuá, uma das estudantes de Rebouças relatou que estava com a identidade em sua bolsa, mas que esqueceu a mala dentro do ônibus que trouxe os candidatos de sua cidade para realizar a prova. Segundo ela, quando ela percebeu que tinha esquecido a bolsa já era tarde, pois o veículo não estava mais no local. A adolescente que cursa a 3ª série do Ensino Médio, disse que seu principal objetivo era tirar uma boa nota para concorrer a uma das bolsas oferecidas pelo governo federal, através do Programa Universidade Para Todos (Prouni).

“Agora ficou mais difícil. Perdi o primeiro dia de provas, são 90 questões a menos, mas mesmo assim, devo comparecer amanhã até para avaliar meus conhecimentos”, relatou a jovem que prestou vestibular no mês passado para o curso de História. Como não foi aprovada a adolescente diz que irá tentar a sorte novamente no Vestibular de Verão da instituição, que acontece em janeiro de 2012.

Já a outra candidata que não pode realizar a prova não apresentava a mesma tranquilidade da colega reboucense. A tristeza estava estampada no rosto da menina, principalmente ao ligar para sua mãe contanto a notícia. Nesse momento, lágrimas caíram levemente do rosto da menina, também estudante da 3ª série do ensino médio. “Todo um trabalho jogado fora”, desabafou a jovem.

Regra é clara

Em contato com os fiscais e responsáveis pela aplicação da prova eles nos informaram que compreendem a tristeza dos alunos, mas lembram que foi amplamente divulgado tanto no momento das inscrições pelos professores, como pela mídia nos dias anteriores à prova, sobre a obrigatoriedade dos estudantes estarem com os documentos de identificação. “Não podemos fazer nada. A regra é essa e temos que cumprir”, afirma o responsável pela aplicação do Enem no município, Antônio Zuber Neto.

Além de trazer um documento com foto para fazer a prova outra dica importante dos organizadores, é para que as pessoas que vão fazer a prova levem uma caneta preta e que seja transparente. Canetas de plástico ou de qualquer outra cor não são aceitas como forma de evitar qualquer tipo de fraude. Não é permitido também fazer a prova a lápis ou portar qualquer tipo de aparelho eletrônico, inclusive relógio. Até mesmo óculos escuros não serão aceitos.

Vale lembrar que o resultado do exame será divulgado no dia 4 de janeiro de 2012, mas já a partir da próxima semana os candidatos podem conferir os gabaritos das provas no site do Inep (www.inep.gov.br).


Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados